Campeonato Catarinense de Futebol de 2005

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
LXXX Campeonato Catarinense – Série A1
Catarinense 2005
Dados
Participantes 12
Organização FCF
Local de disputa  Santa Catarina
Período
Gol(o)s Não disponível
Campeão BandeiraCriciuma.svg Criciúma (9º título)
Vice-campeão Ibirama Atlético de Ibirama
Melhor marcador Rafael da Costa (Atlético de Ibirama) – 9 gols
Outras divisões
Série A2 Joinville
Série B1 Próspera
◄◄ Santa Catarina Catarinense 2004 Soccerball.svg Catarinense 2006 Santa Catarina ►►

O Campeonato Catarinense de Futebol de 2005 foi a 80ª edição do torneio, sendo vencida pelo Criciúma.

Série A1[editar | editar código-fonte]

Fórmula de Disputa[editar | editar código-fonte]

Os 12 participantes foram distribuídos em 2 grupos de 6. Em cada grupo, os clubes jogaram entre si em todos contra todos, com partidas de ida e volta. Os 4 melhores colocados de cada grupo foram classificados para a 2ª Fase. Nessa fase, os 8 restantes foram divididos novamente em dois grupos de 4 participantes cada, onde jogaram todos contra todos novamente. Os dois melhores foram classificados para às Semi-Finais. As Semi-Finais foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que o primeiro de um grupo enfrenta o segundo do outro. Os vencedores se enfrentaram em uma final de 2 jogos e o vencedor desta é declarado Campeão Catarinense de 2005. O campeão e o vice foram classificados à Copa do Brasil de 2006. O campeão foi classificado também à Série C do Brasileiro de 2005, caso o campeão já estivesse em alguma divisão, a vaga seria passada para o segundo colocado, caso este também estivesse, passaria para o terceiro e assim por diante. O mesmo aconteceria com a Copa do Brasil, caso o participante disputasse a Libertadores 2006, a vaga seria passada adiante.

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Grupo A
Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Atlético de Ibirama 25 10 8 1 1 21 10 +11
2 Avaí 22 10 7 1 2 18 10 +8
3 Figueirense 18 10 5 3 2 28 10 +18
4 Guarani 13 10 4 1 5 16 18 -2
5 Chapecoense 8 10 2 2 6 11 20 -9
6 União de Timbó 0 10 0 0 10 11 37 -26
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Grupo B
Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Joinville 21 10 6 3 1 18 9 +9
2 Metropolitano 16 10 4 4 2 11 9 +2
3 Marcílio Dias 15 10 4 3 3 15 17 -2
4 Criciúma 13 10 3 4 3 15 12 +3
5 Lages 10 10 2 4 4 10 14 -4
6 Tubarão 5 10 1 2 7 16 24 -8
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

Segunda Fase[editar | editar código-fonte]

Grupo C
Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Criciúma 11 6 3 2 1 12 8 +4
2 Atlético de Ibirama 10 6 3 1 2 11 11 0
3 Figueirense 6 6 1 3 2 3 5 -2
4 Metropolitano 5 6 1 2 3 7 9 -2
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Grupo D
Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Joinville 11 6 3 2 1 10 6 +4
2 Avaí 10 6 3 1 2 7 6 +1
3 Guarani 9 6 3 0 3 7 8 -1
4 Marcílio Dias 4 6 1 1 4 7 11 -4
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

Semi-Finais[editar | editar código-fonte]

As semifinais foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que os primeiros colocados dos grupos da 2ª Fase jogam a partida de volta em casa. Enfrentavam-se:

Time 1* Resultado Time 2 Jogo 1 Jogo 2
Avaí 4-5 Criciúma 3-2 1-3
Atlético de Ibirama 3-1 Joinville 1-0 2-2

* Os clubes citados primeiro tiveram a primeira partida jogada em casa, ou seja, foram os segundos colocados do seu grupo.

Itálico: Clubes classificados para a final.

Final[editar | editar código-fonte]

Campeão Resultado Vice-Campeão Jogo 1 Jogo 2
Criciúma* 2-1 Atlético de Ibirama 1-1 1-0

*O Criciúma teve a primeira partida jogada em casa.

Classificação Geral[editar | editar código-fonte]

Classificação
1 Criciúma
2 Atlético de Ibirama*
3 Avaí
4 Joinville
5 Figueirense
6 Guarani
7 Metropolitano
8 Marcílio Dias
9 Lages
10 Chapecoense
11 Tubarão
12 União de Timbó
Classificado à Copa do Brasil de 2006
Classicado à Série C do Campeonato Brasileiro 2005 e à Copa do Brasil de 2006

* O Atlético de Ibirama se classificou à Série C, pois o Criciúma já estava na Série B.

Série A2[editar | editar código-fonte]

Série A2 do Campeonato Catarinense de 2005
Times 12
Campeão Joinville
Vice-campeão Marcílio Dias

A Série A2 era disputada pelos clubes catarinenses da Série A1 que não estão na Série A, nem na Série B do Campeonato Brasileiro mais os melhores colocados da Série B1 do ano anterior, totalizando 12.

Fórmula de disputa[editar | editar código-fonte]

Os 12 participantes jogaram em um grupo único. O campeonato foi dividido em três fases:

Primeiro Turno: Os clubes jogaram todos contra todos em apenas um turno. Os 4 melhores colocados de cada grupo foram classificados para às Semi-Finais. As Semi-Finais foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que o primeiro colocado enfrentou o quarto e o segundo o terceiro. Os vencedores se enfrentaram em uma final de 2 jogos e o vencedor desta foi classificado para a fase final.

Segundo Turno: Idêntico ao primeiro, com os jogos de volta.

Fase Final: Os dois vencedores dos turno mais os dois melhores colocados do campeonato (Turno mais returno), além destes foram classificados para esta fase. Estes jogaram semifinais de dois jogos. Os vencedores disputaram uma final de também dois jogos. O vencedor desta foi declarado Campeão Catarinense da Série A2 de 2005. O campeão foi classificado à Série C do Brasileiro de 2005, caso o campeão já estivesse em alguma divisão, a vaga seria passada para o segundo colocado, caso este também estivesse, passaria para o terceiro e assim por diante. Os três clubes que somaram menos pontos nos Turnos foram rebaixados à Série B1 de 2006.

Nas fases eliminatórias, vence o clube que somar mais pontos, independente do saldo de gols, caso haja empate, zera-se o placar e realiza-se uma prorrogação de 30 minutos, caso o empate persista, o clube com melhor desempenho na primeira fase do respectivo turno (se for na fase final, vence aquele que somou mais pontos nos dois turnos) é declarado o vencedor.

Primeiro Turno[editar | editar código-fonte]

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Classificação
Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Joinville 23 11 7 2 2 21 10 +11
2 Atlético de Ibirama 22 11 7 1 3 24 10 +14
3 Guarani 20 11 6 2 3 17 14 +3
4 Marcílio Dias 18 11 6 0 5 13 12 +1
5 Brusque 18 11 5 3 3 17 14 +3
6 Caxias 15 11 4 3 4 17 17 0
7 Chapecoense 15 11 4 3 4 13 13 0
8 Metropolitano 15 11 3 6 2 19 16 +3
9 Juventus 13 11 4 1 6 13 18 -5
10 Lages 9 11 2 3 6 17 22 -5
11 São Bento 8 11 2 2 7 9 17 -8
12 União de Timbó 8 11 2 2 7 14 31 -17
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

Semi-Finais[editar | editar código-fonte]

As semifinais foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que o melhor colocado da chave joga a partida de volta em casa.

Time 1* Time 2 Jogo 1 Jogo 2
Marcílio Dias Joinville 1-0 2-2
Guarani Atlético de Ibirama 0-3 0-1

* Os clubes citados primeiro tiveram a primeira partida jogada em casa, ou seja, tiveram pior colocação que o segundo citado

Itálico: Clubes classificados para a final.

Final[editar | editar código-fonte]

O melhor colocado na Primeira Fase jogou a partida de volta em casa.

Campeão Resultado Vice-Campeão Jogo 1 Jogo 2
Marcílio Dias 2-3 Atlético de Ibirama 2-2 0-1

Segundo Turno[editar | editar código-fonte]

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Classificação
Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Joinville 21 11 6 3 2 24 10 +14
2 Atlético de Ibirama 19 11 5 4 2 22 17 +5
3 Caxias 18 11 5 3 3 20 19 +1
4 Juventus 17 11 4 5 2 13 9 +4
5 Metropolitano 16 11 4 4 3 21 17 +4
6 Brusque 16 11 4 4 3 11 11 0
6 Chapecoense 14 11 4 2 5 26 24 +2
7 Guarani 14 11 3 5 3 15 12 +3
8 Marcílio Dias 13 11 3 4 4 15 15 0
9 Lages* 10 11 6 4 1 18 8 +10
10 União de Timbó 4 11 1 1 9 9 30 -21
11 São Bento 8 11 0 3 8 7 29 -22
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

*O Lages perdeu 12 pontos por uso de jogador irregular

Semi-Finais[editar | editar código-fonte]

As semifinais foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que o melhor colocado da chave joga a partida de volta em casa.

Time 1* Time 2 Jogo 1 Jogo 2 Prorrogação
Caxias Atlético de Ibirama 1-1 1-2
Juventus Joinville 0-0 1-1 0-1

* Os clubes citados primeiro tiveram a primeira partida jogada em casa, ou seja, tiveram pior colocação que o segundo citado

Itálico: Clubes classificados para a final.

Final[editar | editar código-fonte]

O melhor colocado na Primeira Fase jogou a partida de volta em casa.

Campeão Vice-Campeão Jogo 1 Jogo 2 Prorrogação
Joinville* Atlético de Ibirama 0-0 0-0 0-0

*O Joinville foi campeão pois apresentou melhor desempenho na primeira fase do segundo turno

Fases Finais[editar | editar código-fonte]

Classificação Geral[editar | editar código-fonte]

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Joinville 44 22 13 5 4 45 20 +25
2 Atlético de Ibirama 41 22 12 5 5 47 27 +20
3 Guarani 34 22 9 7 6 32 26 +6
4 Brusque 34 22 9 7 6 28 25 +3
5 Caxias 33 22 9 6 7 37 36 +1
6 Marcílio Dias 31 22 9 4 9 28 27 +1
7 Metropolitano 31 22 7 10 5 40 33 +13
8 Juventus 30 22 8 6 8 26 28 -2
9 Chapecoense 29 22 8 5 9 39 37 +2
10 Lages* 19 22 8 7 7 35 30 +5
11 União de Timbó 12 22 3 3 16 23 61 -38
12 São Bento 11 22 2 5 15 16 46 -30
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Classificados às fases finais
Classicados às fases finais por vencer um dos turnos

O Lages perdeu 12 pontos do segundo turno por uso de jogador irregular

Semi-Finais[editar | editar código-fonte]

Time 1* Time 2 Jogo 1 Jogo 2
Guarani Marcílio Dias 2-2 0-2
Atlético de Ibirama Joinville 1-2 1-4

* Os clubes citados primeiro tiveram a primeira partida jogada em casa

Itálico: Clubes classificados para a final.

Final[editar | editar código-fonte]

O melhor colocado na Primeira Fase jogou a partida de volta em casa.

Campeão Vice-Campeão Jogo 1 Jogo 2 Prorrogação
Joinville* Marcílio Dias 0-1 3-1 0-0

O Joinville foi campeão pois somou mais pontos fases iniciais de cada turno

Classificação Final[editar | editar código-fonte]

Classificação
1 Joinville
2 Marcílio Dias*
3 Atlético de Ibirama
4 Guarani
5 Brusque
6 Caxias
7 Metropolitano
8 Juventus
9 Chapecoense
10 Lages
11 União de Timbó
12 São Bento
Classificado à Série C do Campeonato Brasileiro 2005

* O Marcílio Dias se classificou à Série C, pois o Joinville já estava na mesma.

Série B1[editar | editar código-fonte]

Série B1 do Campeonato Catarinense de 2005
Times 10
Campeão Próspera
Vice-campeão Figueirense B

Fórmula de disputa[editar | editar código-fonte]

Os 10 participantes jogaram em um grupo único. O campeonato foi dividido em três fases:

Primeiro Turno: Os clubes jogaram todos contra todos em apenas um turno. Os 8 melhores colocados de cada grupo foram classificados para às Quartas de Final. As Quartas de Final foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que o primeiro colocado enfrentou o oitavo, o segundo o sétimo, o terceiro, o sexto e o quarto e o quinto. Os vencedores se enfrentaram nas semifinais e os vitoriosos destas em uma final de 2 jogos e o vencedor desta foi classificado para a fase final.

Segundo Turno: Idêntico ao primeiro, com os jogos de volta.

Fase Final: Os dois vencedores dos turno mais os dois melhores colocados do campeonato (Turno mais returno), além destes foram classificados para esta fase. Estes jogaram semifinais de dois jogos. Os vencedores disputaram uma final de também dois jogos. O vencedor desta foi declarado Campeão Catarinense da Série B1 de 2005. Os dois clubes que somaram mais pontos nos Turnos foram classificados à Série A2 de 2006.

Nas fases eliminatórias, vence o clube que somar mais pontos, independente do saldo de gols, caso haja empate, zera-se o placar e realiza-se uma prorrogação de 30 minutos, caso o empate persista, o clube com melhor desempenho na primeira fase do respectivo turno (se for na fase final, vence aquele que somou mais pontos nos dois turnos) é declarado o vencedor.

Primeiro Turno[editar | editar código-fonte]

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Classificação
Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Cidade Azul 24 9 8 0 1 31 10 +21
2 Figueirense B 21 9 6 3 0 24 14 +10
3 Operários Mafrenses 15 9 5 0 4 22 12 +10
4 Concórdia 11 9 3 2 4 16 17 -1
5 Madureira 11 9 3 2 4 15 16 -1
6 Próspera 10 9 3 1 5 15 21 -6
7 Inter de Lages 10 9 2 4 3 16 19 -3
8 Camboriuense 9 9 3 0 6 14 33 -19
9 Sport Brasil* -13 9 3 2 4 17 20 -3
10 Maravilha* -13 9 1 2 6 10 18 -8
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

*A Sport Brasil e o Maravilha perderam, respectivamente, 24 e 18 pontos por uso de jogador irregular em vários jogos cada.

Quartas de Final[editar | editar código-fonte]

As Quartas de Final foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que o melhor colocado da chave joga a partida de volta em casa.

Time 1* Time 2 Jogo 1 Jogo 2 Prorrogação
Camboriuense Cidade Azul 1-2 2-1 0-2
Inter de Lages Figueirense B 1-2 3-2 0-1
Próspera Operários Mafrenses 0-0 3-3 0-2
Madureira Concórdia 2-1 0-0

* Os clubes citados primeiro tiveram a primeira partida jogada em casa, ou seja, tiveram pior colocação que o segundo citado

Semi-Finais[editar | editar código-fonte]

As semifinais foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que o melhor colocado da chave joga a partida de volta em casa.

Time 1* Time 2 Jogo 1 Jogo 2
Madureira Cidade Azul 2-2 0-3
Operários Mafrenses Figueirense B 2-1 0-0

* Os clubes citados primeiro tiveram a primeira partida jogada em casa, ou seja, tiveram pior colocação que o segundo citado

Itálico: Clubes classificados para a final.

Final[editar | editar código-fonte]

O melhor colocado na Primeira Fase (Cidade Azul) jogou a partida de volta em casa.

