Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UFCSPA
Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
Lema Sanitatis Scientiae
Fundação 8 de dezembro de 1953[1]
Tipo de instituição Fundação Pública Federal
Orçamento anual R$ 80.382.198,00 (2011)
Docentes 195
Total de estudantes 1778 [2]
Graduação 1287
Pós-graduação 491
Reitor(a) Miriam da Costa Oliveira
Vice-reitor(a) Cláudio Augusto Marroni
Estado Rio Grande do Sul
Afiliações RENEX[3] , Andifes[4] , CRUB.
Página oficial www.ufcspa.edu.br
Fffcmpa.jpg
Instituições de ensino superior do Brasil Brasil

A Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) é uma instituição federal brasileira de ensino superior especializada nas áreas das ciências da saúde. Está localizada em Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Seu nome anterior, Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre (FFFCMPA), foi alterado em 2008 com a transformação da faculdade em universidade.

A UFCSPA possui dez cursos de graduação, sendo oito de bacharelado (biomedicina, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, nutrição e psicologia) e dois de tecnologia (gastronomia e toxicologia analítica). O ingresso nos cursos de graduação da universidade ocorre anualmente através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), com seleção realizada a partir da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio.

A UFCSPA conta com 4 programas de pós-graduação stricto sensu, 13 programas de pós-graduação lato sensu (especialização) e 40 programas de residência médica.[2]

Além de convênios com alguns centros de saúde, a universidade conta com os sete hospitais do complexo hospitalar da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre como hospitais de ensino.

História[editar | editar código-fonte]

A construção do hospital universitário da UFRGS e a grande demanda por médicos no Estado na década de 1950 determinaram a fundação da então Faculdade Católica de Medicina (FCM)[1] . Com a construção do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, a Santa Casa temia que uma parcela significativa de seu corpo clínico, formado em grande parte por médicos-professores e alunos da UFRGS, deixassem o complexo hospitalar. Surgiu então a idéia de criar uma nova faculdade de medicina: isto reduziria o déficit no corpo clínico da instituição, uma vez que médicos-professores e alunos da nova FCM utilizariam a Santa Casa como hospital de ensino; e reduziria o déficit de médicos no Estado, que, na época, contava com apenas uma escola de medicina (a Faculdade de Medicina da UFRGS).

No dia 7 de dezembro de 1953, em sessão ordinária da Mesa Administrativa da Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, o professor Rui Cirne Lima, provedor da entidade, propôs a criação da Faculdade Católica de Medicina (FCM). A proposta foi encaminhada ao Arcebispo Metropolitano de Porto Alegre, Dom Vicente Scherer, que acatou a proposta e decretou, no dia seguinte, a criação da faculdade.

A pedra fundamental foi lançada no dia 23 de junho de 1957. Iniciou-se então a construção do atual prédio central. Quatro anos depois a faculdade foi autorizada a funcionar pelo Decreto 50.165/61. A aula inaugural foi ministrada em 22 de março de 1961. Obteve o reconhecimento como instituição de ensino pelo Decreto 54.234/64.

A primeira turma de médicos formou-se em 1966, antes mesmo da finalização das obras do prédio central, que só ocorreu no ano seguinte. O programa de residência médica iniciou antes da primeira formatura, em 1964. Em 1968 foi implementado o primeiro programa de pós-graduação lato sensu.

Por ser importante para o Estado e em razão de dificuldades financeiras, a faculdade foi federalizada, através da Lei 6.891/80. Passou então a denominar-se Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre (FFFCMPA). Sete anos depois adquiriu a personalidade jurídica de fundação pública com o advento da Lei 7.596/87 (até então possuía personalidade jurídica de fundação privada).

Em 1988 iniciou o primeiro programa de pós-graduação stricto sensu, em nível de mestrado. No ano seguinte iniciou-se o programa de doutorado.

Até o ano de 2003 a instituição ofereceu, na graduação, apenas o curso de medicina. Em 2004 a faculdade inicia seu projeto de expansão e passa a oferecer novos cursos de graduação: nutrição (2004), biomedicina (2004), fonoaudiologia (2007), psicologia (2008), enfermagem (2009), fisioterapia (2009) e farmácia (2010). O projeto de expansão também incluiu modernização da estrutura atual e ampliação do espaço físico, com a construção do 6º andar no prédio principal e do Anexo II, um prédio de 6 andares com diversos laboratórios e salas de aula.

