Aparecida do Taboado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Aparecida do Taboado
"Taboado"
"Princesinha de Mato Grosso do Sul"
"Terra dos 60 dias apaixonado"
Ponte Rodoferroviária do Rio Paraná, que passa por Aparecida do Taboado

Ponte Rodoferroviária do Rio Paraná, que passa por Aparecida do Taboado
Bandeira de Aparecida do Taboado
Brasão de Aparecida do Taboado
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 28 de setembro
Fundação 28 de setembro de 1948 (65 anos)
Emancipação 15 de janeiro de 1949 (65 anos)
Gentílico aparecidense ou taboadense
Lema Decus Labor
Padroeiro(a) Nossa Senhora Aparecida
Prefeito(a) José Robson Samara Rodrigues de Almeida (PR - 22)
(2013–2016)
Localização
Localização de Aparecida do Taboado
Localização de Aparecida do Taboado no Mato Grosso do Sul
Aparecida do Taboado está localizado em: Brasil
Aparecida do Taboado
Localização de Aparecida do Taboado no Brasil
20° 05' 13" S 51° 05' 38" O20° 05' 13" S 51° 05' 38" O
Unidade federativa  Mato Grosso do Sul
Mesorregião Leste de Mato Grosso do Sul IBGE/2008[1]
Microrregião Paranaíba IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes (N) Inocência e Paranaíba
(O) Selvíria
(L) Santa Clara d'Oeste e Rubinéia (estado de São Paulo) e Carneirinho (estado de Minas Gerais)
(S) Ilha Solteira (estado de São Paulo)
Distância até a capital federal: 745 km
estadual: 442
km[2]
Características geográficas
Área 2 750,130 km² (MS: 44º)[3]
Área urbana 4,152 km² (MS: 23º) – est. Embrapa[4]
Distritos Aparecida do Taboado (sede), Cupins e Oriente
População 22 621 hab. (MS: 20º) –  est. IBGE 2011[5]
Densidade 8,225 hab/km²
Altitude 392 m [6]
Clima tropical Aw
Fuso horário UTC−4
Indicadores
IDH-M 0,763 (MS: 19º) – alto PNUD/2000[7]
Gini 0,450 (MS: 58º) – est. IBGE 2003[8]
PIB R$ 328 265,460 mil (MS: 17º) – IBGE/2008[9]
PIB per capita R$ 16 065,46 IBGE/2008[9]
Página oficial

Aparecida do Taboado é um município brasileiro do estado de Mato Grosso do Sul. Está localizada na região da formação do Rio Paraná pelos rios Grande e Paranaíba, na segunda maior bacia hidrográfica do mundo, a bacia do Rio Paraná.

A cidade é conhecida como "A terra dos 60 dias apaixonado" em virtude da música "60 dias apaixonado", de autoria de Constantino Mendes e Darci Rossi, gravada por Chitãozinho e Xororó. Num passado recente, antes da divisão, tinha o título de "Princesinha de Mato Grosso" (atualizado atualmente para "Princesinha de Mato Grosso do Sul"). Aparecida do Taboado também é conhecida por conta da famosa "Festa do Peão de Boiadeiro", festividade nacionalmente famosa que ocorre desde 1969, e que, além de revelar grandes ícones do rodeio também teve na figura do locutor "Zé do Prato" suas edições mais memoráveis. Outro destaque é o "Santuário Diocesano Nossa Senhora Aparecida", que possui grande significado para os fiéis da cidade e região.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localização[editar | editar código-fonte]

O município de está situado no sul da região Centro-Oeste do Brasil, á leste de Mato Grosso do Sul (Microrregião de Paranaíba) e na divisa triangular dos estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais. Localiza-se na latitude de 20º05’12” Sul e longitude de 51°05’37” Oeste. Principais distâncias de Aparecida do Taboado:

Outras distâncias

Geografia física[editar | editar código-fonte]

Solo[editar | editar código-fonte]

No município de Aparecida do Taboado são encontrados os seguintes tipos de solos: Latossolo Vermelho-Escuro (de textura média, que são solos minerais, não hidromórficos, altamente intemperizados, profundos, bem drenados, sendo encontrados geralmente em regiões planas ou suave onduladas) e Alissolos (solos com alto teor de alumínio horizonte B textural, com baixa fertilidade natural).

