Anne Bonny

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Anne Bonny (litografia, século XVIII)

Anne Bonny (8 de março de 1702 - 22 de abril de 1782) foi uma pirata britânica. Juntamente com Mary Read (1684-1721) foram as duas piratas femininas mais famosas do Caribe.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filha de um advogado nascido na Irlanda e da sua empregada. O pai deixara a Irlanda em desgraça mas criou fortuna na Carolina do Norte onde adquiriu uma grande plantação.

Um pirata com o nome de James Bonny desposou Anne numa tentativa de se apossar da plantação, mas o pai de Anne deserdou-a. Bonny levou então a esposa para as Bahamas, onde ele se tornou informante do governador Woodes Rogers. Anne repugnava a covardia do marido e depressa se envolveu com Jack Morim Rackham, um pirata de algum renome. À época, o governador Rogers havia oferecido anistia a todos os piratas.

A admiração entre a Anne e Morim era mútua. Morim era um homem bonito, que gostava de gastar bem o espólio de guerra. Anne era uma moça bem dotada, com um espírito aventureiro e temperamento que se parecia com o de qualquer homem, isto de acordo com as convenções da época.

Jack Morim ofereceu um valor para comprar Anne ao seu marido James Bonny, mas Bonny levou o assunto ao Governador Rogers, que determinou que Anne seria açoitada e teria que voltar ao marido. Assim, uma noite, Jack Morim e Anne passaram despercebidos no porto, roubaram uma embarcação e começaram uma vida de pirataria juntos.

Anne lutou vestindo-se como homem. Era exímia no uso da pistola e da espada, e considerada tão perigosa quanto qualquer pirata masculino.

Em Outubro de 1720, em retribuição ao seu informante, o governador da Jamaica, ouvindo falar na presença de Jack Morim enviou uma embarcação armada para intervir e capturá-lo. O navio "Revange" do capitão Jack Morim, foi capturado de surpresa e para o desânimo de Anne, os piratas lutaram como covardes e perderam a batalha facilmente.

Anne Bonny e Mary Read também foram capturadas mas confessaram o próprio gênero, se declarando culpadas, mas grávidas. Seriam enforcadas depois que dessem à luz. Mary Read escapou do carrasco ao morrer de febre na prisão.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.