Durante a fase de expansão, em 2008, a FFFCMPA foi transformada em universidade especializada na área de ciências da saúde, através da Lei Federal n. 11.641/08, passando a ter a atual denominação, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA).

Ensino[editar | editar código-fonte]

Cursos de graduação[editar | editar código-fonte]

Cursos de graduação da UFCSPA[5]
Curso Modalidade Vagas Duração Turno Carga horária
Biomedicina Bacharelado
40
4 anos
Integral
5.626 horas
Enfermagem Bacharelado
40
4 anos
Integral
4.695 horas
Farmácia Bacharelado
40
11 semestres
Noturno
5.080 horas
Fisioterapia Bacharelado
40
5 anos
Integral
4.865 horas
Fonoaudiologia Bacharelado
40
4 anos
Integral
4.080 horas
Gastronomia Tecnológico
20
5 semestres
Noturno
2.430 horas
Medicina Bacharelado
88
6 anos
Integral
9.353 horas
Nutrição Bacharelado
40
4 anos
Integral
4.400 horas
Psicologia Bacharelado
40
5 anos
Noturno
4.065 horas
Toxicologia analítica Tecnológico
20
5 semestres
Noturno
2.390 horas
Notas de corte
no SISU 2010
Curso Nota
de corte
Biomedicina 773,08
Enfermagem 727,16
Farmácia 740,66
Fisioterapia 737,02
Fonoaudiologia 711,38
Medicina 818,14
Nutrição 727,38
Psicologia 752,56

Atualmente a universidade conta com dez cursos de graduação: biomedicina, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, gastronomia, medicina, nutrição, psicologia e toxicologia analítica.

Os cursos de graduação da UFCSPA receberam as melhores notas no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). O curso de medicina obteve a 2ª melhor nota do país. O curso de nutrição obteve nota máxima e o curso de biomedicina obteve nota 4 (a nota máxima é 5). Os demais cursos ainda não obtiveram conceito final no Enade por serem bastante recentes.

Todos os cursos estão de acordo com as diretrizes curriculares do Ministério da Educação. As disciplinas são ministradas por professores com alta titulação acadêmica (em sua maioria, mestrado e doutorado), e compõem-se de aulas teóricas, práticas e teórico-práticas. As aulas práticas e teórico-práticas são ministradas nos laboratórios da universidade ou nos hospitais do Complexo Hospitalar da Santa Casa de Porto Alegre, visando aproximar e preparar os alunos tanto para a prática profissional quanto para a atividade de pesquisa e produção científica.

Para obtenção do diploma de graduação os alunos devem integralizar todas as disciplinas de seu currículo, ter seu trabalho de conclusão aprovado (exceto medicina), cumprir estágio curricular obrigatório ou internato e participar de atividades complementares (em um número mínimo de horas que varia para cada curso, conforme diretrizes do MEC).

Todos os cursos de graduação da UFCSPA possuem seriação anual, exceto os cursos de farmácia, gastronomia e toxicologia analítica, com seriação semestral.

O ingresso nos cursos de graduação da universidade ocorre anualmente através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), com seleção realizada a partir da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio.

Cursos de pós-graduação[editar | editar código-fonte]

A pós-graduação da UFCSPA prepara recursos humanos para a pesquisa, a docência e o exercício profissional. Engloba programas stricto sensu (mestrado e doutorado), lato sensu (especialização) e de residência médica.

Os cursos stricto sensu oferecidos têm como objetivo formar profissionais qualificados com vistas ao ensino, à pesquisa e à atuação em campos requisitados na área da saúde. Os cursos estão inseridos no programa REUNI e são reconhecidos pela CAPES - o que viabiliza a oferta de bolsas aos acadêmicos.

A pós-graduação lato sensu é direcionada ao treinamento profissional ou científico, e confere ao pós-graduado o título de especialista.

Cursos de especialização[editar | editar código-fonte]

As inscrições para os cursos de especialização na UFCSPA ocorrem nos meses de novembro a dezembro de cada ano. A duração dos cursos varia de 2 a 6 semestres, com carga horária de 600 a 7.200 horas/aula. Em 2010 havia 100 alunos matriculados em cursos de especialização. Os 13 cursos oferecidos pela UFCSPA são:

Mestrado e doutorado[editar | editar código-fonte]

A UFCSPA conta com os seguintes programas de mestrado e doutorado:

A pós-graduação stricto sensu iniciou suas atividades no ano de 1988, com o programa de mestrado em patologia. No ano seguinte iniciou-se o programa de doutorado, também na área de patologia. O programa de pós-graduação em hepatologia iniciou suas atividades em 1993 e o de ciências da saúde em 2002.

