Bandeira da Estónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira da Estônia
Bandeira da Estônia
Aplicação
FIAV 110100.svgFIAV normal.svg
Proporção 7:11
Adoção 7 de Agosto de 1990
Cores
  Azul celeste
  Branco
  Preto

A bandeira nacional da Estónia contém três listras horizontais iguais de azul (no topo), preto e branco.

O tamanho normal é de 105 × 165 cm.

Surgiu pela primeira vez aos olhos do público como a bandeira da Associação de Estudantes da Universidade Estoniana na Universidade de Tartu (em estoniano Tartu Ülikool, fundada em 1632), consagrada no salão do pastoriato de Otepää a 4 de Junho de 1884. Mais tarde ficou associada ao nacionalismo estoniano e foi usada como bandeira nacional quando a Estónia se tornou independente a 24 de Fevereiro de 1918. Foi formalmente adoptada a 21 de Novembro de 1918.

A invasão do país pela União Soviética em Junho de 1940 levou ao banimento da bandeira. Foi removida da torre de Pikk Hermann a 21 de Junho de 1940, numa altura em que a Estónia ainda era formalmente independente. A 22 de Junho, foi hasteada em conjunto com a bandeira vermelha e aí ficou até desaparecer a 27 de Julho.

Durante a ocupação alemã de 19411944, a bandeira foi aceite como a bandeira étnica dos estonianos mas não como a bandeira nacional. Quando os alemães se retiraram em Setembro de 1944, a bandeira da Estónia voltou a ser hasteada. A 22 de Setembro, a bandeira vermelha foi-lhe simplesmente adicionada, mas pouco tempo depois a bandeira azul-negra-branca desapareceu.

A bandeira permaneceu escondida até chegar a perestroika no fim dos anos 80 quando, a 24 de Fevereiro de 1989, a bandeira foi de novo hasteada na torre Pikk Hermann em Tallinn. Foi readotada como bandeira nacional a 7 de Agosto de 1990, pouco depois de a Estónia ter readquirido a plena independência.

A interpretação inicial das cores era a seguinte:

  • O azul simboliza o céu, os lagos e o mar da Estónia e simboliza a lealdade às ideias nacionalistas.
  • O negro é a cor da terra do país e do manto nacional;
  • O branco é a esperança do povo na felicidade e na luz.

Outras Bandeiras[editar | editar código-fonte]

Bandeiras Históricas[editar | editar código-fonte]