Sicredi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde junho de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
SICREDI - Sistema de Crédito Cooperativo
Logomarca do Sicredi
Slogan Gente que Coopera Cresce
Tipo Sociedade Cooperativista
Fundação 28 de dezembro de 1902 (em Nova Petrópolis)
Fundador(es) Theodor Amstad
Sede Porto Alegre,  Brasil
Áreas servidas Brasil
Locais BA, GO, MS, MT, PA, PR, RO, RS, SC, SP e TO
Proprietário(s) Mais de 2 Milhões de Associados
Pessoas-chave Ademar Schardong
Empregados Mais de treze mil Colaboradores
Produtos Serviços Financeiros
Parentesco Sicredi Participações S.A.
Lucro R$ 518,1 milhões (2011)[1]
Página oficial www.sicredi.com.br

O Sicredi opera com 115 cooperativas de crédito, integradas horizontal e verticalmente. A integração horizontal está representada na rede de mais de 1.100 unidades de atendimento (UAs) e postos avançados, distribuídos em 905 municípios, em onze estados brasileiros. Na integração vertical, as cooperativas estão organizadas em quatro Centrais – acionistas da Sicredi Participações S.A., uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo que controla empresas específicas que atuam na distribuição de seguros, administração de cartões e de consórcios. Em dezembro de 2011, o sistema superou 2 milhões de associados.[1] É um dos três principais sistemas de cooperativas de crédito brasileiros junto com a Unicred e o Sicoob.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Theodor Amstad, fundador da 1ª Cooperativa de Crédito Brasileira.

Década de 1900

Em 28 de dezembro de 1902 foi constituída a primeira cooperativa de crédito brasileira, na localidade de Linha Imperial, município de Nova Petrópolis, atual Sicredi Pioneira RS.

Década de 1920

Em setembro de 1925 ocorreu a criação da primeira Central de Caixas Rurais, denominada União Popular do Rio Grande do Sul, que reuniu 66 cooperativas até 1964. Em 1967, esta central é transformada na Cooperativa de Crédito Sul Rio-Grandense, atual Sicredi Metrópolis RS.

Décadas de 1960 e 1970

Sob a denominação de Caixas Populares Raiffeisen, existiam 66 cooperativas de crédito, em 1964, com papel expressivo no sistema financeiro do Rio Grande do Sul. Neste mesmo ano, ocorreu a reformulação do Sistema Financeiro Nacional (Lei 4.595/64), que impôs restrições normativas ao funcionamento das cooperativas de crédito brasileiras.

Com a aprovação da reforma bancária e a institucionalização do crédito rural (Lei 4.829/65), as restrições normativas e a perda de competitividade fizeram desaparecer mais de 50 cooperativas de crédito no Rio Grande do Sul, mais precisamente no período compreendido entre 1970 e 1980.

Década de 1980

Em 27 de outubro de 1980 foi constituída a Cooperativa Central de Crédito do Rio Grande do Sul - Cocecrer/RS, fruto da união de nove cooperativas de crédito remanescentes do sistema Raiffeisen no Rio Grande do Sul.

A partir do segundo semestre de 1981, foram constituídas as três primeiras cooperativas de crédito rural do Paraná. As primeiras operações são realizadas pela Cooperativa de Crédito Agropecuária do Oeste Ltda., atual Sicredi Oeste PR. Em janeiro de 1985, as dez cooperativas de crédito singulares em atividade no Paraná constituem a Cooperativa Central de Crédito Rural do Paraná - Cocecrer/PR, atual Central Sicredi PR. Em novembro e dezembro de 1987, mais sete cooperativas de crédito e cinco cooperativas agropecuárias de 2º grau filiam-se à Cocecrer/PR.

Em 1989, com a criação de mais cinco cooperativas de crédito em Mato Grosso: Credijul (Sicredi Vale do Cerrado); Credinova; Credioeste (Sicredi Sudoeste); Credinoroeste (Sicredi Noroeste) e Credicanarana (Sicredi Alto Xingu). Foi constituída a Cooperativa Central de Crédito Rural de Mato Grosso - Cocecrer/MT, atual Central Sicredi MT.

Em julho de 1989, foram criadas dez cooperativas de crédito em Mato Grosso do Sul, sendo elas nos municípios de: Dourados (Credidourada), Maracaju (Credimara), Ponta Porã (Credipan), Naviraí (Credinav), Rio Brilhante (Credirio), Caarapó (Credirural), Itaporã (Credita), Sidrolândia (Credilândia), Fátima do Sul (Credivale) e Bonito (Credibon). No dia 10 de novembro do mesmo ano foi criada a Cooperativa Central de Crédito Rural do Mato Grosso do Sul - Cocecrer/MS, atual Central Sicredi Brasil Central.

Edifício Sede do Banco Cooperativo Sicredi S.A., em Porto Alegre.

Década de 1990

Em 10 de julho de 1992, por decisão de todas as cooperativas, a Cocecrer/RS e suas filiadas passam a adotar a marca Sicredi, unificando a identidade de todas as cooperativas do Sistema em representação ao Sistema de Crédito Cooperativo.