As inscrições para os programas de mestrado e doutorado ocorrem anualmente no mês de novembro. Em 2010 havia 143 alunos matriculados em programas de mestrado e 43 em programas de doutorado.

Residência médica[editar | editar código-fonte]

Programas de residência médica
de acesso direto[6]
Curso Vagas Duração
Anestesiologia
4
3 anos
Cirurgia Geral
6
2 anos
Clínica Médica
12
2 anos
Dermatologia
4
3 anos
Genética Médica
1
3 anos
Ginecologia e Obstetrícia
6
3 anos
Infectologia
2
3 anos
Neurologia
3
3 anos
Oftalmologia
2
3 anos
Ortopedia e Traumatologia
3
3 anos
Otorrinolaringologia
2
3 anos
Patologia
3
3 anos
Pediatria
9
2 anos
Psiquiatria
5
3 anos
Radioterapia
1
3 anos
Programas de residência médica
com pré-requisito em clínica médica
Curso Vagas Duração
Clínica Médica - R3
3
1 ano
Endocrinologia
2
2 anos
Gastroenterologia
2
2 anos
Nefrologia
2
2 anos
Pneumologia
3
2 anos

Os programas de residência médica são integrados com a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre e, na especialidade de Psiquiatria, com o Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas. Em 2010, 205 médicos-residentes[7] integravam o corpo discente da instituição.

O acesso aos programas de residência médica se dá anualmente, através de processo seletivo público que utiliza a nota do Exame AMRIGS. Em 2008 foram oferecidas 92 vagas[7] .

Programas de residência médica
com pré-requisito em cirurgia geral
Curso Vagas Duração
Cirurgia de Cabeça e Pescoço
1
2 anos
Cirurgia do aparelho digestivo
2
2 anos
Cirurgia geral - Videolaparoscopia
2
1 ano
Cirurgia Pediátrica
1
3 anos
Cirurgia Plástica
2
3 anos
Cirurgia Vascular
2
2 anos
Coloproctologia
1
2 anos
Urologia
2
3 anos

Pesquisa[editar | editar código-fonte]

A pesquisa na UFCSPA é desenvolvida visando maximizar a utilização da competência docente instalada. Com ênfase em projetos de longo prazo, a instituição propõe o aproveitamento das atividades na formação de recursos humanos nos programas de pós-graduação stricto sensu.

Atualmente, há 30 grupos de pesquisa interdisciplinares na universidade, sendo todos cadastrados junto a Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O incentivo à atividade de pesquisa se faz presente também nos cursos de graduação. Nos programas de iniciação científica, além das bolsas fornecidas pelos órgãos de fomento, há 15 bolsas ofertadas com recursos próprios da instituição.

A produção científica docente é significativa. Segundo dados do Catálogo de Produção Científica 2009[8] , a produção científica da UFCSPA totalizou, em 2008:

  • 170 artigos completos em periódicos nacionais e internacionais indexados
  • 65 artigos completos em periódicos nacionais não-indexados
  • 417 resumos de trabalhos científicos em eventos nacionais
  • 55 resumos de trabalhos científicos em eventos internacionais
  • 45 capítulos de livros
  • 8 livros editados
  • 26 dissertações e teses
  • 212 projetos

Extensão[editar | editar código-fonte]

As atividades de extensão da universidade envolvem palestras, cursos, eventos, consultorias e prestações de serviços para a comunidade. Algumas destas atividades são o SISP (Sistema de Informações sobre Substâncias Psicoativas), o Viva Voz, as ligas universitárias e as Feiras da Saúde, que ocorrem mensalmente em escolas públicas de Porto Alegre.

Corpo docente[editar | editar código-fonte]

Em 2008 o corpo docente contava com 195 professores. Destes[7] :

  • 59,5% (116) possuem título de doutor ou superior;
  • 26,7% (52) possuem título de mestre;
  • 69,1% (136) trabalham 40 horas semanais;
  • 23,1% (45) dedicam-se exclusivamente a universidade;
  • 57,4% (112) trabalham há mais de 10 anos na instituição;
  • 82% (160) desenvolvem ou participam de atividades de pesquisa.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

A UFCSPA conta com seu prédio principal de 6 andares, com um prédio de 10 andares, chamado de Anexo II, e com o Centro de Pesquisa e Pós-graduação Prof. Heitor Cirne Lima. O Anexo II foi inaugurado no final do ano de 2009, entretanto continua em construção.

