Bodoquena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Bodoquena
"Cidade serrana"
Bandeira de Bodoquena
Brasão de Bodoquena
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 13 de maio
Fundação 13 de maio de 1980 (34 anos)
Emancipação 13 de maio de 1980
Gentílico bodoquenense
Padroeiro(a) Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
Prefeito(a) Jun Iti Hada (PMDB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Bodoquena
Localização de Bodoquena no Mato Grosso do Sul
Bodoquena está localizado em: Brasil
Bodoquena
Localização de Bodoquena no Brasil
20° 32' 20" S 56° 42' 54" O20° 32' 20" S 56° 42' 54" O
Unidade federativa  Mato Grosso do Sul
Mesorregião Sudoeste de Mato Grosso do Sul IBGE/2008[1]
Microrregião Bodoquena IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Bonito; Corumbá; Miranda e Porto Murtinho
Distância até a capital federal: 1,385 km
estadual: 251
km
Características geográficas
Área 2,507 244 km² (MS: 46º)[2]
Área urbana 1,585 km² (MS: 53º) – est. Embrapa[3]
Distritos Bodoquena (sede), Morraria do Sul
População 7 956 hab. (MS: 58º) –  est. IBGE 2011[4]
Densidade 3,173 hab/km²
Altitude 132 m
Clima tropical Aw
Fuso horário UTC−4
Indicadores
IDH-M 0,708 (MS: 68º) – alto PNUD/2000 [5]
Gini 0,430 (MS: 26º) – est. IBGE 2003[6]
PIB R$ 114 137 mil (MS: 49º) – IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 13,586 10 IBGE/2008[7]
Página oficial

Bodoquena é um município brasileiro da região Centro-Oeste, situado no estado de Mato Grosso do Sul. Situada na região da Serra da Bodoquena, está a 70 km da cidade de Bonito. É um dos municípios que integram o complexo turístico do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, apresentando grande potencial turístico. E juntamente com Bonito, Jardim e Guia Lopes da Laguna, a cidade forma um importante cinturão turístico de Mato Grosso do Sul, com mais de 30 atrações diferentes.

Com o objetivo de incrementar o ecoturismo o Programa de Desenvolvimento do Turismo, recentemente houve investimentos de mais de R$ 130 milhões em obras e programas de saneamento, pavimentação e incentivo ao ecoturismo na região da Serra da Bodoquena.[8]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localização[editar | editar código-fonte]

A cidade de Bodoquena está localizada no sul da região Centro-Oeste do Brasil, a oeste de Mato Grosso do Sul e próximo à fronteira com o Paraguai e Bolívia. Localiza-se a uma latitude 20º32'19" sul e a uma longitude 56º42'54" oeste. Distâncias:

Geografia física[editar | editar código-fonte]

Solo

Quanto ao solo, são encontrados diferentes tipos, concentrando o rendizina a oeste ocupando 52,1 % do total do município, o podzólico vermelho escuro na porção central com 10,7 % e o brunizém avermelhado com 8,4 % também na porção central, e o regossolo a leste ocupando 19,9 % do Município. Além destes também são encontrados em quantidade menor o solonetz solodizado, o glei pouco úmido e os solos litólicos.

Clima e temperatura

O clima no município é caracterizado como Termoxeroquimênico Atenuado. A temperatura média do mês mais frio é maior que 15°C e menor que 20°C.

A duração do período seco é de 3 a 4 meses e as precipitações variam entre 1.200 a 1.500 mm anuais.

Relevo e altitude

A Serra da Bodoquena, situada na borda sudeste do Complexo do Pantanal, é formada pelas cidades de Bonito, Jardim e Bodoquena. Conta com o Parque Nacional da Serra da Bodoquena, criado em novembro de 2000, com 76.400 ha. Possui altitude de 132 metros.

Vegetação

A análise da vegetação do município revela o domínio da savana (cerrado) nas fisionomias arbórea densa, gramíneo-lenhosa (Campo Limpo) e contato com floresta estacional e floresta estacional decidual. Com o passar do tempo, esta vegetação natural vem sendo descaracterizada devido a ações antrópicas, cedendo lugar às atividades agropecuárias, ampliando o domínio da pastagem.

Hidrografia

O Município de Bodoquena pertence à Bacia Hidrográfica do Paraguai, Sub-bacia do Miranda. Nascem no município os rios Betione e Chapena e os córregos Furadinho e Campina. Fazem divisa com outros municípios os seguintes cursos d’água: rios Salobra e Miranda e córrego Furadinho com o Município de Miranda; córrego Taquarussú e o rio Chapena com o Município de Bonito.

