Benjamim (acessório elétrico)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Exemplo "T" Tê com três entradas conectadas.
Multiplicador de tomadas alemão/neerlandês com proteção contra sobretensão

Mais conhecido como "T" Tê/extensão (português brasileiro) ou multiplicador de tomadas (português europeu) é um acessório elétrico utilizado para conectar diversos aparelhos elétricos em uma mesma tomada. Uma ficha tripla (português europeu) é um T específico, é um adaptador de três saídas utilizado para compartilhar uma única saída de uma tomada elétrica em outras três —daí tripla— saídas.

Em alguns casos, o uso do T não é recomendado pois pode sobrecarregar a rede elétrica e acarretar acidentes ou defeitos aos equipamentos conectados. É possível fazer uma ligação em série com vários T's, mas as chances de ocorrer algo desagradável são ainda maiores. Nunca se deve ultrapassar a capacidade da tomada elétrica que fornece alimentação ao benjamim.

Por segurança, a soma das correntes consumidas pelos aparelhos ligados ao T não deve ultrapassar o limite de corrente estipulado para este ou para a tomada, o que for menor. Para uma tomada residencial comum, no Brasil, este limite pode ser de 10 ou de 20 Amperess, de acordo com o modelo de tomada utilizado. Entretanto, no caso das tomadas para 20 Amperess, é necessário que o benjamin seja também para 20 Amperess. Podem ser utilizados benjamins para 10 Amperess em tomadas para 20 Amperess, entretanto a capacidade de carga ficará limitada a capacidade do benjamin. O contrário não é possivel, pois a espessura dos pinos não permite o encaixe por razões de segurança. É necessário algum conhecimento elétrico para se conhecer a intensidade de corrente em Ampères dos eletrodomésticos. Outro ponto, se refere a qualidade do produto e sua manutenção. Deve-se utilizar um T com qualidade previamente assegurada, fabricado por firmas elétricas renomadas e que esteja em bom estado de conservação. Periodicamente, é importante limpar os contatos, verificando a sua fixação. A umidade e a sujeira contribuem para a degradação de componentes elétricos. Medidas corretivas também devem ser aplicadas, se for notado algum aquecimento anormal no sistema.

Caso se ultrapasse o limite assegurado pelo fabricante (da tomada ou do T), há risco elevado de incêndio. Problemas de mal funcionamento podem acontecer se se ligar ao T um aparelho gerador de interferência com outro sensível a estas interferências, como por exemplo uma furadeira elétrica e uma televisão.

Entretanto, respeitados os limites, o T é uma ótima alternativa para quem deseja ligar aparelhos que consomem pouca energia elétrica. Como um abajur, um ventilador e um telefone (artigos comumente encontrados em um dormitório) no mesmo T.

Muitos códigos elétricos consideram marginal o uso de benjamins e por isso NÃO especificam utilidade para esta solução de distribuição elétrica, propondo outras possibilidades. Genericamente, toda instalação elétrica deve ser periodicamente vistoriada com rigor, avaliando-se danos causados por quebras, rachaduras, perda de contato, umidade e sujeira. Reposições necessárias NÃO devem ser adiadas!

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

As experiências sobre eletricidade feitas por Benjamin Franklin são sempre lembradas por contextos lúdicos, sendo sua experiência mais conhecida sendo sobre pára-raios onde ele usa itens simples para apresentar uma nova ideia. O nome foi adotado como uma homenagem informal ao grande inventor.

T integrado a outros aparelhos[editar | editar código-fonte]

Ficha de um Pisca-Pisca natalino contendo um T de uma via integrado

Existem diversos aparelhos que contém benjamins integrados. Por exemplo o pisca-pisca de natal, a fonte de alimentação para computador, televisores, decodificador de televisão a cabo, aparelhos de DVD, entre outros.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]