Dorothy Dandridge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dorothy Dandridge no trailer do filme Terror no Mar (1958)

Dorothy Jean Dandridge (Cleveland, 9 de novembro de 1922West Hollywood, 8 de setembro de 1965) foi uma atriz e cantora estadunidense.

Foi a primeira atriz negra a ser indicada ao Oscar de melhor atriz. Também foi a primeira mulher negra a aparecer na capa da revista Life e a se apresentar no Waldorf-Astoria Hotel.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Dorothy Dandridge nasceu em Cleveland, em 9 de novembro de 1922. Foi a primeira atriz negra a ser indicada ao Oscar de melhor atriz, pelo papel homônimo no musical Carmen Jones (1954). Também foi a primeira mulher negra a aparecer na capa da revista Life e a se apresentar no Waldorf-Astoria Hotel.

Atuou em 34 filmes. Entre eles, Bright Road (1953), Terror no Mar (1958), Porgy & Bess (1959) e Málaga (1960).

Em 1942, Dandridge se casou com o dançarino Harold Nicholas e teve uma filha, Harolyn Suzanne Nicholas. A criança nasceu com problemas mentais, e o casal se divorciou em 1951.

Em 1959, Dandridge se casou com Jack Denison e se divorciou mais tarde devido a abusos domésticos e problemas financeiros. Nesta época, ela descobriu estar devendo cerca de 139 mil dólares em taxas. Tal fato a fez vender sua casa em Hollywood e colocar sua filha em uma instituição para crianças com problemas mentais.

Dandridge passou a morar na Califórnia. Sozinha e sem trabalho ela entrou em colapso.

Por sua contribuição e legado à indústria cinematográfica, Dandridge possui - desde 1983 - uma estrela na Calçada da Fama.

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 8 de setembro de 1965, Dandridge falou ao telefone com o amigo Gerry Branton. Dandridge iria voar a Nova York no dia seguinte para se preparar para o noivado na boate Basin Street East.

Várias horas após a sua conversa com Branton, Dandridge foi encontrada morta por seu empresário, Earl Mills. Dois meses depois, um instituto de Los Angeles determinou a causa da morte como overdose acidental de imipramina, um antidepressivo tricíclico. Ela tinha 42 anos.

Em 12 de setembro de 1965, um funeral privado foi realizada para Dandridge na Capelinha das Flores.

Em seguida, ela foi cremada e suas cinzas foram sepultadas no Mausoléu da Liberdade, no Forest Lawn Cemetery, em Glendale, na Califórnia.

Indicações a prêmios[editar | editar código-fonte]

BAFTA Film Awards
Globo de Ouro
Oscar

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Dorothy Dandridge