Ema de Waldeck e Pyrmont

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ema
Rainha dos Países Baixos
Dowager Queen of Holland.jpg
Ema, já viúva, na década de 1890.
Governo
Consorte Guilherme III dos Países Baixos
Casa Real Waldeck e Pyrmont
Vida
Nascimento 2 de agosto de 1858
Alemanha Arolsen, Alemanha
Morte 20 de março de 1934 (75 anos)
Países Baixos Haia, Países Baixos
Sepultamento Nieuwe Kerk, Delft, Países Baixos
Filhos Guilhermina dos Países Baixos
Pai Jorge Vítor de Waldeck e Pyrmont
Mãe Helena de Nassau

Ema de Waldeck e Pyrmont (2 de agosto de 185820 de março de 1934) foi a segunda rainha consorte de Guilherme III, rei dos Países Baixos e grã-duque de Luxemburgo.

Membro popular da família real holandesa, Ema foi também rainha regente (1890-1898) e rainha mãe (1890-1934).

Biografia[editar | editar código-fonte]

A princesa Adelaide Ema Guilhermina Teresa de Waldeck e Pyrmont[1] nasceu em Arolsen Schloss, em Arolsen, capital do pequeno principado de Waldeck e Pyrmont, em Hesse, na Alemanha. Era a quarta filha do príncipe Jorge Vítor de Waldeck-Pyrmont e de sua primeira esposa, a princesa Helena Guilhermina Henriqueta Paulina Mariana de Nassau-Weilburg. Sua irmã, Helena Frederica, era a esposa do duque de Albany, um filho da rainha Vitória do Reino Unido e de Alberto de Saxe-Coburgo-Gota.

No dia 7 de janeiro de 1879, Ema casou-se com o rei Guilherme III, que tinha quarenta e um anos a mais do que ela e que estava viúvo havia dois anos da princesa Sofia de Württemberg. O rei, uma vez descrito como "O Grande Devasso do Ano" pela revista The New York Times, havia sido rejeitado anteriormente pela irmã mais velha de Ema, a princesa Paulina de Waldeck e Pyrmont, e pela princesa Tira da Dinamarca, irmã de Alexandra da Dinamarca, que era esposa de Eduardo, príncipe de Gales.

Com Guilherme III, Ema teve apenas uma filha, a futura rainha Guilhermina, nascida em 1880. O rei tinha três filhos de seu primeiro casamento, Maurício, Guilherme e Alexandre, mas todos morreram antes de seu pai.

Quando Guilherme faleceu em 1890, Ema tornou-se rainha regente porque sua filha, a única descendente viva do rei, tinha apenas dez anos anos de idade e não podia assumir o trono. Ela permaneceu como rainha regente até o aniversário de dezoito anos de Guilhermina, em 31 de agosto de 1898. O grão-ducado de Luxemburgo, que na época não podia ser herdado por uma mulher, passou para um primo distante de Guilherme III, o duque Adolfo de Nassau.

Ema faleceu em 1934, aos setenta e cinco anos, devido às complicações de uma bronquite, e foi enterrada em Delft, a oeste dos Países Baixos.

Notas e referências

  1. Em alemão, seu nome era Adelheid Emma Wilhelmine Therese Prinzessin zu Waldeck und Pyrmont

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ema de Waldeck e Pyrmont