Bom Jesus (Piauí)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Bom Jesus
"Capital Piauiense do Agronegócio"
Bandeira de Bom Jesus
Brasão de Bom Jesus
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 1920
Gentílico bonjesuense
Prefeito(a) Marcos Elvas (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Bom Jesus
Localização de Bom Jesus no Piauí
Bom Jesus está localizado em: Brasil
Bom Jesus
Localização de Bom Jesus no Brasil
09° 04' 26" S 44° 21' 32" O09° 04' 26" S 44° 21' 32" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Sudoeste Piauiense IBGE/2008 [1]
Microrregião Alto Médio Gurguéia IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Currais, Santa Luz (N) Monte Alegre do Piauí, Redenção do Gurguéia, Morro Cabeça no Tempo (S) Guaribas (L) Baixa Grande do Ribeiro, Gilbués (O)
Distância até a capital 635 km
Características geográficas
Área 5 469,156 km² [2]
População 23 826 hab. IBGE/2013[3]
Densidade 4,36 hab./km²
Altitude 277 m
Clima semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,714 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 162 642,204 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 8 091,65 IBGE/2008[5]
Página oficial

Bom Jesus é um município brasileiro do estado do Piauí. Localiza-se a uma latitude 09º04'28" sul e a uma longitude 44º21'31" oeste, estando a uma altitude de 277 metros. Conforme o Censo IBGE 2013 sua população é de 23.826 habitantes. Possui uma área de 5.469 km². Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a temperatura mínima registrada em Bom Jesus foi de 11,9ºC, ocorrida no dia 14 de junho de 1971.[6] Já a máxima foi de 44,7ºC, observada dia 21 de novembro de 2005,[6] sendo que esta é a maior temperatura já registrada no Brasil.[7] [8] O maior acumulado de chuva registrado na cidade em 24 horas foi de 135,4 mm, em 1º de outubro de 1976.[6]

Localização[editar | editar código-fonte]

Noroeste: Baixa Grande do Ribeiro e Currais Norte: Currais e Santa Luz Nordeste: Santa Luz~e Guaribas
Oeste: Baixa Grande do Ribeiro e Gilbués Reinel compass rose.svg Leste: Guaribas, Pilão Arcado/BA e Morro Cabeça no Tempo
Sudoeste: Gilbués e Monte Alegre do Piauí Sul: Redenção do Gurgueia Sudeste: Redenção do Gurgueia e Morro Cabeça no Tempo


História[editar | editar código-fonte]

No inicio do século XIX (1801), chegou e fixou residência o Senhor Nicolau Barreiros, devoto do Senhor Bom Jesus da Boa Sentença. Com sua visão profética, ergueu para adoração do Santo uma Capela de Palha às Margens do Riacho Grotão, um pouco afastado da confluência com o Rio Gurgueia por ser uma área de topografia alta, portanto isenta das Inundação do Rio Gurguéia. A este local denominou de Buritizinho, motivado pela existência de um tipo de palmeira chamada buriti próximo ao local escolhido para construção da capela (hoje local onde se encontra construída a Igreja Matriz). Em seguida iniciou a celebrar Novena em homenagem a Bom Jesus da Boa Sentença, imediatamente os festejos atingiu grande quantidade de Romeiro, com isso havendo um grande desenvolvimento comercial e consequentemente a fixação de famílias no entorno da capela. Antes de falecer, Nicolau fez doação de uma posse de terra para formação do patrimônio.

Com a rápida ascensão de destaque do aglomerado de residências ao redor da capela, já no ano de 1804 foi criado um comando militar para manutenção da ordem pública. Portanto, da iniciativa e visão deste profético senhor, nasceu a cidade de Bom Jesus, que recebeu este nome em homenagem ao senhor Bom Jesus da Boa Sentença, que hoje representa um eixo em torno do qual gira a economia agrícola de todo sudoeste piauiense. Dizem os historiadores que Nicolau Barreiros (ou Barrente) era de família humilde, até mesmo descendente direto de Escravo africanos – fato que sem dúvida demonstra a dignidade desse digno fundador de Bom Jesus.

No final do século XX, no ano de 1996 tem início o desbravamento do cerrado da Serra do Quilombo para produção de soja. Já no ano de 1998 o prefeito Adelmar Benvindo realiza a 1ª festa do arroz na Serra do Quilombo com o objetivo de divulgar a produção e atrair investidores para a região. O plano deu certo, conseguindo energia elétrica (60 km), construção da ladeira de acesso à serra e isenção do ITBI para os produtores que viesse a se estabelecer como proprietários. Em 2005, a Serra do Quilombo tornou-se o maior centro de produção de soja do sudoeste piauiense, contribuindo fundamentalmente para o desenvolvimento do município nos setores de comércio, indústria e serviços.

Agronegócio[editar | editar código-fonte]

Localizada na região dos cerrados piauienses, a cidade de Bom Jesus tem passado por um período de rápido crescimento populacional e econômico em função da expansão na área agrícola. Na década de 1990, produtores de grãos, principalmente de soja do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Uruguai e Paraguai começaram a chegar e a cultivar soja nos cerrados do Piauí, principalmente em Bom Jesus e Uruçuí. Hoje, aproximadamente 430 mil hectares são cultivados com soja, arroz e algodão nessa região, considerada a última fronteira agrícola do Brasil.

Localizada na região do Vale do Rio Gurgueia, a cidade é muito rica em água subterrânea. Os poços jorrantes (a água sai sem precisar de bombeamento) são abundantes. A precipitação pluviométrica média é de 900 a 1200 milímetros por ano. Entretanto, localizada a 635 km da capital Teresina, Bom Jesus apresenta alguns problemas naturais de cidades pequenas que, de repente, passam por um processo de crescimento acelerado.

Atualmente conta com duas universidades públicas (a Universidade Estadual do Piauí - [[Universidade Estadual do Piauí|UESPI]O Campus Dom José Vásquez Diaz (UESPI) conta com cursos de graduação como Licenciatura Plena em Pedagogia e Bacharelado em Direito, entre outros. ] e a Universidade Federal do Piauí - UFPI) e duas particulares. O Campus Professora Cinobelina Elvas da UFPI oferece cinco cursos de graduação e três mestrados: Licenciatura em Biologia, Zootecnia, Engenharia Agronômica, Engenharia Florestal, Medicina Veterinária e os Mestrados em Solos e Nutrição de Plantas, Fitotecnia e Zootecnia. As instalações do Campus estão quase concluídas e a procura pelos cursos na região é alta.

Filhos Ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2013. Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de agosto de 2013). Página visitada em 23 de setembro de 2013.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. a b c Sistema de Monitoramento Agrometeorológico (Agritempo). Dados Meteorológicos - Piauí. Página visitada em 17 de novembro de 2011.
  7. Terra (26 de novembro de 2005). Piauí tem a temperatura mais alta em 96 anos. Página visitada em 17 de novembro de 2011.
  8. Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Informações sobre o tempo. Arquivado do original em 13 de outubro de 2011. Página visitada em 17 de novembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Bom Jesus (Piauí)
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.