Universidade Estadual do Piauí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UESPI
Universidade Estadual do Piauí
Logo UESPI Piauí.jpg
Total de estudantes 28428
Reitor(a) Nouga Cardoso Batista
Vice-reitor(a) Barbara Melo
Estado Piauí
Afiliações CRUB, RENEX[1] e ABRUEM
Página oficial Site oficial da Universidade Estadual do Piauí
Instituições de ensino superior do Brasil Brasil

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) é uma instituição de ensino superior pública estadual, com sede na cidade de Teresina, capital do estado do Piauí, mantida pela Fundação Universidade Estadual do Piauí (FUESPI).

História[editar | editar código-fonte]

Ficheiro:Cartaz da UESPI em 1999.jpg
Cartaz da UESPI em 1999.

Surgida a partir da criação, em 1984 da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Educação do Estado do Piauí – FADEP, Pela Lei Estadual nº 3.967. No início da década de 1990 a personalidade jurídica evolui para Universidade Estadual do Piauí - UESPI. Em fins da década de 1990 expande sua atuação nas maiores cidades do Piauí, além da Bahia, Pernambuco e Maranhão[2] .

Reitores(as)[editar | editar código-fonte]

  • Padre Getúlio de Alencar
  • Ivelino Prado
  • Almir Bittencourt[3]
  • Profº. Dr. Jônathas de Barros Nunes
  • Profª. Socorro Cavalcante
  • Profª. Ms. Valéria Madeira Martins Ribeiro(eleita)
  • Profº. Ms. Carlos Alberto da Silva Pereira(eleito)
  • Profº. Nouga Cardoso Batista - 2014-atual- (eleito)

Campi[editar | editar código-fonte]

Campus Poeta Torquato Neto[editar | editar código-fonte]

É o campus sede da Universidade, onde funciona o Palácio Pirajá que abriga a Administração Superior (Reitoria, Pró-Reitores, Departamentos e Diretorias).

Funcionam no Campus os cursos de:

  • Ciências Contábeis
  • Segurança Pública
  • Administração de Empresas
  • Ciências da Computação
  • Biblioteconomia
  • Direito
  • Comunicação Social – Hab. em Jornalismo e Relações Públicas
  • Engenharia Civil
  • Engenharia Elétrica
  • Licenciatura Plena em Computação
  • Ciências Biológicas
  • Educação Física
  • Licenciatura em Física
  • Química
  • Matemática
  • Letras/Português
  • Letras/Inglês
  • Letras/Espanhol
  • Pedagogia
  • Turismo
  • Geografia
  • História
  • Medicina

Campus Clóvis Moura[editar | editar código-fonte]

Criado em 2001, por meio do Decreto N° 10.690, de 13 de Novembro, o Campus inicialmente recebeu o nome de Campus do Dirceu. Em 2005 a Lei Ordinária Nº 5.451, de 24/05/2005[4] , alterou sua denominação para Clóvis Moura(escritor natural da cidade de Amarante).

No Campus, funcionam os cursos de:

  • Geografia
  • História
  • Letras/Português
  • Pedagogia
  • Direito
  • Administração de Empresas
  • Ciências Contábeis
  • Licenciatura Plena em Matemática
  • Administração

Campus Alexandre Alves (Parnaíba)[editar | editar código-fonte]

Criado em 1991, o campus da cidade de Parnaíba é um dos maiores da Instituição e, em 2005, recebeu a denominação de professor Alexandre Alves.

No Campus são ofertados os cursos de:

Campus Drª Josefina Demes (Floriano)[editar | editar código-fonte]

Criado em 1991, o Campus Drª Josefina Demes, localizado na cidade de Floriano (a 240 quilômetros de Teresina), é o segundo maior da Universidade em número de alunos.

Em Floriano funcionam os cursos de:

  • Geografia
  • História
  • Enfermagem
  • Direito
  • Ciências Biológicas
  • Pedagogia
  • Letras/Português
  • Ciências Contábeis
  • Computação
  • Educação Física
  • Administração de Empresas

Drª Josefina Demes foi uma das imigrante árabes de Floriano, sendo a primeira mulher com um título de graduação na região. Era farmacêutica-bioquímica e os florianenses reivindicam para ela a invenção da aguardente alemã, também conhecida como tintura de jalapa.

Picos[editar | editar código-fonte]

O Campus de Picos também criado em 1991, fica localizado na cidade de Picos (330 quilômetros de Teresina). O primeiro curso implantado foi o de Ciências Contábeis. Em 1997 acontece a aula inaugural dos cursos de Ciências Biológicas e Direito, e a partir do ano 2000 os outros cursos foram sendo implantados.

