Batalha de Pavón

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Pavón
Guerras Civis Argentinas
Batalla de Pavon.jpg
Mitre montado em um cavalo branco, em meio as chamas de Pavón.
Data 17 de Setembro de 1861
Local Pavón, Argentina
Desfecho Decisiva vitória dos Unitários. União das províncias do Prata. Criação da República Argentina
Combatentes
Argentina Buenos Aires Flag of the Argentine Confederation.svg Confederação Argentina
Comandantes
Argentina Bartolomé Mitre Flag of the Argentine Confederation.svg Justo José de Urquiza
Forças
~16 000 ~18 000

A Batalha de Pavón foi uma batalha essencial da Guerra Civil Argentina que aconteceu em Pavón, na província de Santa Fé, Argentina, em 17 de setembro de 1861, entre o exército de Buenos Aires, comandados por Bartolomé Mitre e o Exército Nacional, comandado por Justo José de Urquiza.

A sua consequência foi o fim da Confederação Argentina e a incorporação da província de Buenos Aires como um membro dominante do país. Resultando na Unificação definitiva da Argentina sendo um estado único, pondo um fim nos conflitos internos.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ruiz Moreno, Isidoro J.. El misterio de Pavón. [S.l.: s.n.].
  • Pérez Amuchástegui, A. J.. Crónica Argentina. Buenos Aires: [s.n.], 1972.
  • Luna, Félix. Grandes Protagonistas de la Historia Argentina. Buenos Aires: [s.n.], 1999.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]