Espumoso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Espumoso
Bandeira desconhecida
Brasão de Espumoso
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Fundação 28 de fevereiro de 1955 (59 anos)
Gentílico espumosense
CEP 99400-000
Prefeito(a) Derly Helder (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Espumoso
Localização de Espumoso no Rio Grande do Sul
Espumoso está localizado em: Brasil
Espumoso
Localização de Espumoso no Brasil
28° 43' 30" S 52° 51' 00" O28° 43' 30" S 52° 51' 00" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Cruz Alta IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Norte: Tapera e Victor Graeff; Sul: Salto do Jacuí, Soledade e Tunas; leste: Mormaço e Soledade; Oeste: Alto Alegre, Campos Borges e Selbach
Distância até a capital 262 km
Características geográficas
Área 783,114 km² [2]
População 15 240 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 19,46 hab./km²
Altitude 357 m
Clima Subtropical úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,787 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 250 355,331 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 16 226,28 IBGE/2008[5]
Página oficial

Espumoso é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

História[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento histórico do atual município de Espumoso pode ser contado desde a criação de Rio Pardo em 1809. Em 1819 desmembrou-se de Rio Pardo o município de Cachoeira do Sul, deste último desmembrou-se em 1834 Cruz Alta e de Cruz Alta em 1857 Passo Fundo. Em 1875 desmembrou-se de Passo Fundo Soledade e de Soledade finalmente em 1954 Espumoso. O território do atual município pertenceu portanto por longo tempo a Soledade e a história de Espumoso está intimamente ligada a essa cidade. As terras que hoje constituem Espumoso permaneceram esparsamente povoadas até ca. 1925.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 28º43'29" sul e a uma longitude 52º50'59" oeste, estando a uma altitude de 357 metros. Sua população estimada em 2004 era de 14.839 habitantes.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

A cidade é banhada pelo Rio Jacuí, rio que já possuiu - nas décadas de 70 e 80 - águas bastante barrentas, mas que com o advento do plantio direto no planalto do RS, voltou a ter água mais limpa, com menos argila em suspensão do que antigamente; neste rio foram construídas as [Usinas Hidrelétricas do Passo Real e de Itaúba] que na época que entrou em operação pertencia a este município. Nesta época Espumoso era conhecida como Capital da Energia Elétrica.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia da cidade depende, em sua grande parte, da agricultura local.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.