Helen Wills Moody

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Helen Wills Moody
Helen Wills, em julho de 1929.
Informações pessoais
Nome completo Helen Newington Wills Roark
Apelido “Little Miss Poker Face”[1]
Modalidade tênis
Estilo destra
Representante Estados Unidos Estados Unidos
Nascimento 6 de outubro de 1905
Centerville, Califórnia
Nacionalidade Estados Unidos norte-americana
Falecimento 1 de janeiro de 1998 (92 anos)
Carmel

Helen Newington Wills Roark (Centerville, 6 de outubro de 1905 - Carmel, 1 de janeiro de 1998)[1] [2] foi uma tenista norte-americana, expoente feminina que se tornou a primeira grande campeã do tênis mundial, vencendo 19 vezes torneios de Grand Slam em simples e 31 vezes no total, além de ter ganho 2 medalhas de ouro olímpicas nos jogos de Paris 1924. Também foi escritora e artista plástica[2] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida em Centerville, foi criada em Point of Timber, próximo de Byron[2] . Cursou a Universidade da Califórnia em Berkeley, formando-se em 1925 em artes plásticas, como membro da sociedade Phi Beta Kappa[2] . Casou-se em primeiras núpcias com Frederick Moody em dezembro de 1929, quando já estava estabelecida como uma grande tenista[2] . O casamento terminou em 1937, quando divorciaram-se[2] . Em outubro de 1939, casou-se em segundas núpcias com Aidan Roark[2] . Não teve filhos[2] .

O senador democrata pela Califórnia James D. Phelan era grande amigo de Wills e a convidou para passar uma temporada em sua propriedade, a Villa Montalvo, perto de Saratoga. Por hobbie, escreveu duas obras em poesia, "The Awakening" e "The Narrow Street", que foram apresentados em um festival literário apoiado por Phelan, em 1926, onde foi laureada. O próprio Phelan escreveu um poema em ode à Wills[3] . Em 1928, Phelan encomendou a Haig Patigian que criasse uma obra em homenagem a Wills. No mesmo ano, Patigian criou um busto de Wills, que foi doado por Phelan para o M. H. de Young Memorial Museum. Com a sua morte em 1930, Phelan deixou para Wills a quantia de USD$ 20 mil, como "reconhecimento da sua conquista do campeonato de tênis para a Califórnia"[4] .

Wills conheceu o pintor Diego Rivera e sua esposa Frida Kahlo no estúdio em San Francisco de seu amigo Ralph Stackpole em 1930. Rivera usou Wills como uma das modelos para a obra Allegory of California, para a sede social do clube da San Francisco Stock Exchange. Entretanto, não permitiram que ali tivesse qualquer pessoa viva representada, assim, Rivera providenciou algumas alterações, de forma a esconder os traços de Wills.

Escreveu um guia sobre tênis em 1928 (Tennis), sua autobiografia (Fifteen-Thirty: The Story of a Tennis Player) em 1937 e a novela de mistério Death Serves an Ace, com Robert Murphy, em 1939[2] . Também foi articulista para vários jornais.

Durante sua vida, pintou vários quadros e ilustrou seu livro Tennis, tendo várias de suas obras expostas em várias galerias de Nova Iorque. Jogaria tênis até os oitenta anos.

Antes de falecer, em 1998, doou USD$ 10 milhões para a Universidade da Califórnia em Berkeley para a criação de um Instituto de Neurociência, que se transformou no Helen Wills Neuroscience Institute, criado em 1999, que atualmente tem 40 pesquisadores e 36 docentes.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Helen Wills, em jogo disputado em 1929.

Wills era tida como introvertida e tímida em quadra, raramente demonstrando emoções, ignorando suas oponentes e não tomando conhecimento da torcida[5] . Ganhou ao longo da carreira um total de 31 torneios Grand Slam de tênis (em simples, duplas femininas e duplas mistas), sendo oito Torneio de Wimbledon[6] , sete US Championships[7] e quatro Aberto da França em simples[8] . Chegou a sua primeira final de um torneio Grand Slam em 1922, aos 16 anos, perdendo o US Championships para Molla Bjurstedt Mallory. No ano seguinte, bateu a mesma Bjurstedt Mallory, conquistando seu primeiro torneio.

