Francisco Franco (escultor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escultura do Cristo-Rei, no Pragal, Almada, projectada por Francisco Franco

Francisco Franco de Sousa, conhecido apenas por Francisco Franco, (Funchal, 9 de Outubro de 1885Lisboa, 15 de Fevereiro de 1955) foi um escultor português. Era irmão do pintor Henrique Franco, tendo estudado na Academia de Belas-Artes de Lisboa entre 1900 e 1909, e em Paris a partir de 1909. Com o início da Primeira Guerra Mundial voltou à sua ilha natal.

Em 1919, voltou a Paris e em 1919 deslocou-se para Roma, como pensionista do estado, ocupou-se sobretudo com desenho e gravura em madeira e ponta-seca.

Francisco Franco era o mais famoso escultor da década de 1920. Em 1928 atingiu o apogeu com a construção do monumento a João Gonçalves Zarco inaugurado no Funchal em 1930. Graças a esta obra escultórica conseguiu a carreira de escultor. Foi ele quem projectou a estátua do Cristo Rei em Almada. Também na ilha da Madeira tem uma escola secundária com o seu nome, a antiga escola industrial agora chamada escola secundária de Francisco Franco onde inicialmente se estudava artes, hoje ainda conhecida por escola de artes mas agora tem todos os cursos de secundário e alguns cursos tecnológicos.

Fez parte dum movimento monárquico conhecido pelo "Grupo do Tavares" tal como Eduardo Afonso Viana, Almada Negreiros, Santa-Rita (Pintor), Ruy Coelho, Francisco Franco de Sousa, João Mendes da Costa Amaral e Vitor Falcão[1] , entre os mais conhecidos.

Obras principais[editar | editar código-fonte]

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Francisco Franco (escultor)
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.