Relevo e altitude[editar | editar código-fonte]

Está a uma altitude de 392 m. Com predomínio de modelados de dissecação colinosos e tabulares e pequenas áreas a nordeste de relevo plano. As declividades variam de 2° a 11°. As águas da represa localizada no rio Paraná ocupam áreas em que antes ocorriam modelados de acumulação. O município de Aparecida do Taboado encontra-se na Região dos Planaltos AreníticoBasálticos Interiores, dividindo-se em duas unidades geomorfológicas: Divisores Tabulares dos Rios Verde e Pardo e Patamares da Serra do Aporé.

Apresenta relevo plano geralmente elaborado por várias fases de retomada erosiva e relevos elaborados pela ação fluvial apresentando topos colinosos, tabulares ou aguçados, definida pela combinação das variáveis densidades de drenagem e declividade das vertentes

Clima, temperatura e pluviosidade[editar | editar código-fonte]

Está sob influência do clima tropical (AW) Sub-úmido e apresenta índice efetivo de umidade com valores anuais variando de 0 a 20%. A precipitação pluviométrica anual varia entre 1.200 a 1.500mm. Excedente hídrico anual de 400 a 800mm durante três a quatro meses e deficiência hídrica de 500 a 650mm, durante cinco meses.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Está sob influência da Bacia do Rio Paraná, pertencente á Bacia do Rio da Prata. Rios do município:

Rio Paraná

Aparecida do Taboado está na na região da formação (nascente) do Rio Paraná, um dos maiores e mais importantes rios brasileiros. O rio se forma da junção das águas dos rios Grande (cujas cabeceiras ficam na serra da Mantiqueira, em Minas Gerais) e Paranaíba (que nasce em Goiás) a uns 10 km a nordeste da cidade de Aparecida do Taboado, daí até o ponto extremo de Mato Grosso do Sul, faz divisa entre este Estado e o de São Paulo.

Rio Grande

Nasce no estado de Minas Gerais, afluente pela margem direita do Rio Paraná.

Rio Paranaíba

Um dos formadores do rio Paraná (o outro é o rio Grande). Nasce em Minas Gerais e, a partir da foz do rio Aporé até a junção com o rio Grande, faz divisa entre Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Por ele chegaram os primeiros povoadores do Bolsão sul-mato-grossense.

Outros rios
  • Rio Pântano: afluente pela margem direita do rio Paraná; limite entre os municípios de Aparecida do Taboado e Selvíria, no seu baixo curso; e entre os municípios de Aparecida do Taboado e Inocência, no seu alto curso.
  • Rio Quitéria: afluente pela margem direita do rio Paraná, no município de Aparecida do Taboado. Bacia do rio Paraná. Sua nascente está no município de Inocência. Em sua foz localiza-se o porto Taboado, na represa de Ilha Solteira, e a 23 km acima (a montante) da Usina Hidrelétrica do mesmo nome.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Se localiza na região de influência do Cerrado. A vegetação do município de Aparecida do Taboado revela o domínio da pastagem plantada, remanescentes da vegetação natural, concentram-se na porção oeste do município, onde o domínio é do Cerrado Arbóreo Denso (Cerradão), que se constitui de uma formação composta por denso estrato de árvores de porte médio. A Lavoura é pouco expressiva.

Geografia política[editar | editar código-fonte]

Fuso horário[editar | editar código-fonte]

Diferente de outras cidades do estado do Mato Grosso do Sul, Aparecida do Taboado segue o horário de Brasília. e está -4 horas com relação ao Meridiano de Greenwich (Tempo Universal Coordenado).

