Crossroads (filme de 1986)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Crossroads
A Encruzilhada (PT)
Encruzilhada (BR)
1986 • cor • 96 min 
Direção Walter Hill
Roteiro John Fusco
Elenco Ralph Macchio
Joe Seneca
Jami Gertz
Robert Judd
Género Drama
País EUA
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Crossroads (no Brasil, Encruzilhada; em Portugal: A Encruzilhada) é um longa-metragem de 1986 estrelado por Ralph Macchio, Joe Seneca, Jami Gertz; dirigido por Walter Hill; com música de Ry Cooder e participação do guitarrista Steve Vai. É, ao mesmo tempo, um sucesso de público e crítica e um cult movie.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme conta a história de um jovem e talentoso estudante de música clássica, Eugene Martone (interpretado por Ralph Macchio), que é aficcionado por blues.

Mesmo reprimido pelo seu professor, um purista, o jovem não se intimida e descobre que Robert Johnson, lendário violonista de blues, tinha um contrato para gravar 30 músicas, tendo, contudo, gravado somente 29 até sua morte. Com a intenção de gravar a música perdida e iniciar sua carreira com chave de ouro, ele ajuda na fuga de Willie Brown (Joe Seneca), um antigo gaitista de blues e amigo íntimo de Robert Johnson, de um asilo-prisão.

Assim começa a busca de ambos pela "Encruzilhada", local onde Johnson e Brown teriam vendido suas almas ao Diabo para se tornarem famosos cantores de blues.

O desfecho do filme se dá com um glorioso duelo de guitarras entre o jovem estudante de música clássica e o guitarrista do Diabo, Jack Butler (ninguém menos do que o guitarrista Steve Vai). Durante o filme, a maior parte das dedilhadas de Ralph Macchio foram dubladas pelo guitarrista Ry Cooder.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Festival Prêmio Categoria Indicados Resultado Ref.
1986 Bélgica Festival Internacional de Cinema da Flandres-Gent Prêmio Georges Delerue Melhor música original Ry Cooder Venceu [1] [2]

Trilha Sonora Oficial[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Crossroads"   Ahmad Jamal, Robert Johnson, Traditional 4:24
2. "Down in Mississippi"   J. B. Lenoir 4:25
3. "Cotton Needs Pickin'"   Frank Frost, Richard "Shubby" Holmes, John Price, Otis Taylor 2:58
4. "Viola Lee Blues"   Noah Lewis 3:11
5. "See You in Hell, Blind Boy"   Ry Cooder 2:10
6. "Nitty Gritty Mississippi"   Fred Burch, Don Hill 2:57
7. "He Made a Woman Out of Me"   Fred Burch, Don Hill 4:12
8. "Feelin' Bad Blues"   Ry Cooder 4:16
9. "Somebody's Callin' My Name"   Traditional 1:45
10. "Willie Brown Blues"   Ry Cooder, Joe Seneca 3:45
11. "Walkin' Away Blues"   Ry Cooder, Sonny Terry 3:37
Duração total:
37:06
  • Fonte:Allmusic.com[3]

Recepção pela crítica[editar | editar código-fonte]

Crossroads foi, em geral, bem recebido pela crítica. O site Rotten Tomatoes deu-lhe uma classificação de 79%.[5] O critico estadunidense Roger Ebert escreveu que "Crossroads (...) é um lembrete de tantos outros filmes e é um pouco surpreendente, no final, para perceber o quão eficaz é este filme e como é original e consegue-se senti-lo, apesar de todas as pilhagens".[6]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.