Royal Aircraft Establishment

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde fevereiro de 2014). Ajude e colabore com a tradução.
Um modelo do Miles M.52 sendo testado na RAE em 1946.

O Royal Aircraft Establishment foi um centro de pesquisa aeronáutica britânico, que mais tarde ficou sob a tutela do Ministério da Defesa do Reino Unido.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Entre 1904 e 1906, a Army Balloon Factory, que era parte da escola de balonismo do Exército, sob o comando do coronel James Templer, foi realocada de Aldershot para as proximidades de Farnborough para ter mais espaço para o desenvolvimento experimental.[1]

Foi criado em 1908 como HM Balloon Factory, no mesmo ano, em outubro, Samuel Cody voou seu primeiro avião em Farnborough.[2] Em 1911 mudou de nome para Royal Aircraft Factory (RAF).

Em 1912 a Balloon Factory foi renoeada para Royal Aircraft Factory (RAF).[3] Entre seus projetistas de aeronaves destacaram-se Geoffrey de Havilland, que depois fundou sua própria empresa e Henry Folland - depois projetista chefe da Gloster Aircraft Company e também fundador de sua própria empresa, a Folland Aircraft.[4]

Até 1913 nomeava seus projetos em função da configuração do avião, de acordo com o projetista original daquela configuração:

A partir de 1913/1914 mudou a designação, de acordo com a função da aeronave:

  • S.E. = Scout Experimental, caças monoposto de acompanhamento.
  • F.E. = Fighting experimental, caças
  • R.E. = Reconnaissance experimental, bipostos de reconhecimento.

Em 1918 foi rebatizada Royal Aircraft Establishment para evitar confusão com a Royal Air Force, criada em 1º de abril de 1918. Em 1988 foi renomeada Royal Aerospace Establishment.

Modelos Fabricados[editar | editar código-fonte]

O modelo Royal Aircraft Factory B.S.1 em 1913.

Depois da Primeira Guerra[editar | editar código-fonte]

Durante a Segunda Guerra[editar | editar código-fonte]

Depois da Segunda Guerra[editar | editar código-fonte]

Motores[editar | editar código-fonte]

Mísseis[editar | editar código-fonte]

Foguetes fabricados[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Colonel Templer and the birth of aviation at Farnborough, May 2007, Royal Aeronautical Society, p13
  2. Colonel Templer and the birth of aviation at Farnborough, May 2007, Royal Aeronautical Society, p3
  3. Colonel Templer and the birth of aviation at Farnborough, May 2007, Royal Aeronautical Society, p12
  4. 1963 | 1252 | Flight Archive Flight International. Visitado em 18/04/2014.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Eather, Steve. Flying Squadrons of the Australian Defence Force. Weston Creek, Australian Capital Territory: Aerospace Publications, 1995. ISBN 1-875671-15-3.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Royal Aircraft Establishment
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.