Geografia política[editar | editar código-fonte]

Fuso horário

Está a -1 hora com relação a Brasília e -4 com relação a Grenwith.

Área

Possui área de 2.507,24 km². A sede do município está localizada na porção central com uma área urbana de 963,2139 Ha e perímetro de 16.878,79 m, de acordo com a última lei de expansão urbana, Lei nº 257 de 26 de junho de 1.996, divididos em uma área central e 11 bairros, todos dentro do perímetro urbano.

Subdivisões

Possui um distrito denominado Morraria do Sul.

Limites

Localizada no entorno do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, Bodoquena Limita-se ao Norte com o Município de Miranda, ao Sul e ao Leste com o Município de Bonito, a Oeste com o Município de Porto Murtinho e Corumbá.

História[editar | editar código-fonte]

A existência da imensa, compacta e centenária floresta, na região da Serra do Bodoquena, município de Miranda, levou o governador do Estado, Arnaldo Estevão de Figueiredo, a implantar na região em 1950, uma colônia agrícola, pois as terras eram de patrimônio do Estado. A partir de então colonos de diversos lugares do país e de países vizinhos como o paraguai vieram para a região atraídos pela boa qualidade do solo propício para a agropecuária. Os primeiros colonos instalados foram Chico Mineiro e Alfredo Pedro de Araújo. No início a ligação entre Miranda e a colônia era chamado de Trilha dos Caminheiros da Fé, que totalizava 55 km e recebeu este nome por causa dos vários obstáculos (pântanos, morros, matas e igarapés) e que durante as cheias do Rio Miranda deixava a colônia praticamente isolada.

Com o desenvolvimento da colônia a partir de 1960, formou-se a Vila da Amizade, que já possuia um estabelecimento comercial. Em 14 de dezembro de 1963, através da Lei nº 2.079, passou a distrito com o nome de Patrimônio de Campão. Em 1977 passa a fazer parte do atual estado de Mato Grosso do Sul. O distrito passa a ser município através da Lei nº 87 de 13 de maio de 1980, a partir daí com o nome de Bodoquena, sendo desmembrado do município de Miranda.

Comemora-se seu aniversário dia 13 de maio.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia do Município se baseia na agropecuária, sendo responsável por mais de 40% da renda do município.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Bodoquena é uma das promessas para o ecoturismo no Estado de Mato Grosso do Sul, devido ao seu forte potencial natural. Rios como o Betione e o Campina exibem cursos de águas cristalinas consequência da grande porção de calcário presente nos recursos hídricos. São vários balneários, grutas, cachoeiras e trilhas ecológicas que formam este complexo turístico. Juntamente com Bonito, Jardim e Guia Lopes da Laguna, constituem o Complexo Turístico da Serra da Bodoquena, região de grande potencial turístico. Abaixo as atrações locais:

Gruta do Urubu-Rei

Possui uma trilha íngreme que acompanha uma corredeira. Seu nome se deve a concentração dessas aves. Situada a 15 metros de altura, possui uma nascente e uma cascata de aproximadamente 10 metros na sua fachada frontal

Gruta Califórnia

Localizada na morraria da serra da Bodoquena, tem vista panorâmica do Campo dos Índios, uma reserva indígena. Possui 20 metros de altura.

Córrego Azul

Afluente do Rio Salobra e com uma mata ciliar que margeia o córrego. Possui 800 metros de extensão com águas cristalinas.

Trilha Ecológica da Boca da Onça

Possui esse nome por causa da concentração de onças no passado. Possui uma trilha de 3 km que corta uma mata nativa com várias árvores centenárias e vários animais silvestres. Avista-se 4 cachoeiras.

Fazenda Indiana

Possui pista de pouso para pequenos aviões.

Hotel-Fazenda Betione

Além de áreas de lazer, possui trilhas ecológicas de até 5 km, além de mais de 40 cachoeiras.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Na cultura o município é conhecido pelas festas como as do Laço Comprido, Santos Reis e São Sebastião.

Eventos[editar | editar código-fonte]

  • Aniversário do Município - 13 de Maio

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Mato Grosso do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 de dezembro de 2010.
  3. Urbanização das cidades brasileiras Embrapa Monitoramento por Satélite. Página visitada em 30 de Julho de 2008.
  4. Estimativa Populacional 2011 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2011). Página visitada em 13 de setembro de 2011.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. Indice GINI Cidade Sat. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2000). Página visitada em 6 de agosto de 2011.
  7. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  8. etur.com.br, 13/11/2005: Prodetur investe R$ 133 milhões na região da Bodoquena, acessado em 16 de setembro de 2009