General Salgado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de General Salgado
Bandeira de General Salgado
Brasão de General Salgado
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 15 de setembro de 1949 (65 anos)
Fundação 5 de dezembro de 1928 (86 anos)
Gentílico salgadense
Prefeito(a) Leandro Rogério de Oliveira (PTB)
(2009–2012)
Localização
Localização de General Salgado
Localização de General Salgado em São Paulo
General Salgado está localizado em: Brasil
General Salgado
Localização de General Salgado no Brasil
20° 38' 52" S 50° 21' 39" O20° 38' 52" S 50° 21' 39" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião São José do Rio Preto IBGE/2008[1]
Microrregião Auriflama IBGE/2008[1]
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 493,3 km² [2]
População 10 669 hab. Censo IBGE/2010[2]
Densidade 21,63 hab./km²
Altitude 418 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,762 alto PNUD/2000[3]
PIB R$ 152 543 mil IBGE/2009[4]
PIB per capita R$ 13 951,23 IBGE/2009[4]
Página oficial

General Salgado é um município brasileiro do Estado de São Paulo. A cidade tem uma população de 10.669 habitantes (IBGE/2010)[2] . General Salgado pertence à Microrregião de Auriflama.

História[editar | editar código-fonte]

A povoação surgiu por volta de 1920. O Patrimônio da Matriz de Nossa Senhora das Dores se originou em terras doadas do fazendeiro Coronel Antonino José de Carvalho, o Tonico Barão. O primeiro nome da povoação foi Palmira, uma homenagem à filha do fundador da povoação, Tonico Barão.

O patrimônio e distrito policial de Sebastianópolis foi elevado à condição de distrito de paz, com a denominação de "Sebastianópolis", com sede na povoação de Palmira, em 5 de dezembro de 1928, pela lei estadual nº 2.301.

O distrito de paz passou a se chamar General Salgado, em 7 de janeiro de 1937, pela lei estadual nº 2.843, assim dito:

"A Assembleia Legislativa do Estado decreta e eu promulgo a lei seguinte:

Artigo 1º: Denominar-se a General Salgado, no município e comarca de Monte Aprazível, o Distrito de Paz de Sebastianópolis, tendo como sede a povoação de Palmira, que também adotará aquela designação."

O Distrito de paz foi elevado à condição de município pelo Decreto-Lei estadual nº 14.334, de 30 de novembro de 1944, e à condição de comarca em 30 de dezembro de 1953, pela Lei estadual nº 2.456.

Em 1953, o Distrito de Vila Áurea é desmembrado de General Salgado para a criação do município de Auriflama.

Em 1991, o distrito de São João de Iracema é elevado à categoria de município, sendo desmembrado de General Salgado.

O município homenageia, em seu nome, ao General Júlio Marcondes Salgado, Comandante da Polícia Militar do Estado de São Paulo, morto na Revolução de 1932.

Padroeira do município: Nossa Senhora das Dores Data de comemoração: 15 de setembro, data que em homenagem a santa, comemora-se o aniversário do município.

Prefeitos e Vice-Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Foram nomeados como prefeitos:

  • João Batista Veroneze, em 1º dw janeiro de 1945. No final do mandato assumiu Cândido Arroio.
  • Em 30 de Abril de 1947, assumiu Plínio Ribeiro do Val, até 31 de Dezembro de 1947.

A primeira eleição para prefeito ocorreu no dia 9 de Novembro de 1947, para a 1ª Legislatura (1948 a 1951) do município de General Salgado, eleito o primeiro prefeito João do Carmo Lisboa.

Naquela época não havia o cargo de Vice Prefeito. Quando o prefeito se ausentava era substituído pelo Presidente da Câmara. A eleição para a 2ª Legislatura (1952 a 1955) ocorreu no dia 3 de outubro de 1951. Em 3 de outubro de 1955, ocorreu eleições para a 3ª Legislatura (1956 a 1959), sendo eleito para o cargo de Prefeito Nadir Garcia, Vice Prefeito Arcidio Castilho.

Na 4ª Legislatura (1960 a 1963) foram eleitos Arcidio Castilho para o cargo de Prefeito, e Reinaldo Antônio Soligo, para o cargo de vice-prefeito.

Na 5ªLegislatura foram eleitos: Prefeito Francisco Assis Cervantes, Vice Prefeito Lilacio Pereira.

Em 15 de novembro de 1968, foi eleito a 6ª Legislatura (1969 a 31 de janeiro de 1973) Prefeito Arcidio Castilho, Vice Prefeito João Marques.

No dia 15 de Novembro de 1972, foi realizada a eleição para a 7ª Legislatura, eleitos: Prefeito Francisco Assis Cervantes, Vice Prefeito Senhor Orestes Fantini.

Foi instalada a 8ª Legislatura (1977/1982) no dia 1º de Fevereiro de 1977: Prefeito Norival Cabrera Rodero, Vice Prefeito Anisio Braz Constantino.

Em 15 de Novembro de 1982 foram realizadas eleições para prefeito, vice e vereadores, e em 1 de fevereiro de 1983 foi isntalada a 9ª Legistura (1 de fevereiro de 1983 a 31 de dezembro de 1988): Prefeito Francisco Assis Cervantes; Vice Orestes Fantini.

A próxima eleição ocorreu no dia 15 de novembro de 1988. No dia 1º de Janeiro de 1989 foi instalada a 10º Legislatura (1989/1922): Prefeito Norival Cabrera Rodero; Vice Dovidio Scaldelai.

