Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de UFRGS)
Ir para: navegação, pesquisa
UFRGS
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Ufrgs.svg
Fundação 29 de setembro de 1895 (119 anos) (Escola de Farmácia e Química)
28 de novembro de 1934 (80 anos) (Universidade de Porto Alegre)
Tipo de instituição Pública federal
Orçamento anual R$ 1.358.321.628,73 (2013)[1]
Reitor(a) Carlos Alexandre Netto
Vice-reitor(a) Rui Vicente Oppermann
Estado Rio Grande do Sul
Afiliações CRUB, RENEX [2]
Nomes anteriores Universidade de Porto Alegre, Universidade do Rio Grande do Sul
Página oficial www.ufrgs.br
Instituições de ensino superior do Brasil Brasil
Reitoria da UFRGS

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS[3] ) é uma instituição de ensino superior pública brasileira, mantida pelo Governo Federal do Brasil. Está situada em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

A UFRGS mantém centros de graduação e pós-graduação nas áreas de educação, letras, engenharias, ciências exatas e ciências humanas. A UFRGS é inovadora na criação de cursos de pós-graduação em nível de especialização e mestrado profissional (MBA) no âmbito das universidades públicas brasileiras.

A UFRGS está na 6a posição nacional na Classificação Acadêmica das Universidades Mundiais elaborada pela Shanghai Jiao Tong University[4] e na 8a posição nacional no QS World University Rankings publicado pela Quacquarelli Symonds do Reino Unido. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais do Ministério da Educação avaliou a UFRGS como a melhor universidade do Brasil através do Índice Geral de Cursos dos anos de 2011 e 2012[5] (no qual a USP não participa, e na qual outras IES não-universitárias, como o ITA, aparecem na frente).

Em outro ranking, organizado pelo Ministério da Educação da Espanha, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul aparece em 152° lugar, entre 17 mil instituições pesquisadas. O índice leva em conta a qualidade das pesquisas acadêmicas e o prestígio em âmbito internacional. Na mesma lista a UFRGS aparece na 3ª posição entre as melhores da América Latina.[6]

Dois ex-presidentes (Getúlio Vargas e João Goulart) e a atual presidente do Brasil, Dilma Roussef, graduaram-se pela UFRGS. Dos atuais ministros do Poder Executivo, quatro são egressos da UFRGS: os titulares das pastas de Igualdade Racial, Direitos Humanos, Ciência e Tecnologia e Advocacia Geral da União, além de Ministros do STF.

Brasão[editar | editar código-fonte]

O brasão oficial da UFRGS, que não deve ser confundido com sua "marca promocional", foi criado em uma sessão do Conselho Universitário, em 27 de dezembro de 1951. O projeto do escudo foi elaborado por uma comissão, em conformidade com os escudos de outras universidades, e foi aprovado em votação depois que os conselheiros discutiram as sugestões feitas. Desse modo, dividiu-se o escudo escolhido, de tipo "normando", em dois campos: no superior, em azul celeste, um livro aberto com as letras gregas alfa e ômega em cada página; no inferior, o território do Rio Grande do Sul em cor verde, com linhas horizontais ao fundo. Acima do escudo, há uma tocha acesa com labaredas em amarelo, vermelho e branco.[7]

UFRGS em números[editar | editar código-fonte]

Indicadores 2012 [8]

