Duque de Rothesay

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
brasão dos duques de Rothesay: à esquerda, o escudo do High Steward; à direita, o escudo do Lorde das Ilhas; no centro, o escudo dos herdeiros aparentes da Coroa escocesa.

O título de Duque de Rothesay era o título oficial que os herdeiros legítimos do trono do Reino da Escócia possuíam.

Posto que um trono escocês independente não mais existe desde o Tratado de União de 1707, que uniu o Reino da Escócia ao da Inglaterra para formar o Reino da Grã-Bretanha (depois conhecido como Reino Unido com a união posterior ao Reino da Irlanda, o título agora pertence ao herdeiro do trono do Reino Unido.

Este é o título que deve ser usado pelo herdeiro aparente quando estiver na Escócia, em preferência ao títulos ingleses de duque da Cornualha (que também pertence ao filho varão mais velho do monarca por direito) e príncipe de Gales (tradicionalmente cedido ao herdeiro aparente do Reino Unido).

O duque de Rothesay também ostenta outros títulos escoceses, incluindo os de conde de Carrick, barão de Renfrew, lorde das Ilhas e príncipe da Escócia.

O título vem de Rothesay, na ilha de Bute, Argyll e Bute, mas não está associado qualquer entidade legal ou propriedades, a despeito do ducado da Cornualha.

História[editar | editar código-fonte]

O título foi criado por Roberto III da Escócia em favor de seu filho Davi Stewart em 28 de abril de 1398. Depois de sua morte, o ducado foi dado a seu irmão Jaime, depois Jaime I da Escócia. A partir de então, o herdeiro aparente da Coroa da Escócia passou a deter o título; um ato do Parlamento da Escócia em 1469 confirmou esse padrão de sucessão.

O condado de Carrick existia desde o século XII. Em 1306, Roberto de Bruce, conde de Carrick, tornou-se Roberto I da Escócia, e o condado foi anexado à Coroa. Nos anos que se seguiram, sucessivos reis da Escócia recriaram o título para herdeiros aparentes. Por fim, o ato de 1469 estabeleceu o condado para o filho varão mais velho do monarca escocês.

O baronato de Renfrew, outra dignidade detida sob o ato de 1469, foi primeiramente para um herdeiro aparente em 1404. Na Escócia, barões mantinham títulos feudais, não pariatos: um lorde do Parlamento na Escócia equivale a um barão inglês ou britânico. Entretanto, alguns afirmam que o ato de 1469 efetivamente elevou o baronato de Renfrew à dignidade dum pariato. Outros sugerem que isto aconteceu apenas com a União das Coroas em 1603. Enfim, alguns eruditos argumentam que a dubiedade acerca do texto do ato de 1469 deixa o baronato como título feudal.

O cargo de High Steward da Escócia data de seu primeiro titular, Walter FitzAlan, no século XII. O sétimo High Steward, Roberto, subiu ao trono escocês como Roberto II em 1371. Depois disso, somente os herdeiros aparentes da Coroa detiveram esse cargo. O ato de 1469 também trata disto.

Lorde das Ilhas[editar | editar código-fonte]

Outro título não-pariato pertecente ao herdeiro aparente, o de lorde das Ilhas, merece destaque. Os lordes das Ilhas, oriundos da família McDonald, funcionavam como vassalos dos reis escoceses (ou noruegueses) no controle das Hébridas Exteriores. O ambicioso John McDonald II, quarto lorde das Ilhas, fez um acordo secreto em 1462 com o rei Eduardo IV da Inglaterra, pelo qual procurava fazer de si um soberano independente. Em 1475, Jaime III descobriu as ações do lorde das Ilhas e lhe tomou o título. McDonald recuperou sua condição posteriormente, mas Jaime IV o destituiu novamente em 1463, depois que seu sobrinho provocou uma rebelião. Em 1540, Jaime V concedeu a dignidade aos herdeiros aparentes da Coroa.