No dia 1º de janeiro de 1993, foi instalada a 11ª Legislatura (1993/1996): Prefeito Adelino Bido; Vice-Prefeito: Senhor Iaucir Carlos Marques.

No dia 1º de janeiro de 1997, foi instalada a 12ª Legislatura (1997/2000). Prefeito: Mauro Gilberto Fantini; Vice-Prefeito: Ivo de Souza Guimarães.

No dia 1º de Janeiro de 2001 foi instalada a 13ª Legislatura de General Salgado (2001/2004), Prefeito Iaucir Carlos Marques: Vice-Prefeito José Augusto de Carvalho Neto.

No dia 1º de Janeiro de 2005 foi instalada a 14ª Legislatura de General Salgado (2005/2008), Prefeito: Mauro Gilberto Fantini; Vice-Prefeito: Agostinho Dionisio Martins.

No dia 1º de Janeiro de 2009 foi instalada a 15ª Legislatura de General Salgado (2009/2012), atual Legislatura (11 de janeiro de 2010: Prefeito: Mauro Gilberto Fantini; Vice-Prefeito: Agostinho Dionisio Martins.

No dia 1º de Janeiro de 2013 foi instalada a 16ª Legislatura de General Salgado (2013/2016), Prefeito: Leandro Rogério de Oliveira; Vice-Prefeito: Paulo César de Almeida.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 20º38'54" sul e a uma longitude 50º21'38" oeste, possui uma área de 493,276 km², dos quais 2,159 km² estão em zona urbana, estando a uma altitude de 418 metros.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010[2]

População Total: 10.669

  • Urbana: 9.084
  • Rural: 1.585
  • Homens: 5.352[5]
  • Mulheres: 5.317

Densidade demográfica (hab./km²): 21,63

Dados do Censo - 2000

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 21,20

Expectativa de vida (anos): 68,60

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,94

Taxa de Alfabetização: 86,25%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,762

  • IDH-M Renda: 0,704
  • IDH-M Longevidade: 0,727
  • IDH-M Educação: 0,855

(Fonte: IPEADATA)

Paleontologia[editar | editar código-fonte]

Foram encontrados em General Salgado fósseis de réptil de tipo crocodilianos, encontrados por um jovem aluno, que procurou seu professor, o qual foi investigar sobre o assunto. Hoje em dia, novos afloramentos vêm surgindo no município, os fósseis estão em bom estado de conservação, o que mais vem chamando a atenção dos pesquisadores é a grande quantidade de fósseis encontrados.

Pouca coisa é divulgada, pois o assunto foi por muito tempo ignorado pela população e pelas autoridades municipais. Desde a descoberta dos fósseis, o professor Tadeu Arruda, esteve a frente das pesquisas, hoje conta com o apoio de pesquisadores das universidades de São Paulo (USP) e Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) além do museu de Monte Alto, onde amostras de fósseis salgadenses compõem o material paleontológico do museu.

O fóssil encontrado em General Salgado foi nomeado Baurusuchus salgadoensis. O estudo de fósseis encontrados apresenta uma diferença entre os crocodilianos em geral, eles não se arrastavam, mas sim se levantavam através de patas pouco mais alongadas e articuladas para o fim de melhor locomoção. Além dos crocodilianos, também foram encontrados fósseis ou fragmentos de serpentes pré-históricas.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Economia[editar | editar código-fonte]

O município de General Salgado está localizado na parte noroeste do estado de São Paulo, adjacente a rodovia Feliciano Sales Cunha na altura do km 545. Considerado município de pequeno porte, tem baixa taxa populacional e economia baseada na agricultura, pecuária e indústria.

Encontra-se instalada em General Salgado a indústria de produção de álcool etílico Generalco onde trás uma importante fonte de renda para a população da cidade. Outra consequência da indústria na cidade de General Salgado é a cultura da cana de açúcar que está presente em grande parte das propriedades rurais da cidade. Também se instalaram na cidade de General Salgado o Grupo Pasto Forte, fabricante, importador e exportador de nutrição animal, e a indústria PEC (Pisos Ecologicamente Corretos), além de várias pequenas indústrias do ramo de confecção.

O comércio local, apesar de gerar uma quantidade razoável de empregos, não tem grandes projeções tendo em vista a localização de grandes mercados (São José do Rio Preto, Araçatuba e Jales) próximos à cidade.

Tendo em vista a característica do comércio e indústria não há campo para as pessoas que qualificam suas habilidades, cursando uma faculdade ou cursos especializantes.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Destacam-se o Carnaval e as Festas de Rodeio. O Carnaval de General Salgado chama a atenção das demais cidades vizinhas e tem a características de reunir as pessoas em blocos de carnavais. Os principais blocos da cidade são: Toloko, Tô-Que-Tô, PB e Babilake.A principal atração do carnaval, é o Carnaval na Avenida, onde se concentra, cerca de 10 mil pessoas por noite, e recebe visitantes de varias regiões, e, também de outros estados, sendo considerado um dos melhores carnavais ao ar livre do estado.[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. a b c d Censo Populacional 2010 - IBGE IBGE.gov.br. Visitado em 30 de agosto de 2011.
  3. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  4. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 21 dez. 2011.
  5. SIDRA IBGE - Tabela 608 - População residente, por situação do domicílio e sexo IBGE. Visitado em 30 de agosto de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Página da prefeitura