Buffy the Vampire Slayer (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Buffy the Vampire Slayer
Buffy - Caçadora de Vampiros (PT)
Buffy, a Caça-Vampiros (BR)
 Estados Unidos
1992 • 86 min 
Direção Fran Rubel Kuzui
Roteiro Joss Whedon
Elenco Kristy Swanson
Donald Sutherland
Paul Reubens
Rutger Hauer
Luke Perry
Idioma Inglês
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento 31 de julho de 1992
Orçamento US$ 7.000.000
Receita US$ 16.624.456
Página no IMDb (em inglês)

Buffy the Vampire Slayer (no Brasil Buffy, a Caça - Vampiros e Portugal Buffy - A Caçadora de Vampiros) é um filme de 1992 dirigido por Fran Rubel Kuzui sobre uma líder de torcida do ensino médio que descobre que seu destino é caçar vampiros. O filme é uma paródia de filmes de terror e seus inúmeros clichés. Foi escrito por Joss Whedon, quem posteriormente criou a mais sombria e aclamada série de televisão do mesmo nome, estrelando Sarah Michelle Gellar como Buffy. O filme teve um sucesso moderado nas bilheterias e recebeu reviews médios dos críticos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Buffy (Kristy Swanson) é uma jovem americana que mora em Los Angeles e vive uma vida simples de fazer compras e ser líder de torcida da Hemery High School. Porém, tudo muda quando um misterioso homem, Merrick Jamison-Smythe (Donald Sutherland), a informa de que ela é a escolhida para eliminar os vampiros da face da terra. Buffy não acredita no começo, mas aceita ser treinada, trocando seus pom-pons por estacas de madeira e passando as noites a combater as hordas de Lothos (Rutger Hauer). Durante seu treinamento, Buffy se torna amiga de Oliver Pike (Luke Perry), que teve seu amigo transformado em vampiro.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Buffy the Vampire Slayer tem recepção mista por parte da crítica especializada. Possui tomatometer de 33% em base de 36 críticas no Rotten Tomatoes. Por parte da audiência do site tem 43% de aprovação.[3] Por comparação no Metacritic tem 48% de metascore em base de 17 avaliações e uma nota de 5.2, calculada a partir de votos dos usuários do site e usada para avaliar a opinião do público.[4]

Status canônico[editar | editar código-fonte]

Vários detalhes do filme diferem da continuidade descrita na série de televisão. Por exemplo, a história de Buffy é contraditória, e as habilidades tanto dos vampiros como das caçadoras são descritos diferentemente. Joss Whedon também expressou que desaprova a interpretação do filme de seu script, dizendo: "Eu finalmente sentei e escrevi o roteiro e alguém o transformou em filme, e eu senti tipo, bem, ela não era do jeito que pensava. É um começo, mas não é exatamente a garota".

De acordo com o Guia dos Sentinelas Buffy Oficial, Whedon escreveu o piloto da série como uma sequência do seu roteiro original, explicando as referências da série a coisas que não aconteceram no filme. Em 1999, a Dark Horse Comics lançou uma adaptação em graphic novel do roteiro original sob o título The Origin (A Origem). Whedon disse: "O graphic The Origin, apesar de eu ter algumas ressalvas, pode sim ser aceito como canônico. Eles fizeram um trabalho legal combinando o roreiro do filme com o da série, isso foi legal, e usando o Merrick da série e não outro sentinela que deve permanecer odiado".

Referências

  1. Buffy the Vampire Slayer (em português) Filmow. Página visitada em 6 de março de 2014.
  2. Buffy the Vampire Slayer (em português) InterFilmes. Página visitada em 6 de março de 2014.
  3. Buffy the Vampire Slayer (em inglês) Rotten Tomatoes. Página visitada em 6 de março de 2014.
  4. Buffy the Vampire Slayer (em inglês) Metacritic. Página visitada em 6 de março de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]