  • Primeiras escolas fundadas em 1895
  • Ano da Fundação: 1934 (como Universidade de Porto Alegre)
  • Área Territorial: 22.003.348 m2
    • Porto Alegre: 6.248.298 m2
    • Imbé: 95.924 m2
    • Eldorado do Sul: 15.566.000 m2
    • Outras Unidades: 189.050 m2
  • Área Construída: 388.815 m2
  • Graduação (4-6 anos de curso):
    • Cursos oferecidos: 89 (presenciais) e 8 (EAD)
    • Total de estudantes: 28.456
  • Pós-graduação (Mestrado: 2 anos de curso; Doutorado: 4 anos de curso):
    • Cursos de Mestrado Acadêmico: 72
    • Cursos de Mestrado Profissional: 9
    • Cursos de Doutorado: 69
    • Cursos de Especialização (Lato sensu): 161 (74 em andamento; 87 concluídos em 2012)
    • Estudantes de Mestrado Acadêmico: 5.332
    • Estudantes de Mestrado Profissional: 429
    • Estudantes de Doutorado: 4.825
    • Estudantes de Especialização: 6.846
  • Colaboradores:
    • Professores: 2.642, dos quais 2.167 (87,17%) têm Doutorado e/ou Pós-Doutorado
    • Professores permanentes: 2.486
    • Professores substitutos/temporários: 156
    • Professores em regime de dedicação exclusiva: 2.116
    • Técnicos-administrativos: 2.623
    • Total de colaboradores: 5.265
  • Pesquisa:
    • Grupos de pesquisa: 701
    • Professores com participação registrada em projetos de pesquisa: 2.181
    • Técnicos com participação registrada em projetos de pesquisa: 318
    • Alunos de graduação com bolsas de iniciação científica: 3.017
    • Projetos em andamento: 6.325
    • Laboratórios: 1.104

História[editar | editar código-fonte]

A história do surgimento da UFRGS remonta à fundação da Escola de Farmácia e Química, em 29 de setembro de 1895. No ano seguinte foi fundada a Escola de Engenharia. Esse foi o início da educação de nível superior no Estado do Rio Grande do Sul. Em 1900 foram fundadas a Faculdade de Medicina de Porto Alegre e a Faculdade Livre de Direito.

Em 28 de novembro de 1934, foi criada a Universidade de Porto Alegre, composta inicialmente pelas seguintes Faculdades:

Em 1947, a universidade recebeu uma nova denominação: Universidade do Rio Grande do Sul (URGS), passando a incorporar as Faculdades de Direito e de Odontologia de Pelotas e a Faculdade de Farmácia de Santa Maria. Posteriormente, essas unidades se emanciparam da URGS, com a criação da Universidade Federal de Pelotas e da Universidade Federal de Santa Maria. Em dezembro de 1950, a universidade foi federalizada e, em 1968, passou a ser denominada Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Pesquisas[editar | editar código-fonte]

A universidade conta com mais de 700 grupos de pesquisa cadastrados, que atuam em pesquisa básica e/ou aplicada, em todas as áreas do conhecimento. Contando todos envolvidos, incluindo alunos de graduação e pós-graduação, técnicos de laboratório, docentes e visitantes, um conjunto de aproximadamente 14 mil pessoas está envolvido em atividades de pesquisa científica e inovação tecnológica.[9]

A inovação e o desenvolvimento tecnológico são as áreas que mais se destacam na pesquisa por se transformarem em aplicações[10] , principalmente em Química, Física, Biociências, e Engenharias.

A UFRGS tem contribuído para a preservação dos sítios paleontológicos no Rio Grande do Sul, publicando diversos estudos, inclusive internacionalmente. Possui um museu de Paleontologia, que esta localizado no Instituto de Geociências.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Museu da UFRGS, no Campus Central.

Com mais de 300 prédios, 29 unidades de ensino, nos quais se distribuem 94 departamentos e são ministradas as aulas dos cursos de graduação e pós-graduação, a UFRGS é a maior universidade do Estado.

A área física da Universidade é de 2.185 ha, com 10.607 m² de área construída, divididas, além de unidades dispersas, em quatro campi:

O sistema que é disponibilizado aos aproximadamente 26 mil alunos de graduação, 12 mil de pós-graduação e 1.300 de ensino fundamental, médio e técnico pós-médio possui ainda mais de 500 laboratórios, 33 bibliotecas, 37 auditórios, Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Editora, Museu, Jardim Botânico, Centro de Teledifusão, Observatório Astronômico, CPD, 3 Casas do Estudante, 5 Restaurantes Universitários, 2 Colônias de Férias e diversos outros centros.