Em 1924, participa do torneio olímpico em Paris e conquista duas medalhas de ouro, em simples e em duplas, ao lado de Hazel Wightman[1] [2] . Em 1926, teve uma crise de apendicite durante o Aberto da França[2] , o que lhe prejudicou o ano, sendo este o único ano em que não disputou ao menos uma final de Grand Slam.

Encontrou a Suzanne Lenglen apenas uma vez na carreira, na final do torneio de Carlton Club em Cannes, tendo entre os espectadores o Rei Gustavo V da Suécia, em partida muito disputada que teve, ao final, a vitória de Lenglen[2] .

Ela foi membro do time americano na Wightman Cup, precursora da Fed Cup, em 1923, 1924, 1925, 1927, 1928, 1929, 1930, 1931, 1932 e 1938.

Entre 1927 e 1932, não perdeu sequer um set jogado, ganhando nesse período 5 Torneios de Wimbledon, 4 US Championships e 4 Abertos da França[6] . No total, nos gramados de Wimbledon disputou 51 partidas, obtendo 50 vitórias[1] . Em janeiro de 1933, disputou e venceu uma partida exibição contra Phil Neer, jogador n.º 8 do ranking masculino da USTA[2] . É, ainda hoje, considerada uma das mais completas e vitoriosas tenistas de todos os tempos.

Teve seu nome incluso no International Tennis Hall of Fame em 1959[1] .

Torneios de Grand Slam[editar | editar código-fonte]

Campeã em simples (19)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Oponente na final Resultado
1923 US Championships Estados Unidos Molla Bjurstedt Mallory 6–2, 6–1
1924 US Championships Estados Unidos Molla Bjurstedt Mallory 6–1, 6–3
1925 US Championships Reino Unido Kathleen McKane Godfree 3–6, 6–0, 6–2
1927 Wimbledon Espanha Lili de Alvarez 6–2, 6–4
1927 US Championships Reino Unido Betty Nuthall Shoemaker 6–1, 6–4
1928 Roland Garros Reino Unido Eileen Bennett Whittingstall 6–1, 6–2
1928 Wimbledon Espanha Lili de Alvarez 6–2, 6–3
1928 US Championships Estados Unidos Helen Hull Jacobs 6–2, 6–1
1929 Roland Garros França Simone Mathieu 6–3, 6–4
1929 Wimbledon Estados Unidos Helen Hull Jacobs 6–1, 6–2
1929 US Championships Reino Unido Phoebe Holcroft Watson 6–4, 6–2
1930 Roland Garros Estados Unidos Helen Hull Jacobs 6–2, 6–1
1930 Wimbledon Estados Unidos Elizabeth Ryan 6–2, 6–2
1930 US Championships Reino Unido Eileen Bennett Whittingstall 6–4 6–1
1932 Roland Garros França Simone Mathieu 7–5, 6–1
1932 Wimbledon Estados Unidos Helen Hull Jacobs 6–3, 6–1
1933 Wimbledon Reino Unido Dorothy Round Little 6–4, 6–8, 6–3
1935 Wimbledon Estados Unidos Helen Hull Jacobs 6–3, 3–6, 7–5
1938 Wimbledon Estados Unidos Helen Hull Jacobs 6–4, 6–0

Finais em simples (3)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Oponente na final Resultado
1922 US Championships Estados Unidos Molla Bjurstedt Mallory 3-6, 1-6
1924 Wimbledon Reino Unido Kathleen McKane Godfree 6–4, 4-6, 4-6
1933 US Championships Estados Unidos Helen Hull Jacobs 6-8, 6-3, 0-3 (abandonou)