Atualmente, o Campus oferece à comunidade os cursos de:

  • Administração de Empresas
  • Agronomia
  • Direito
  • Educação Física
  • Pedagogia
  • Ciências Contábeis
  • Letras/Português
  • Ciências Biológicas
  • Lic. Plena em Computação
  • Comunicação Social – HAB em Relações Públicas e Jornalismo
  • Enfermagem
  • Letras/Espanhol (EaD)
  • Administração Pública (EaD)

Corrente[editar | editar código-fonte]

O Campus de Corrente, está localizado na cidade com o mesmo nome e funciona desde 1993.

Corrente fica a pouco mais de 800 quilômetros de Teresina e lá são ofertados os cursos de:

Bom Jesus[editar | editar código-fonte]

O Campus Universitário da Cidade de Bom Jesus foi instituído em 2000. Lá, são oferecidos os cursos de:

  • Direito
  • Licenciatura Plena em Letras/Português

Campus Heróis do Jenipapo (Campo Maior)[editar | editar código-fonte]

O Campus de Campo Maior (82 quilômetros de Teresina) foi criado em 1993; em 11 de dezembro de 2003 a Lei Estadual nº 5.358[5] , conferiu a denominação de "Campus Heróis do Jenipapo". São oferecidos pela Universidade em Campo Maior os cursos de:

Campus Professor Wilson Brandão (Valença)[editar | editar código-fonte]

O Campus Universitário da Cidade de Valença do Piauí, foi criado em 2000, oferece à comunidade os cursos de Licenciatura Plena em Matemática e Pedagogia.

Banco artesanal de pedra no campus de Campo Maior.

Piripiri[editar | editar código-fonte]

O Campus Universitário da Cidade de Piripiri (160 quilômetros ao Norte de Teresina). Pela Lei Estadual Nº 5.500, de 11 de outubro de 2005[6] , passou a denominação personativa de Campus Prof. Antonio Geovanne Alves de Sousa. Conta com os cursos de:

  • Pedagogia
  • Direito
  • Bacharelado em Ciência da Computação
  • Licenciatura Plena em Letras/Inglês
  • Licenciatura Plena em Letras/Português
  • Licenciatura Plena em Química
  • Licenciatura Plena em Física

Curimatá[editar | editar código-fonte]

O Campus Universitário de Curimatá foi instituído em 2000. O Campus conta com o curso de graduação plena em Pedagogia.

Campus Possidônio Queiroz (Oeiras)[editar | editar código-fonte]

O Campus Possidônio Queiroz, da cidade de Oeiras, foi criado em 24 de janeiro de 2000. Em Oeiras são ofertados os cursos de:

  • Licenciatura Plena em História
  • Pedagogia
  • Computação
  • Licenciatura Letras/Português

Paulistana[editar | editar código-fonte]

O Campus Universitário da cidade de Paulistana (a cerca de 450 quilômetros ao Sul de Teresina). Em Paulistana são oferecidas as graduações em:

  • Matemática
  • Pedagogia.

Campus Professora Nair Bezerra Pereira Alves (Fronteiras)[editar | editar código-fonte]

Criado em 2001, o Campus Universitário de Fronteiras oferece os cursos de:

  • Administração de Empresas
  • Letras/Português
  • Pedagogia

Barras[editar | editar código-fonte]

O Campus Universitário da cidade de Barras, criado em 2001, oferece à comunidade os cursos de:

  • Pedagogia
  • Geografia
  • Ciências Contábeis

Luzilândia[editar | editar código-fonte]

O Campus Universitário da Cidade de Luzilândia foi instituído em 1999 e oferece as graduações de:

  • Computação
  • Pedagogia
  • Letras/Português

Uruçuí[editar | editar código-fonte]

O Campus Universitário da Cidade de Uruçuí oferece à comunidade os cursos de:

  • Agronomia
  • Administração de Empresas
  • Pedagogia

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. Revista Terra Querida. órgão de publicidade do governo do estado do Piauí. Edição 08, novembro de 2009.
  3. Estes 3 primeiros reitores são elencados na página 57 de BASTOS, Cláudio de Albuquerque. Dicionário histórico e geográfico do estado do Piauí. Teresina, FCMC/PMT, 1994
  4. Publicada na edição Nº 98 do Diário Oficial do Estado do Piauí, de 27/05/2005 [2]
  5. Publicada no Diário Oficial do Estado do Piauí [3]edição N° 238, de 12-12-2003
  6. Diário Oficial do Estado do Piauí, edição numero 195, de 14 de outubro de 2005[4].