Bruno Junqueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
2007

Bruno Junqueira (Belo Horizonte, 4 de novembro de 1976) é um piloto brasileiro de corridas automobilísticas. Já disputou a Champ Car (antiga Fórmula CART). Atualmente compete na Fórmula Truck.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sua estréia na Champ Car foi em 2001, pela Chip Ganassi. Para um piloto vindo da escola européia, seu 1º ano foi excelente, com sua 1ª pole sendo no circuito oval de Nazareth e sua vitória sendo no técnico traçado de Elkart Lake.

Em 2002, Bruno, mais acostumado ao estilo da Champ Car, terminou em 2º lugar no campeonato. Foi um dos únicos pilotos "de ponta" da Champ Car a ficar em 2003. Bruno vai para o único time dos 3 grandes times da história da Champ Car (Penske, Ganassi e Newman Haas) que ficou na categoria, a Newman Haas. Em 2003, conseguiu o "bi-vice" ao bater em Surfer's Paradise e ver o título parar com Paul Tracy. Em 2004 o piloto obteve seu melhor resultado, sendo vice-campeão na categoria.

Em 2005, Bruno Junqueira sofreu um acidente causado por A.J. Foyt IV nas 500 Milhas de Indianapolis. Com uma séria contusão, ficou de fora do resto da temporada de 2005 da Champ Car, que até então liderava. Seu substituto foi o espanhol Oriol Servia. 2006 foi praticamente uma readaptação as corridas, tendo seu pior desempenho na categoria desde sua estréia em 2001. Em 2007, perdeu a vaga na Newman-Haas e foi para a Dale Coyne, onde conseguiu bons desempenhos, tendo seu ponto alto os 3 pódios seguidos no fim da temporada (2º lugar em Zolder e 3º em Assen e Surfer's Paradise).

Fórmula Truck[editar | editar código-fonte]

Em 2010 estreou na Fórmula Truck, pela equipe DF Motorsport -Ford.

Naquele ano, foi protagonista de um acidente cinematográfico em Interlagos, quando, atingido por trás numa relargada da prova, teve estourado o cilindro de ar de seu caminhão Ford. Sem freios por conta da falta do cilindro, Junqueira acabou batendo e arrastando o caminhão do piloto Diumar Bueno no fim da reta dos boxes, causando o acidente que arrancou a cabine do caminhão de Bueno com ele dentro, tamanha a força da colisão, com os caminhões destruindo a barreira de pneus e parte do alambrado do circuito paulista. Junqueira ficou de ponta-cabeça, com seu caminhão destruído. Ambos os pilotos saíram andando após o acidente, algo incrível. Diumar só teve algumas dores nas costas. Bruno sofreu um corte no pé.

[1]

Estatísticas na Champ Car[editar | editar código-fonte]

Ano Poles Vitórias Posição Final Equipe
2001 1 1 16º Lugar Chip Ganassi (Lola-Toyota-Firestone) # 4
2002 4 2 2º Lugar Chip Ganassi (Lola-Toyota-Bridgestone) # 4
2003 2 2 2º Lugar Newman-Haas (Lola-Ford-Bridgestone) # 1
2004 1 2 2º Lugar Newman-Haas (Lola-Ford-Bridgestone) # 6
2005 0 1 19º Lugar Newman-Haas (Lola-Ford-Bridgestone) # 2
2006 1 0 5º Lugar Newman-Haas (Lola-Ford-Bridgestone) # 2
2007 0 0 7º Lugar Dale Coyne (Panoz-Cosworth-Bridgestone) # 19

Vitórias na Champ Car[editar | editar código-fonte]

2001: 19/08 - Motorola 220, Elkart Lake

2002: 27/04 - Bridgestone Potenza 500, Motegi; 01/07 - Shell Grand Prix of Denver, Denver

2003: 03/08 - Mario Andretti Grand Prix at Road America presented by Briggs & Stratton, Elkart Lake; 31/08 - Centrix Financial Grand Prix of Denver, Denver

2004: 29/08 - Molson Indy Montreal, Montreal; 24/10 - Lexmark Indy 300, Surfers Paradise

2005: 22/05 - Tecate/Telmex Monterrey Grand Prix Presented by Roshfrans, Monterrey

Referências


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Auto Racing Chequered.svg Este artigo sobre um(a) automobilista, integrado ao Projeto Automobilismo, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.