Base legal[editar | editar código-fonte]

Um ato do Parlamento da Escócia aprovado em 1469 regula a sucessão da maioria destes títulos. Ele estabelece que "o príncipe primogênito para sempre" deveria ostentar o ducado. Se o príncipe primogênito morrer antes do rei, então o ducado vai para o próximo herdeiro aparente. Embora o ato tenha especificado "rei", os filhos mais velhos de rainhas reinantes subseqüentemente também ostentaram o ducado. A interpretação da palavra "príncipe", todavia, não incluiu mulheres. O filho varão mais velho do soberano britânico, como duque de Rothesay, tinha o direito de votar em eleições para pares representantes desde 1707. (Os Atos de União de 1707 entre o Parlamento da Escócia e o Parlamento da Inglaterra unificou formalmente os dois reinos, criando o Reino da Grã-Bretanha). Este direito continuou até 1963, quando o Parlamento do Reino Unido aboliu a eleição de pares representativos.

Titulares[editar | editar código-fonte]

Herdeiros aparentes da Escócia[editar | editar código-fonte]

Imagem Nome Herdeiro de Nascimento Feito duque em Abdicou em Morte Outros títulos Nome real Consorte
Royal Arms of the Kingdom of Scotland.svg Davi Roberto III 24 de outubro de 1378 28 de abril de 1398 26 de março de 1402 conde de Carrick e Atholl Majorie Douglas
James I of Scotland.jpg Jaime 25 de julho de 1394 10 de dezembro de 1404 4 de abril de 1406
tornou-se rei
21 de fevereiro de 1437 conde de Carrick Jaime I
Royal Arms of the Kingdom of Scotland.svg Alexandre Jaime I 16 de outubro de 1430 1430
James II Portrait.jpg Jaime 16 de outubro de 1430 22 de abril de 1431 21 de fevereiro de 1437
tornou-se rei
3 de agosto de 1460 conde de Carrick Jaime II
James III Stewart.jpg Jaime, 5o duque de Rothesay Jaime II 10 de julho de 1452 3 de agosto de 1460
tornou-se rei
11 de junho de 1488 conde de Carrick, barão de Renfrew Jaime III
James IV of Scotland.jpg Jaime Jaime III 17 de março de 1473 11 de junho de 1488
tornou-se rei
9 de setembro de 1513 conde de Carrick, barão de Renfrew, lorde de Cunningham Jaime IV
Royal Arms of the Kingdom of Scotland.svg Jaime Jaime IV 21 de fevereiro de 1507 27 de fevereiro de 1508 conde de Carrick, barão de Renfrew
Royal Arms of the Kingdom of Scotland.svg Artur 20 de outubro de 1509 14 de julho de 1510 duque de Albany, conde de Carrick, barão de Renfrew
James5.jpg Jaime 15 de abril de 1512 9 de setembro de 1513
tornou-se rei
14 de dezembro de 1542 conde de Carrick, barão de Renfrew Jaime V
Royal Arms of the Kingdom of Scotland.svg Jaime Jaime V 22 de maio de 1540 abril de 1541 conde de Carrick, barão de Renfrew, lorde das Ilhas
King James I of England and VI of Scotland by Arnold van Brounckhorst.jpg Jaime Maria 19 de junho de 1566 24 de julho de 1567
tornou-se rei
27 de março de 1625 príncipe da Escócia, duque de Albany, conde de Ross e Carrick, barão de Renfrew, lorde Ardmannoch, lorde das Ilhas Jaime VI & I
Henry Prince of Wales after Isaac Oliver.jpg Henrique Frederico Jaime VI & I 19 de fevereiro de 1594 6 de novembro de 1612 príncipe de Gales, conde de Carrick, barão de Renfrew, lorde das Ilhas, duque da Cornualha, conde de Chester
Prince Charles the Future Charles I by Robert Peake, 1613. (University of Cambridge).jpg Carlos 19 de novembro de 1600 6 de novembro de 1612 27 de março de 1625
tornou-se rei
30 de novembro de 1649 príncipe de Gales; duque de Iorque, Albany e Cornualha; marquês de Ormond; conde de Ross e Carrick; barão de Renfrew; lorde Ardmannoch e das Ilhas Carlos I
Shield of Arms of the Duke of Rothesay.svg Carlos Jaime Carlos I 13 de maio de 1629 13 de maio de 1629 duque da Cornualha, conde de Carrick, barão de Renfrew, lorde das Ilhas
Charles II as child portrait by Anthony van Dyck 1637.jpeg Carlos 29 de maio de 1630 30 de janeiro de 1649
tornou-se rei/título abolido
6 de fevereiro de 1685 príncipe de Gales; duque da Cornualha; conde de Carrick e Chester; barão de Renfrew; lorde das Ilhas Carlos II
Prince James Francis Edward Stuart by Alexis Simon Belle.jpg Jaime Francisco Eduardo Jaime II & VII 10 de junho de 1688 11 de dezembro de 1688
deposição do pai
1 de janeiro de 1766 príncipe de Gales; duque da Cornualha; conde de Carrick e Chester; barão de Renfrew; lorde das Ilhas