Em 16 de outubro de 1995, autorizadas pelo Conselho Monetário Nacional (Resolução nº 2.193/95) as cooperativas filiadas à Central Sicredi RS constituem o Banco Cooperativo Sicredi S.A, primeiro banco cooperativo privado brasileiro. Também neste mesmo ano ocorre a integração da Cocecrer-PR ao Sicredi, atual Central Sicredi PR.

Em 03 de junho de 1996, iniciam-se as operações do Banco Cooperativo Sicredi. Em 13 de dezembro, as cooperativas do Paraná e do Rio Grande do Sul unem-se para fortalecer o Banco Cooperativo Sicredi, tornando-o, assim, um banco interestadual. No mesmo perído ocorre a integração da Cocecrer-MT ao Sicredi, atual Central Sicredi MT.

Em 19 de agosto de 1997, iniciam-se as atividades do Banco Cooperativo Sicredi em Curitiba/PR. No mesmo ano ocorre a integração da Cocecrer-MS ao Sicredi, atual Central Sicredi Brasil Central.

Em 1998 é constituída a Alcred Central-SP, atual Central Sicredi SP. No mesmo período, o Banco Cooperativo Sicredi é autorizado a realizar operações de crédito rural com encargos equalizados pelo Tesouro Nacional.

Década de 2000

Constituídas a Confederação Sicredi (objetivo de prestar serviços ao Sistema e entidades conveniadas) e a Corretora de Seguros Sicredi Ltda. Em 30 de novembro, o Conselho Monetário Nacional aprova a Resolução nº 2788/00, facultando aos bancos cooperativos a transformarem-se em bancos múltiplos. Neste periodo, o Banco Cooperativo Sicredi concretiza sua participação na BC CARD - Administradora de Cartões dos Bancos Cooperativos Ltda.

Em 2002, a Cooperativa Central de Economia e Crédito Mútuo dos Médicos da Aliança Cooperativista do Estado de São Paulo - ALCRED Central-SP (atual Central Sicredi SP) e suas filiadas passam a integrar o Sicredi. Assim, inicia a operação do Sicredi em São Paulo.

Em 28 de dezembro de 2002, o cooperativismo de crédito comemora o centenário da cooperativa de crédito de Nova Petrópolis e é inaugurado o monumento "A Força do Cooperativismo", em Nova Petrópolis/RS.

Em 25 de junho de 2003, o Conselho Monetário Nacional aprova a Resolução n° 3.106/03, que permite a livre admissão de associados às cooperativas de crédito. Em 26 de junho do mesmo ano, o Sicredi inicia suas atividades em Santa Catarina.

Em 2004 é constituida a Administradora de Bens Sicredi Ltda.

Em 2005 iniciam-se as atividades do Sicredi em Goiás, Tocantins, Pará e Rondônia. No mesmo ano são constituídas a Fundação Sicredi e a Administradora de Consórcios Sicredi Ltda.

Em 2006, o Banco Cooperativo Sicredi, adquire as quotas de participação do Bancoob na BC Card. Com esta transação, a empresa passa a ter a seguinte razão social: Administradora de Cartões Sicredi Ltda.

Em 2008 inicia-se o Projeto de Reestruturação Organizacional e de Governança do Sicredi.A Sicredi Participações S.A, foi constituída em 10 de outubro 2008 para propiciar a participação direta e formal das cooperativas de crédito na gestão corporativa e, ao mesmo tempo, para dar aos associados, à sociedade, aos órgãos de regulação, aos grandes fundos de investimento e às demais instituições financeiras que operam em nível nacional e internacional maior transparência na estrutura de governança do Sicredi.

Em 2010, o Sicredi firma uma parceria com o Rabo Financial Institutions Development - RD, braço de desenvolvimento do grupo holandês RABOBANK (ver http://en.wikipedia.org/wiki/Rabobank), sistema de crédito cooperativo holandês presente em 40 países. Mediante participação minoritária no Banco Cooperativo Sicredi, o sistema holandês passa a transferir sua expertise de 160 anos de organização e, ao mesmo tempo, através do Sicredi, investir nas atividades econômicas do quadro associativo das cooperativas de crédito que o integram.[3] (2011)[4]

Referências

  1. a b [1], Relatório Anual 2011 - Banco Cooperativo Sicredi S.A.
  2. Araújo, Elisson Alberto Tavares; Silva, Wendel Alex Castro. (janeiro/junho 2011). "[http://www.contextus.ufc.br/index.php/contextus/article/download/145/110 Cooperativas de Crédito: a Evolução dos Principais Sistemas Brasileiros com um Enfoque em Indicadores Econômico-Financeiros]" (em português). Contextus - Revista Contemporânea de Economia e Gestão 9 (1): 117-126. Benfica, Fortaleza-CE: FEAAC/UFC. ISSN 2178-9258. OCLC 750897389.
  3. [2], Página Institucional do Sicredi.
  4. [3], Rabobank compra 30% de participação no Sicredi.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um banco ou instituição financeira é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.