Campeão Vice-Campeão Jogo 1 Jogo 2 Prorrogação
Cidade Azul Operários Mafrenses 0-1 2-0 1-0

Segundo Turno[editar | editar código-fonte]

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Classificação
Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Próspera 20 9 6 2 1 22 9 +13
2 Operários Mafrenses 16 9 4 4 1 16 8 +8
3 Inter de Lages 14 9 3 5 1 24 16 +8
4 Cidade Azul 13 9 3 4 2 15 15 0
5 Maravilha 11 9 3 2 4 12 21 -9
6 Sport Brasil* 10 9 4 4 1 17 10 +7
7 Madureira 10 9 2 4 3 15 19 -4
8 Camboriuense 8 9 3 2 2 13 17 -4
9 Concórdia 6 9 1 3 5 14 19 -5
10 Figueirense B 5 9 1 2 6 10 24 -14
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

*A Sport Brasil perdeu e 6 pontos por uso de jogador irregular em um jogo.

Quartas de Final[editar | editar código-fonte]

As Quartas de Final foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que o melhor colocado da chave joga a partida de volta em casa.

Time 1* Time 2 Jogo 1 Jogo 2 Prorrogação
Madureira Operários Mafrenses 0-4 0-3
Camboriuense Próspera 5-3 0-1 0-2
Sport Brasil Inter de Lages 0-1 3-5
Maravilha Cidade Azul 1-2 1-2

* Os clubes citados primeiro tiveram a primeira partida jogada em casa, ou seja, tiveram pior colocação que o segundo citado

Semi-Finais[editar | editar código-fonte]

As semifinais foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que o melhor colocado da chave joga a partida de volta em casa.

Time 1* Time 2 Jogo 1 Jogo 2
Cidade Azul Próspera 1-1 1-2
Inter de Lages Operários Mafrenses 0-0 2-4

* Os clubes citados primeiro tiveram a primeira partida jogada em casa, ou seja, tiveram pior colocação que o segundo citado

Itálico: Clubes classificados para a final.

Final[editar | editar código-fonte]

O melhor colocado na Primeira Fase (Próspera) jogou a partida de volta em casa.

Campeão Vice-Campeão Jogo 1 Jogo 2
Próspera Operários Mafrenses 2-1 3-1

Fases Finais[editar | editar código-fonte]

Classificação Geral[editar | editar código-fonte]

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Cidade Azul 37 18 11 4 3 46 25 +21
2 Próspera 32 18 9 3 6 37 30 +7
3 Operários Mafrenses 31 18 9 4 5 38 20 +18
4 Figueirense B 26 9 7 5 6 34 38 -4
5 Inter de Lages 24 18 5 9 4 40 35 +5
6 Madureira 21 18 5 6 7 30 35 -5
7 Camboriuense 17 18 5 2 11 27 50 -23
8 Concórdia 17 18 4 5 9 20 36 -16
9 Maravilha* -2 18 4 4 10 22 39 -17
10 Sport Brasil* -3 18 7 6 5 34 30 +4
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols
Classificados às fases finais
Classicados às fases finais por vencer um dos turnos

*A Sport Brasil perdeu 30 pontos (24 no 1º turno e 6 no 2º turno) e o Maravilha 18 pontos (no 1º turno) por uso de jogador irregular no decorrer do campeonato.

Semi-Finais[editar | editar código-fonte]

As semifinais foram disputadas em jogos de ida e volta, sendo que o melhor colocado da chave joga a partida de volta em casa.

Time 1* Time 2 Jogo 1 Jogo 2 Prorrogação
Figueirense B Cidade Azul 1-0 3-1
Operários Mafrenses Próspera 2-1 0-2 0-1

* Os clubes citados primeiro tiveram a primeira partida jogada em casa, ou seja, tiveram pior colocação que o segundo citado

Itálico: Clubes classificados para a final.

Final[editar | editar código-fonte]

O melhor colocado na Primeira Fase (Próspera) jogou a partida de volta em casa.

Campeão Vice-Campeão Jogo 1 Jogo 2 Prorrogação
Próspera* Figueirense B 0-2 1-0 0-0

*O Próspera foi campeão pois apresentou melhor desempenho nas primeiras fases dos turnos

O Próspera venceu a Série B1 e ele e o Figueirense foram classificados à Divisão Especial de 2006.

Campeão Geral[editar | editar código-fonte]

Campeonato Catarinense de 2005
Brasao criciuma.jpg
Criciúma
9º Título

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]