Área[editar | editar código-fonte]

Ocupa uma superfície de de 2 750,130 km², representando 0,77% do Estado. A área urbana totaliza 154,45 km².

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Aparecida do Taboado (sede).

Arredores[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros habitantes da região vieram dos estados de São Paulo e Minas Gerais entre 1830 e 1838. O primeiro povoado surgido na região foi o Porto Taboado, às margens do Rio Paraná, empreendimento dos mineiros João Barbosa e Máximo José da Rocha a partir de 1900. Posteriormente, Antônio Leandro cedeu parte de sua fazenda, denominada Córrego do Campo, um pouco distante das margens do Rio Paraná e iniciou a implantação de um novo povoado, que tomou a denominação de Lagoa Suja, atualmente, Aparecida do Taboado.

Foi elevada a distrito pela Lei N. 1.012, de 1 de agosto de 1926 e o município foi criado pela Lei N. 130, ocorrido em 28 de Setembro de 1948, data em que se comemora o aniversário da cidade. Instalado em 15 de janeiro de 1949.

Em 1977 o sul de Mato Grosso se emancipa formando o atual estado de Mato Grosso do Sul com capital em Campo Grande, a qual Aparecida do Taboado faz parte atualmente. Em 1998 é inaugurada a Ponte Rodoferroviária sobre o Rio Paraná, possibilitando a ligação rodoviária com o estado de São Paulo.

Nome[editar | editar código-fonte]

O nome Aparecida do Taboado ocorre pelos seguintes motivos:

  • O nome Aparecida é uma homenagem do fundador, Antônio Leandro de Menezes, que fez uma promessa a Nossa Senhora Aparecida para a cura de um filho doente e doou terreno para a elevação de uma cidade, e foi construída uma capela na atual praça da Igreja Matriz do município em devoção à padroeira.
  • Já o nome Taboado vem de um antigo porto às margens do rio Paraná que tinha muitas taboas, uma vegetação comum em áreas alagadas do cerrado.

Economia e infra-estrutura[editar | editar código-fonte]

Possui uma pecuária e indústria que desponta por sua localização em relação a grandes mercados consumidores como o estados de São Paulo e Minas Gerais.

É o 4º município mais industrializado do estado, tendo um comércio em crescimento e sua economia é forte no setor da agropecuária com uma fábrica de açúcar (Álcoolvale).

Em 1998 a economia da região foi fortalecida com a inauguração da Ponte Rodoferroviária sobre o Rio Paraná, possibilitando a ligação rodoviária com o estado de São Paulo.

Turismo[editar | editar código-fonte]

A cidade possui várias praias de água doce às margens do Rio Paraná e de seus afluentes, culinária típica da região Centro-Oeste, além de vários hotéis e pousadas.

Feriados municipais

Serviços[editar | editar código-fonte]

Transportes

Administração[editar | editar código-fonte]

  • Prefeito: José Robson Samara de Almeida(2013/2016).
  • Vice-prefeito: Reinaldo Antônio de Queiroz(2013/2016).
  • Presidente da Câmara:Rodrigo Queiroz Neto.
  • Vereadores: Carlos Antônio Socorro da Silva, Claudinei Paulo da Silva, Gilson Antônio de Barros, Gustavo Carvalho Rodrigues de Almeida, Jefferson Rinaldi Bernardino, José Rodrigues de Matos, Luiz Martiniano de Aquino e Rogério Mendes Ramos.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. Mapas e rotas Guia 4 Rodas. Página visitada em 3 de novembro de 2011.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Urbanização das cidades brasileiras Embrapa Monitoramento por Satélite. Página visitada em 30 de Julho de 2008.
  5. Estimativa Populacional 2011 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2011). Página visitada em 13 de setembro de 2011.
  6. Mato Grosso do Sul Embrapa. Página visitada em 19 de julho de 2011.
  7. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  8. Indice GINI Cidade Sat. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2000). Página visitada em 06 de agosto de 2011.
  9. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons