Complexo do pombo enxadrista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O conceito psicológico do complexo do pombo enxadrista ou complexo do pombo xadrezista foi criado na Internet como uma ironia especialmente relacionada com debates sobre a questão "Criacionismo versus Teoria da Evolução" dos seres vivos, mas é expansível seu uso como um comportamento em qualquer debate.[1] É usado para descrever o comportamento de um dos lados em uma discussão, onde um lado (invariavelmente o menos provido de referências e bases técnico-científicas, ou formalismo), sem mais contra-argumentos, age com infantilidade.

Seu comportamento é descrito pela seguinte frase:

Discutir com Fulano é o mesmo que jogar xadrez com um pombo: ele defeca no tabuleiro, derruba as peças e sai voando cantando vitória.[2]

Normalmente em discussões, um dos lados, o mais fraco, quando fica sem argumentos, cai em falácias e começa a agredir verbalmente o interlocutor (propriamente a clássica falácia argumentum ad hominem), para, em seguida, sair "cantando vitória", (falácia da falsa proclamação de vitória).[3] Trata-se de uma técnica inferior de erística.

O termo “chess pigeon” (pombo enxadrista) surgiu de um comentário feito em 2005 por Scott D. Weitzenhoffer, a respeito do livro “Evolucionism Vs Creationism: An Introduction” de Eugenie Scott: “Debater com criacionistas sobre o tópico evolução é comparado a tentar jogar xadrez com um pombo – ele derruba as peças, defeca no tabuleiro e volta voando pro seu bando para cantar vitória”. [4]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]