Unidades de ensino universitário[editar | editar código-fonte]

Unidades de ensino não-universitário[editar | editar código-fonte]

Cursos de graduação[editar | editar código-fonte]

A UFRGS ainda oferece dois cursos à distância e um em parceria com a UERGS.

Vestibular[editar | editar código-fonte]

O concurso vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul ocorre anualmente, em Porto Alegre e em cidades do interior do estado do Rio Grande do Sul. Geralmente as provas são aplicadas no mês de janeiro. A Coperse é a comissão responsável pelo vestibular da UFRGS.

Sistema de cotas[editar | editar código-fonte]

Na reunião do Conselho Universitário (Consun) da universidade de 29 de junho de 2007 ,[11] foi aprovado um sistema de cotas para ingresso no vestibular. O sistema reserva 30% das vagas de cada curso da universidade para estudantes de escolas públicas, metade dessas vagas sendo destinadas aos que se auto-declararem negros, pardos ou indígenas.

Exame Nacional do Ensino Médio[editar | editar código-fonte]

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, assim como a maioria das universidades federais do país, passam a adotar a partir de 2010 o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como critério de ingresso em seus cursos.[12] Inicialmente a participação do candidato no exame será optativo, sendo que seu desempenho no ENEM irá somar-se com o desempenho no concurso vestibular, tendo peso proporcional a 10% na pontuação final.[13] Contudo, o Ministério da Educação está avaliando a proposta de torná-lo obrigatório[14] ao candidato como parte integrada do concurso vestibular a partir de 2011.

Hospital de Clinicas de Porto Alegre[editar | editar código-fonte]

Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) faz parte da rede de hospitais universitários do Ministério da Educação e é vinculado academicamente à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O Hospital é referência em todo Brasil e está localizado no centro de Porto Alegre.

Indicadores do HCPA - Assistência[15]
2009 2010
Consultas 562,507 577,504
Exames 2,811,277 2,767,804
Cirurgias 41,281 42,121
Transplantes 411 412
Indicadores do HCPA - RH[15]
2009 2010
Funcionários 4,499 4,578
Docentes 290 283
Residentes 344 414
Alunos de Graduação 2,100 1,966
Alunos de Mestrado 559 590
Alunos de Doutorado 300 395
Horas Treinamento 200.162 214.576

Alunos famosos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Portal da Transparência
  2. http://www.renex.org.br/proreitores.php
  3. pronuncia-se "URGS", pois antes da reforma universitária brasileira de 1968 o nome da instituição era URGS - Universidade do Rio Grande do Sul. Mesmo com a mudança de nome a pronúncia urgs manteve-se devido à sua ampla divulgação entre a população.
  4. ARWU 2012
  5. [1]; (Veja planilhas com guias separadas para Universidades, Centros Universitários, e Faculdades)
  6. [2]
  7. Programa de Identidade Visual da UFRGS - Brasão Oficial e Marca Promocional
  8. UFRGS em Números 2012
  9. [http://www.ufrgs.br/ufrgs/pesquisa-e-inovacao/apresentacao
  10. [http://www.ufrgs.br/ufrgs/pesquisa-e-inovacao/apresentacao
  11. Conselho Universitário aprova sistema de cotas na UFRGS (29/06/2007). Visitado em 30/06/2007.
  12. UFRGS define participação no Enem (22/07/2009). Visitado em 07/10/2009.
  13. Entenda como a nota do Enem será usada no vestibular da UFRGS (04/08/2009). Visitado em 07/10/2009.
  14. Exame Nacional do Ensino Médio pode se tornar obrigatório (17/09/2009). Visitado em 07/10/2009.
  15. a b HCPA EM NUMEROS. (português)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Universidade Federal do Rio Grande do Sul