Herdeiros aparentes do Reino Unido[editar | editar código-fonte]

Imagem Nome Herdeiro de Nascimento Feito duque em Abdicou em Morte Outros títulos Nome real Consorte
Jorge Jorge I 30 de outubro de 1683 1 de agosto de 1714 28 de maio de 1727
tornou-se rei
25 de outubro de 1760 príncipe de Gales; duque de Cambridge e Cornualha; conde de Milford Heaven, Carrick e Chester; visconde Northallerton; barão de Tewkesbury e Renfrew; lorde das Ilhas Jorge II Carolina de Ansbach
Frederick Prince of Wales.jpg Frederico Jorge II 20 de janeiro de 1707 8 de janeiro de 1729 20 de março de 1751 príncipe de Gales; duque de Gloucester, Cornualha e Edimburgo; marquês da Ilha de Ely; conde de Carrick, Chester e Eltham; visconde de Lanceston; barão de Snowdon e Renfrew; lorde das Ilhas Augusta de Saxe-Gota
George Prince of Wales I.jpg Jorge Jorge III 12 de agosto de 1762 29 de janeiro de 1820
tornou-se rei
26 de junho de 1830 príncipe de Gales; duque da Cornualha; conde de Carrick e Chester; barão de Renfrew; lorde das Ilhas Jorge IV Maria Ana Smythe

Carolina de Brunswick
AlbertEdward.jpg Alberto Eduardo Vitória 9 de novembro de 1841 22 de janeiro de 1901
tornou-se rei
6 de maio de 1910 príncipe de Gales; duque da Cornualha; conde de Carrick, Chester e Dublin; barão de Renfrew; lorde das Ilhas Eduardo VII Alexandra da Dinamarca
Jorge Eduardo VII 3 de junho de 1865 22 de janeiro de 1901 6 de maio de 1910
tornou-se rei
20 de janeiro de 1936 príncipe de Gales; duque da Cornualha; conde de Carrick e Chester; barão de Renfrew; lorde das Ilhas Jorge V Maria de Teck
A022344.jpg Eduardo Jorge V 23 de junho de 1894 6 de maio de 1910 20 de janeiro de 1936
tornou-se rei
28 de maio de 1972 príncipe de Gales; duque da Cornualha; conde de Carrick e Chester; barão de Renfrew; lorde das Ilhas Eduardo VIII
Charles, Prince of Wales.jpg Carlos Isabel II 14 de novembro de 1948 6 de fevereiro de 1952 titular príncipe de Gales; duque da Cornualha, conde de Carrick e Chester; barão de Renfrew; lorde das Ilhas Diana Spencer

Camilla Parker Bowles

Referências[editar | editar código-fonte]