Campeã em duplas feminina (9)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Parceira Oponentes na final Resultado
1922 US Championships Estados Unidos Marion Jessup Estados Unidos Edith Sigourney
Estados Unidos Molla Bjurstedt Mallory
6-4, 7-9, 6-3
1924 Wimbledon Estados Unidos Hazel H. Wightman Reino Unido Phyllis Covell
Reino Unido Kathleen McKane
6-4, 6-4
1924 US Championships Estados Unidos Hazel H. Wightman Estados Unidos Eleanor Goss
Estados Unidos Marion Jessup
6-4, 6-3
1925 US Championships Estados Unidos Mary K. Browne Estados Unidos May S. Bundy
Estados Unidos Elizabeth Ryan
6-4, 6-3
1927 Wimbledon Estados Unidos Elizabeth Ryan África do Sul Bobbie Heine
África do Sul Irene B. Peacock
6-3, 6-2
1928 US Championships Estados Unidos Hazel H. Wightman Reino Unido Edith Cross
Estados Unidos Anna McCune Harper
6-2, 6-2
1930 Roland Garros Estados Unidos Elizabeth Ryan França Simone Barbier
França Simonne Mathieu
6-3, 6-1
1930 Wimbledon Estados Unidos Elizabeth Ryan Reino Unido Edith Cross
Estados Unidos Sarah Palfrey Cooke
6-2, 9-7
1932 Roland Garros Estados Unidos Elizabeth Ryan Reino Unido Betty Nuthall
Reino Unido Eileen Bennett
6-1, 6-3

Finais em duplas femininas (1)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Parceira Oponentes na final Resultado
1933 US Championships Estados Unidos Elizabeth Ryan Reino Unido Betty Nuthall
Reino Unido Freda James Hammersley
w/o

Campeã em duplas mistas (3)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Parceiro Oponentes na final Resultado
1924 US Championships Estados Unidos Vincent Richards Estados Unidos Bill Tilden
Estados Unidos Molla Bjurstedt Mallory
6-8, 7-5, 6-0
1928 US Championships Austrália John Hawkes Austrália Edgar Moon
Reino Unido Edith Cross
6-1, 6-3
1929 Wimbledon Estados Unidos Frank Hunter Reino Unido Ian Collins
Estados Unidos Joan Fry-Lakeman
6-1, 6-4

Finais em duplas mistas (4)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Parceiro Oponentes na final Resultado
1922 US Championships Estados Unidos Howard Kinsey Estados Unidos Bill Tilden
Estados Unidos Molla Bjurstedt Mallory
4-6, 3-6
1928 Roland Garros Estados Unidos Frank Hunter França Henri Cochet
Reino Unido Eileen Bennett
6-3, 3-6, 3-6
1929 Roland Garros Estados Unidos Frank Hunter França Henri Cochet
Reino Unido Eileen Bennett
3-6, 2-6
1932 Roland Garros Estados Unidos Sidney Wood Reino Unido Fred Perry
Reino Unido Betty Nuthall
4-6, 2-6

Referências

  1. a b c d e Helen Wills Moody Roark - International Tennis Hall of Fame
  2. a b c d e f g h i j k l m Biografia no iloveindia.com
  3. A Day In The Hills, 18 de setembro de 1926, Villa Montalvo. Arquivo na San Jose State University (em inglês).
  4. San Francisco Chronicle, item de 16 de agosto de 1930. Laura Perkins, 12 de agosto de 2005, "San Francisco hotel workers ratify three-year contract." Revisado em 4 de agosto de 2009.
  5. Billie Jean King com Cynthia Starr. We Have Come a Long Way: The Story of Women's Tennis. New York: McGraw-Hill, 1988. 32 pp. ISBN 0-07-034625-9 (em inglês)
  6. a b Biografia de Helen Wills no site oficial de Wimbledon
  7. Lista das campeãs do US Open
  8. Lista das campeãs de Roland Garros

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Helen Wills Moody