Hawker-Siddeley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Hawker-Siddeley é um construtor de aviões britânico formado pela fusão da Hawker Aircraft Ltd e a Armstrong-Siddeley. Esta empresa combinou o legado de vários construtores de aeronaves britânicos. Emergiu como um dos apenas dois principais construtores na década de 1960, sendo posteriormente fundida na British Aerospace (BAe) em 1977.

Hawker-Siddeley[editar | editar código-fonte]

A Hawker-Siddeley deve as suas raízes durante o conflito da Segunda Guerra Mundial, procedendo à falência/reestruturação da Sopwith. O piloto de testes da Sopwith Harry Hawker e outros três colegas (incluindo Thomas Sopwith) compraram as acções da Sopwith e formaram a H. G. Hawker Engineering nos finais de 1920.

Aviões produzidos pela Hawker Engineering:

Hawker Aircraft Ltd.[editar | editar código-fonte]

Renomeada em 1933 para Hawker Aircraft Ltd., a companhia soube aproveitar-se da Grande Depressão e da sua vantajosa posição no mercado para adquirir a Gloster Aircraft em 1934. No ano seguinte formaria uma associação entre outras companhias britânicas que, em 1935 seria renomeada para Hawker Siddeley.

Aviões produzidos pela Hawker Aircraft Ltd.:

As Hawker[editar | editar código-fonte]

Grupo Hawker-Siddeley[editar | editar código-fonte]

No final da década de 1950, com o decréscimo na demanda de aviões, o governo decidiu fundir as companhias existentes, cerca de 15 a esta altura, em empresas maiores. Para isso estabeleceu que os contractos com a Força Aérea Britânica teriam que incluir acordos para fundir companhias.

A Hawker e a De Havilland fundiram-se em 1959, seguidas da Blackburn Aircraft, Avro (juntamente com a Avro Canada) e Whitworth (já então parte da Hawker), Folland e Gloster durante o ano seguinte, formando o grupo Hawker-Siddeley. Entretanto, um rol de fusões semelhantes viriam a resultar na British Aircraft Corporation, na Westland Helicopters, e deixando a Rolls-Royce como única fabricante de motores.

Foi neste período que a empresa desenvolveu o mais bem sucedido avião a jacto VTOL, o Hawker-Siddeley Harrier, que permaneceu em produção até à década de 1990 e em serviço para lá da viragem do milénio.

Alguns dos aviões construídos pelo grupo Hawker-Siddeley:

Fim da Hawker[editar | editar código-fonte]

A 29 de Abril de 1977, como resultado do Aircraft and Shipbuilding Industries Act, a Hawker-Siddeley foi nacionalizada e fundida com a BAC e a Scottish Aviation para formar a BAe.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hawker-Siddeley
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.