Francônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Ponte histórica sob o rio Meno, ao fundo a Festung Marienberg em Wurtzburgo
O brasão da Francônia, o chamado "ancinho franco" (em alemão: Fränkischer Rechen) nas cores tradicionais vermelho e branco

A Francônia (português brasileiro) ou Francónia (português europeu) (em alemão: Franken) é uma região geográfica e histórica na Alemanha, situada no norte do estado da Baviera.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A região tem uma área total de 23 006 km², o que representa aproximadamente 1/3 do território da Baviera, e com 4 154 388 habitantes (densidade: 180,6 hab./km²). A sudoeste divide fronteira com o estado Baden-Württemberg, ao norte com o estado Turíngia e ao leste com a República Checa. As três maiores cidades são Nuremberga, Wurtzburgo e Fürth.

A Francônia é atravessada do leste em direção oeste pelo rio Meno, que é afluente do rio Reno, como também pelo canal Reno-Meno-Danúbio (Rhein-Main-Donau-Kanal), que interliga o rio Danúbio com o rio Meno.

Característico para a região são as serras e cadeias montanhosas baixas, que na sua maioria são parques naturais, como por exemplo Fichtelgebirge, Fränkische Schweiz ou Steigerwald.

Administração[editar | editar código-fonte]

A Francônia atual (rosa: partes de Turíngia, azul: na Baviera, amarelo: partes de Baden-Württemberg)

A Francônia é dividida em três distritos administrativos (Regierungsbezirke), que pertencem politicamente ao Estado Livre da Baviera:

A Francônia histórica[editar | editar código-fonte]

A divisão administrativa (Francônia Inferior, Central e Superior) descreve somente a Francônia "política" ou seja, o Frankenland (terra dos Francos), como também é chamado no jargão popular.

A região que é considerada culturalmente fazendo parte da Francônia, estende-se não só pelo norte do estado da Baviera, como inlui também partes do norte do estado de Baden-Württemberg (Tauberfranken) e partes do sul do estado de Turíngia. Portanto não existem demarcações territoriais claras. São costumes, o dialeto, comidas e bebidas típicas, como também a arquitetura e a utilização da bandeira em vermelho e branco pelas comunidades, que definem e caracterizam esta antiga região histórica e seus moradores.

Devido às novas leis territoriais de 20 de maio de 2003 criou-se uma nova região batizada de “Região Heilbronn-Franken” no estado de Baden-Württemberg.

Demografia[editar | editar código-fonte]

A população e o tamanho dos três distritos administrativos e sua capital:

Distrito Capital do distrito Área Habitantes
(Sep 2005)
Densidade
populacional
Francônia Superior Bayreuth 7.231,00 km² 1.103.239 153 hab./km²
Francônia Central Ansbach 7.244,85 km² 1.708.841 236 hab./km²
Francônia Inferior Würzburg 8.530,99 km² 1.342.308 157 hab./km²
Franconia na Baviera 23.006,84 km² 4.154.388 181 hab./km²


Evolução demográfica
Cidade Habitantes em
31.12.2000
Habitantes em
30.06.2005
1. Nuremberga 488.400 497.254
2. Wurtzburgo 127.966 133.188
3. Fürth 110.477 113.076
4. Erlangen 100.778 102.745
5. Bayreuth 74.153 74.137
6. Bamberg 69.036 69.934
7. Aschaffenburg 67.592 68.798
8. Schweinfurt 54.325 54.351
9. Hof 50.741 48.982
10. Coburg 42.427 42.015

Fonte do trecho demografia: Wikipedia alemã (Bayerisches Landesamt für Statistik und Datenverarbeitung)

Religião[editar | editar código-fonte]

Enquanto que o sul da Baviera é predominantemente católico, a região Francônia, situada no norte do estado, apresenta uma estrutura bastante diferente. Existem distritos com uma população na sua maioria católica, como também distritos com uma maioria protestante. Esta diferença é devido às frequentes lutas territoriais entre vários ducados e arcebispados.

Territórios que foram influenciados pelo Arcebispado de Bamberg, como é o caso do oeste da Francônia Superior, são na sua maioria católicos. Territórios que estavam sob a influência dos marqueses de Brandenburg-Bayreuth, como o leste da Francônia Superior, são predominantemente protestantes.

Antes do regime nazista a Francônia era conhecida pelas suas grandes comunidades judías, como era o caso de Fürth. Na região encontram-se muitos antigos cemitérios judeus, como por exemplo em Ansbach, Ebern, Erlangen, Nuremberg, Rothenburg ob der Tauber e Wurtzburgo.

História[editar | editar código-fonte]

O Círculo Imperial franconio de 1789)

A Francônia era um dos cinco ducados do antigo reino Francia Orientalis (Ducado Francônia do Leste). A área atual era a parte leste deste antigo reino. Até o século X algumas partes de Baden, Palatinado, Renânia, o atual estado de Hessen, como áreas da Turíngia eram conhecidas sob o nome de Francônia.

Durante a Idade Média e até o início do Período Moderno, boa parte da Francônia Superior, em especial aquelas áreas que haviam sido alguma vez parte da Turíngia, caíram sob controle do Bispo de Bamberg, o Bispo de Würzburg e o Abade de Fulda.