Nas suas instalações, além de diversos laboratórios e salas de aula, a universidade dispõe da Biblioteca Paulo Lacerda de Azevedo (com acesso a internet banda larga e com terminais para estudos individuais e em grupo), dois anfiteatros, um salão de atos, uma sala de videoconferência, um espaço de artes, uma cafeteria e uma capela ecumênica. O Anexo II abrigará uma cozinha experimental destinada ao curso de nutrição e um restaurante panorâmico terceirizado. Há vagas de estacionamento para os funcionários, professores e alunos.

A universidade é desprovida de restaurante universitário e moradia estudantil, mas oferece bolsa-alimentação e bolsa-permanência para alunos comprovadamente carentes.[9]

A universidade possui uma área de terreno real e urbanizada de 9.456,84 m², sendo que a parte construída é de 13.121,09 m².

Hospitais de ensino e convênios[editar | editar código-fonte]

Dois dos sete hospitais do complexo hospitalar da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, hospitais de ensino da UFCSPA.

A universidade conta com os sete hospitais do complexo hospitalar da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre como hospitais de ensino. Em funcionamento desde 1826, a Santa Casa de Misericórdia é um complexo hospitalar com sete hospitais, cada um com diferentes especialidades, que ao todo somam 1.042 leitos hospitalares, 231 consultórios e 6.322 funcionários. Além de localizar-se ao lado da universidade, o complexo hospitalar possui estrita relação com a mesma, dado que a Faculdade Católica de Medicina (antigo nome da UFCSPA) foi criada para formar os médicos que iriam atuar em suas dependências.

Os sete hospitais que compõe o complexo hospitalar são:

  • Hospital Dom Vicente Scherer: além de um Centro Clínico, possui o primeiro Centro de Transplantes de todos os tipos de órgãos e tecidos da América Latina.

Convênios[editar | editar código-fonte]

  • Instituto de Cardiologia (ICFUC) - Recebe alunos do curso de medicina, na área de cardiologia. Lá são ministrados a disciplina de cardiologia do curso de medicina e o internato em cardiologia.
  • Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV) - Recebe alunos da psicologia, fonoaudiologia e medicina. A disciplina de psiquiatria do curso de medicina e o internato em Psiquiatria são realizados neste hospital.
  • Centro de Saúde Santa Marta - O serviço de dermatologia da UFCSPA está instalado no centro de saúde, recebendo os alunos do curso de medicina na terceira, quinta e sexta-séries.

Desempenho em avaliações[editar | editar código-fonte]

A UFCSPA foi considerada, de acordo com o Índice Geral de Cursos, indicador usado pelo Ministério da Educação (MEC) e Inep, a segunda instituição de ensino superior mais qualificada do país em cursos de graduação e pós-graduação. A UFCSPA obteve 415 pontos dos avaliadores, ficando atrás apenas da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que recebeu 439 pontos.

Apenas os cursos de biomedicina, medicina e nutrição já receberam seu conceito final no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Os cursos de medicina e nutrição obtiveram nota máxima (5) no Enade 2007, enquanto o curso de biomedicina obteve nota 4.

O curso de medicina possui o 2º maior CPC contínuo do país, ficando atrás apenas do curso de medicina da UFMT. O CPC contínuo é um dos conceitos utilizados pelo MEC para atribuir a um curso o conceito ENADE. O CPC reflete a qualidade do corpo docente, instalações e organização didático-pedagógica de um curso.

Alunos notáveis[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b BONAMIGO, Telmo Pedro; OLIVEIRA, Miriam da Costa (Org.). Memórias da criação da Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre. Porto Alegre: [s.n.], 2007.
  2. a b http://www.ufcspa.edu.br/ufcspa/normasedocs/docs/balanco_2010.pdf
  3. Página da Rede Nacional de Extensão (em português).
  4. Membros da Associação Nacional de Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior - ANDIFES
  5. UFCSPA - Cursos de Graduação (em português).
  6. UFCSPA - Cursos de Graduação (em português).
  7. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas numind2008
  8. UFCSPA - Catálogo da Produção Científica 2009. Os dados referem-se ao ano de 2008.
  9. http://secretaria.ufcspa.edu.br/index.php?link=assistencia_estudante

Ligações externas[editar | editar código-fonte]