Duque de Cumberland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Duque de Cumberland é um título de nobreza conferido para membros mais jovens da família real britânica.

O ducado foi criado pela primeira vez em 1644 no Pariato da Inglaterra para o sobrinho de Carlos I, o príncipe Ruperto do Reno. Extinto e recriado várias vezes no Pariato da Grã-Bretanha, o ducado de Cumberland foi criado pela última vez para Ernesto Augusto, quinto filho de Jorge III, sob a forma de Duque de Cumberland e Teviotdale, mas o título foi abolido em vista das atividades pró-alemãs do último duque, Ernesto Augusto II de Hanôver, conforme aprovada na Titles Deprivation Act 1917.

Duques[editar | editar código-fonte]

Duque de Cumberland, primeira criação (1644)[editar | editar código-fonte]

também Conde de Holderness (Ingglaterra, 1644)

Duque de Cumberland, segunda criação (1689)[editar | editar código-fonte]

também Conde de Kendal e Barão Wokingham (Inglaterra, 1689)

Duque de Cumberland, terceira criação (1726)[editar | editar código-fonte]

também Marquês de Berkhamstead, Conde de Kennington, Visconde Trematon e Barão Alderney (Grã-Bretanha, 1726)

Duque de Cumberland e Strathearn (1766)[editar | editar código-fonte]

também Conde de Dublin (Irlanda, 1766)

Duques de Cumberland e Teviotdale (1799)[editar | editar código-fonte]

também Conde de Armagh (Irlanda, 1799)

Herdeiros do ducado, se restaurado[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]