Em 1803, Napoleão incorporou a Francônia na Baviera, da qual até hoje ainda faz parte.

Bandeira da Francônia

Símbolos[editar | editar código-fonte]

  • A região apesar de pertencer politicamente à Baviera, tem uma bandeira própria nas cores vermelho e branco, que são as cores oficias (Landesfarben) da Francônia.
  • Desde o dia 2 de julho de 2005 é celebrado o Dia dos Francos (Tag der Franken), comemorando a formação do território desde 1500. A cada ano é escolhido uma cidade diferente para a realização das festividades.
  • O hino da Francônia (Das Frankenlied) foi escrito por Victor von Scheffel em 1859.

Cultura e turismo[editar | editar código-fonte]

Antiga muralha de Rothenburg ob der Tauber
Neve no Parque Natural Bayerische Rhön
Árvores do tipo abeto no Fichtelgebirge crescidos diretamente sob as pedras

A região é conhecida pelo seu caráter romântico, tanto que o turismo propagou a expressão "Francônia Romântica" (em alemão: Romantisches Franken). Característico para a região são as serras baixas bastante arborizadas, intercalados por vales sinuosos com ribeiras e rios pequenos que na sua maioria são afluentes do rio Meno.

As cidades históricas, com seus monumentos, castelos e igrejas bem preservados, atraem muitos turistas, principalmente a Residência de Wurtzburgo e a Cidade Histórica de Bamberg, ambas tombadas pela UNESCO. A cidade de Nuremberga é conhecida pelo seu Castelo Imperial ou seu mercado natalino „Menino Jesus“ (Christkindlmarkt), realizado anualmente no mês de dezembro, como também pelo seu papel na época nazista e no final da Segunda Guerra Mundial pelos Julgamentos de Nuremberga.

Cidades importantes ou históricas[editar | editar código-fonte]

Parques naturais[editar | editar código-fonte]

  • Parque natural Bayerische Rhön
  • Parque natural Bayerischer Spessart
  • Parque natural Bergstraße-Odenwald
  • Parque natural Fichtelgebirge
  • Parque natural Frankenhöhe
  • Parque natural Frankenwald
  • Parque natural Fränkische Schweiz
  • Parque natural Haßberge
  • Parque natural Steigerwald

Rotas turísticas[editar | editar código-fonte]

  • Bier- und Weinstraße, rota turística da cerveja e do vinho
  • Bocksbeutelstraße, rota turística do vinho franconio
  • Deutsche Spielzeugstraße, rota turística de brinquedos, interligando cidades e vilarejos relacionados com a fabricação de brinquedos. A rota parte de Nuremberga na Francônia, e segue em direção norte até à Turíngia.
  • Frankenweg, trilha para caminhadas “Caminho dos francos” que parte do Parque natural Frankenwald e segue até Donauwörth na Suábia.
  • Porzellanstraße, rota turística da porcelana
  • Rennsteig, antiga via comercial entre os estados Baviera e Turíngia
  • Rennweg, antiga via comercial no distrito Haßberge
Lebkuchen tradicional com glacê de açúcar enfeitado com amêndoas

Culinária[editar | editar código-fonte]

Existem várias comidas tradicionais da Francônia, como por exemplo:

  • Schäuferla: ombro de porco assado à pururuca
  • Nürnberger Rostbratwürste: lingüiça típica de Nuremberga
  • Nürnberger Lebkuchen: tipo de pastel ou pâtisserie, doce típico natalino, relembrando o pão de mel
  • Gerupfter Käs ou também Angemachter Camembert: tipo de creme de queijo a base de camembert
  • Knödel chamado de Klos na Francônia: bolinho feito de batata ou pão, cozido em água
  • Kirschenmichel: um bolo feito de farinha, sêmola de trigo e cerejas
  • Karpfen: carpa frita, cuja sessão de pesca é de setembro até abril
  • Bamberger Zwiebel: cebolas recheadas à modo da cidade de Bamberg

Cervejarias[editar | editar código-fonte]

A região também é denominada de Bierfranken ou seja Francônia cervejeira, que com mais de 300 cervejarias tem a maior densidade de cervejarias por número de habitantes do mundo. A indústria cervejeira é de grande importância economica para toda a região. Tanto grandes empresas estabeleceram-se na região, como a Kulmbacher Brauerei AG em Kulmbach, como também muitas cervejarias tradicionais de médio porte e micro-cervejarias. A maior densidade de cervejarias encontra-se na Francônia Superior.

Viticultura[editar | editar código-fonte]

Garrafa do tipo Bocksbeutel

A região vinícola do francônia (Frankenwein) ao redor do rio Meno com aproximadamente 6 040 ha, é documentada desde o século VIII. A região é conhecida principalmente pelos seus vinhos brancos, como Müller-Thurgau, Silvaner, Bacchus, Kerner, Riesling, como também o Portugieser para vinhos tintos. Característico para o vinho franconio é o Bocksbeutel, uma garrafa de vinho de corpo achatado no eixo antero-posterior e bojuda na base, lembrando um elipsoide.

Dialeto[editar | editar código-fonte]

O dialeto franconio pertence a família de dialetos germânicos, que linguisticamente pertence ao Frâncico.

Personalidades[editar | editar código-fonte]

Principais empresas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]