Carneirinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Carneirinho
Estátua do Cristo Redentor em Carneirinho

Estátua do Cristo Redentor em Carneirinho
Bandeira de Carneirinho
Brasão de Carneirinho
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 28 de Abril
Fundação 28 de abril de 1992
Gentílico carneirinhense
Prefeito(a) Dr. Willian Martins Maia (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Carneirinho
Localização de Carneirinho em Minas Gerais
Carneirinho está localizado em: Brasil
Carneirinho
Localização de Carneirinho no Brasil
19° 41' 52" S 50° 41' 16" O19° 41' 52" S 50° 41' 16" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba IBGE/2008[1]
Microrregião Frutal IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Itajá (GO), Limeira do Oeste, Iturama, Populina (SP), Mesópolis (SP), Santa Albertina (SP), Santa Rita d'Oeste (SP), Santa Clara d'Oeste (SP), Aparecida do Taboado (MS) e Paranaíba (MS)
Distância até a capital 823 km
Características geográficas
Área 2 060,720 km² [2]
População 9 556 hab. estimativa IBGE/2012[3]
Densidade 4,64 hab./km²
Altitude 470 m
Clima Tropical A
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,763 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 151 478,085 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 16 593,06 IBGE/2008[5]
Página oficial

Carneirinho é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, localizado na Microrregião de Frutal. Sua população estimada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística era de 9.556 habitantes. Possui área de 2 061 quilômetros quadrados e densidade demográfica de 4,10 habitantes por quilômetro quadrado. Está situado a 470 metros de altitude em relação ao nível do mar, sendo que o relevo tem topografia caracterizada por superfícies planas ligeiramente onduladas, típicas da região do Planalto Central do Brasil. A temperatura média anual é de trinta graus centígrados. A precipitação pluvial média anual dos últimos dez anos é de 1 450 milímetros, com 120 dias de chuvas concentradas.

Situado na confluência dos rios Grande e Paranaíba, no extremo oeste do estado de Minas Gerais, o município tem limites com Itajá (GO) a norte, Limeira do Oeste a nordeste, Iturama a leste, Populina, Mesópolis e Santa Albertina a sudeste, Santa Rita d'Oeste e Santa Clara d'Oeste (estas cinco em São Paulo) a sul e Aparecida do Taboado e Paranaíba (as duas últimas no Mato Grosso do Sul) a oeste. É o único município de Minas Gerais que faz divisa com o Mato Grosso do Sul. É o município brasileiro onde nasce o Rio Paraná, do encontro do Rio Paranaíba com o Rio Grande, nas coordenadas geográficas 20° 4'11.02"S e 50°59'57.60"O.

História[editar | editar código-fonte]

Até a chegada dos primeiros colonizadores europeus à região, no século XVI, a mesma era habitada por índios caiapós e bororós[6] .

O povoado de Carneirinhos foi fundado em 15 de novembro de 1954 pela família Carneiro, daí a origem do nome do atual município. A história tem início na Fazenda Bom Sucesso, nas nascentes do Córrego da Mutuca. No dia 12 de outubro de 1882, nascia Juvenal José de Queiroz, filho de José Rodrigues de Queiroz e de dona Rita Carneiro de Queiroz. Juvenal José de Queiroz casou-se com Ana Maria de Lima, filha de José Alves de Lima e Rufina Perpétua de Toledo. Tiveram onze filhos, os quais foram apelidados de os "Carneirinhos" devido ao sobrenome da avó paterna Rita Carneiro.

Em 1941, às margens do Córrego da Mutuca, abriu-se um armazém e, em torno dele, foram se agrupando algumas casas, sendo que a primeira capela foi construída em 1952, consagrada à Nossa Senhora Aparecida, cuja primeira missa foi celebrada neste mesmo ano pelo cônego Osório, então vigário da Paróquia de Campina Verde. Em 1952, foi doado, pelo senhor Marcondes Alves de Queiroz, um terreno para construção da escola. Com a necessidade de estudar de seus filhos, muitas famílias foram construindo suas casas ao redor da escola, dando origem ao povoado e aumentando a população.

Em 1954, Marcondes Alves de Queiroz fez a doação de um terreno para a formação do futuro povoado, denominado de "Carneirinhos", em homenagem aos irmãos fundadores. O povoado foi fundado em 15 de Novembro de 1954. Em 30 de dezembro de 1962, depois do esforço de vários líderes políticos, finalmente foi instalado o distrito de Carneirinhos. Em 28 de abril de 1992, no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, através da Lei 10 704, foi oficialmente criado o Município de Carneirinho pelo governador de Minas Gerais, Hélio Garcia.

História Política.[editar | editar código-fonte]

Foi nomeado, pelo governador, como intendente do município, Cássio Rosa de Assunção.

Em 1º de janeiro de 1993, tomou posse o primeiro prefeito eleito do município, João Tiago de Queiroz, para um mandato de quatro anos.

Em 1º de janeiro de 1997, foi empossado o segundo prefeito eleito do município, Cássio Rosa de Assunção, também para um mandato de quatro anos.

Em 1º de janeiro de 2001, tomou posse o terceiro prefeito eleito do município, João Tiago de Queiroz, que permaneceu no cargo até dezembro de 2004.

Em 1º de janeiro de 2005, assumiu o cargo de prefeito Cássio Rosa de Assunção, sendo o quarto a assumir o município desde sua emancipação.

Em 1º de janeiro de 2009, assumiu a primeira mulher como prefeita do município de Carneirinho, Dalva Maria de Queiroz Tiago e, como vice-prefeito, Osvaldo Alves de Matos.

Em 1º de janeiro de 2012, assumiu o cargo de prefeito do municíio, o Sr. Willian Martins Maia, e como viceprefeito o Sr. Bertolino Felisberto de Almeida.

Demografia.[editar | editar código-fonte]

Em 2010, o município atingiu uma população de 9 467 habitantes segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Na cultura, o município de destaca por suas festividades, sendo as principais:

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. http://blog-do-netuno.blogspot.com/2009/10/populacao-indigena-de-minas-gerais.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.