Felix Magath

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Felix Magath
Felix Magath
Magath pelo Schalke 04 em 2010
Informações pessoais
Nome completo Wolfgang-Felix Magath
Data de nasc. 26 de julho de 1953 (61 anos)
Local de nasc. Aschaffenburg, Alemanha Ocidental
Altura 1,72 m
Destro
Apelido "Quälix"
Informações profissionais
Clube atual Inglaterra Fulham
Posição Treinador
Clubes de juventude
1960–1964
1964–1972
Alemanha VfR Nilkheim
Alemanha TV 60 Aschaffenburg
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1972–1974
1974–1976
1976–1986
Alemanha Viktoria Aschaffenburg
Alemanha Saarbrücken
Alemanha Hamburgo
10000 (1)
7600 (29)
3060 (46)
Seleção nacional
1980–1986 Bandeira da Alemanha Ocidental Alemanha Ocidental 43000 (3)
Times que treinou
1993–1997
1997–1998
1998–1999
1999–2001
2001–2004
2004–2007
2007–2009
2009–2011
2011–2012
2014–
Alemanha Hamburgo
Alemanha 1. FC Nürnberg
Alemanha Werder Bremen
Alemanha Eintracht Frankfurt
Alemanha VfB Stuttgart
Alemanha Bayern de Munique
Alemanha Wolfsburg
Alemanha Schalke 04
Alemanha Wolfsburg
Inglaterra Fulham

Wolfgang-Felix Magath (perto de Aschaffenburg, 26 de julho de 1953) é um treinador de futebol germano-portorriquenho.

Magath nasceu em uma base militar na Alemanha, filho de um soldado de Porto Rico do Exército dos Estados Unidos da América e uma mãe alemã. Seu pai decidiu retornar a Porto Rico depois de terminado seu tempo de permanência na Alemanha em 1954.

Futebolista[editar | editar código-fonte]

Ele começou sua carreira jogando no clube local de Aschaffenburg, na segunda liga profissional daquela época, antes de ir para o Hamburgo, no Campeonato Alemão de Futebol, em 1976. Ele jogaria todos os seus anos de profissional no meio-campo do Hamburger SV, e desde a sua entrada no futebol em 1976 até a sua aposentadoria em 1986 marcou 46 gols em 306 partidas para o clube na Bundesliga alemã.

Magath foi um dos notáveis jogadores da história do futebol alemão. Com o Hamburgo foi campeão da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1982–83, onde venceu por 1-0 na final contra a Juventus. Na Copa Europeia/Sul-Americana de 1983, realizada no Japão, sua equipe acabou derrotada pelo Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense. Também representou a seleção alemã ocidental em vários eventos internacionais, incluindo a Copa do Mundo de 1982 e 1986, ajudando a Alemanha a ficar em segundo lugar ambas as vezes. Magath jogou 43 partidas pela seleção alemã e marcou 3 gols.

Treinador[editar | editar código-fonte]

Depois de se aposentar como jogador, Magath teve experiências como treinador do Hamburger SV, Nuremberg, Werder Bremen, Eintracht Frankfurt e Stuttgart antes de comandar o Bayern de Munique em julho de 2004. Em sua primeira temporada como treinador, Magath conseguiu que sua equipe fosse a campeã do Campeonato Alemão de Futebol e da Copa da Alemanha, conquistando o título chamado de "o Duplo". O FC Bayern Munique repetiu "o Duplo" na temporada 2005-06, a primeira vez na história da Bundesliga.

Reputação como treinador[editar | editar código-fonte]

Como treinador, Magath rapidamente adquiriu a fama de "durão", devido a seus rígidos métodos de treinamento, dando muita ênfase ao condicionamento físico de seus comandados. Os jogadores lhe deram o apelido de "Saddam" (Saddam Hussein) ou "Quälix", uma junção do verbo alemão "quälen" (torturar) com o seu primeiro nome Felix.[1]

Comandou o modesto Wolfsburg ao surpreendente título da Bundesliga alemã de 2008–09. Transferiu-se em seguida Schalke 04. Retornou ao Wolfsburg mas sem o mesmo sucesso, em meio a desentendimentos com o jogador brasileiro Diego Ribas, que foi emprestado ao Atlético de Madrid. Foi demitido em 25 de outubro de 2012.[2]

Em 14 de fevereiro de 2014 assume o comando do clube inglês Fulham, por dezoito meses de contrato.[3]

Referências

  1. Adiós a 'el torturador'. El País (16 de março de 2011).
  2. Ex-desafeto de Diego, Felix Magath é demitido do lanterna Wolfsburg. Globoesporte.com (25 de outubro de 2012).
  3. Magath Appointed (em inglês). Sítio oficial Fulham FC (14 de fevereiro de 2014).

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]