Cid Guerreiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde setembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Cid Eduardo Meireles, também conhecido como Cid Guerreiro é um músico e apresentador brasileiro. Em sua carreira, ganhou mais notoriedade por ser um dos compositores das músicas Ilariê e Tindolelê, cantadas pela apresentadora brasileira Xuxa.[1] Ilariê foi um dos grandes sucessos da sua carreira e fez parte do álbum Xou da Xuxa 3, que entrou para o Guiness Book como disco infantil mais vendido.[2] A parceria começou em 1988 com "Ilariê" e suas composições se tornaram frequentes nos discos de Xuxa, que passaram a ser muito valorizadas. As músicas "Tindolelê" e "Pinel por Você" se tornaram o carro-chefe dos álbuns posteriores e fizeram muito sucesso - apesar de não repetirem o êxito de "Ilariê". o álbum "Xou da Xuxa Sete" suas músicas perderam o folêgo e não emplacaram. Depois, o cantor escreveu outras músicas, que não repercutiram muito, sendo sua última composição nos álbuns da apresentadora a música "O Bicho vai pegar", de 1999. Publicamente, Xuxa e ele se encontraram pela última vez na Bahia, quando a apresentadora subiu no trio elétrico de Ivete Sangalo no carnaval de Salvador, em 2006.

No auge de sua carreira, fez várias participações em programas de televisão. Como cantor, Cid fez várias participações em programas de televisão como Xou da Xuxa, Cassino do Chacrinha, Show Maravilha, Xuxa Hits, Raul Gil, entre outros. Cid teve uma pequena carreira internacional, chegando a gravar CDs em espanhol e a ganhar prêmio na Argentina.[3] Entre 2007 e 2008, ele chegou a apresentar os programas "Tribo Radical", "Verão da Tribo" e "Tv Tribo", em ambas exibições independentes, entre eles a TV Jangadeiro, que na época, foi filiada do SBT.

Se tornou evangélico em 2009 e gravou um CD de músicas gospel. Já participou em alguns programas do gênero em emissoras locais, como Paz e Amor da Tv Diário. Em 2014, o cantor e compositor fará um projeto infantil gospel com personagens e mensagens positivas, intitulado "Guerreirinhos de Deus".

Compositor[editar | editar código-fonte]

Como compositor, ele fez parcerias nas canções para alguns artistas, entre elas, a primeira e famosa canção da apresentadora Xuxa. Além de outras composições para a dupla Atchim e Espirro e da apresentadora Eliana.

Cantor[editar | editar código-fonte]

Como cantor, Cid lançou diversas músicas de trabalho (contando com sua fase atual da carreira) e alguns de sucesso.

  • "Dança do Bambolê" (1987)
  • "Tô querendo navegar" (1988-89)
  • "Te futaco" (1989)
  • "Coisa Brasileira" (1990)
  • "Pirata e Sereia" (1990)
  • "Pra vadiar" (1990-91)
  • "Mutchaka" (1991-92)
  • "Beckenbala" (1993)
  • "Nossa Gente (Avisa lá)" (1993)
  • "Paz e Amor" (1993)
  • "O Bicho Tá No Morro" (1994-95)
  • "Dulce Obsesion" (1994)
  • "Cabecinha do Papai" (1996)
  • "Chamego" (1997)
  • "Dança do Urubu" (1998-99)
  • "A Tribo" (2006)
  • "Prego na Mão" (2009-2010)
  • "Vamos Abrir o Mar" (2010)
  • "Eis me aqui" (2013)

Referências

  1. [1] (em inglês) Discogs.
  2. Memória Globo Globo.com. Memoriaglobo.globo.com.
  3. Jornal da Facom Jornaldafacom.ufba.br.
Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.