Hildesheim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hildesheim
Hildesheim - Blick vom Berghözchen.jpg
Vista de Hildesheim
Brasão Mapa
Brasão de Hildesheim
Hildesheim está localizado em: Alemanha
Hildesheim
Mapa da Alemanha, posição de Hildesheim acentuada
Administração
País  Alemanha
Estado Baixa Saxônia
Distrito Hildesheim
Prefeito Kurt Machens
Partido no poder parteilos
Estatística
Coordenadas geográficas 52° 9' 00" N 9° 57' 00" E52° 9' 00" N 9° 57' 00" E
Área 92,96 km²
Altitude 78 m
População 103.288 (31/12/2008)
Densidade populacional 1.111 hab./km²
Outras Informações
Placa de veículo HI
Código postal 31101–31141
Código telefônico 05121
Endereço da prefeitura Markt 1
31134 Hildesheim
Website sítio oficial
Localização de Hildesheim
no distrito de Hildesheim
Hildesheim in HI.svg

Hildesheim é uma cidade da Alemanha, capital do distrito de Hildesheim, estado da Baixa Saxônia. A cidade estende-se ao longo do rio Innerste, o qual nasce a 80 km ao sul da cidade, na cordilheira Harz. Hildesheim possui uma universidade com 5300 estudantes e um porto fluvial.

História[editar | editar código-fonte]

Hildesheim foi fundada como sede episcopal católica em 815. O primeiro bispo foi Gunthar. Hildesheim tornou-se uma cidade fortificada no século XIII e foi um centro econômico e cultural no norte da Alemanha. Foi um membro da Liga Hanseática, uma aliança de cidades mercantis. Por volta do século XIII, Hildesheim tinha uma população de 5.000 habitantes, mais que Berlim, Munique e Hanôver. Na Idade Média, era uma das mais ricas e significativas cidades do norte da Alemanha. Muitas igrejas foram construídas.

Em 1939, 72.000 habitantes moravam na cidade. Na Segunda Guerra Mundial, a cidade foi o alvo de oito ataques aéreos. O centro foi destruído durante o ataque do 22 de março de 1945. 28% das construções da cidade foram destruídas e 44% danificadas. O número de casualidades reportados foi de 1.732. Os trabalhos de reconstrução iniciaram ainda em 1945. Muitas construções medievais foram reconstruídas a partir de planos originais, utilizando também pinturas antigas e fotografias de antigos moradores. Em 1951, a população da cidade atingiu o número do pré-guerra.

O número de habitantes chegou ao ápice em 1974 com 107.000 residentes. A população em 2007 era de 103 000 habitantes.

Oskar Schindler, empresário célebre por ter salvo 1.200 trabalhadores judeus do Holocausto durante a Segunda Guerra Mundial, viveu em Hildesheim entre 1971 e 1974 na Rua Goettingstrasse 30 no bairro Weststadt e morreu num hospital em Hildesheim em 1974.

Religião[editar | editar código-fonte]

Hildesheim é uma sede episcopal católica desde 815. Em 1542, a cidade aceitou a Reforma Protestante. Atualmente, a composição religiosa é a seguinte: 28,5% dos habitantes são católicos, 38,3% protestantes, e 33,0% de outras religiões.

Atrações turísticas[editar | editar código-fonte]

  • Catedral de Santa Maria e Igreja de São Miguel em Hildesheim (Patrimônio Mundial).
  • Praça do Mercado com muitos edifícios históricos, como a Casa Knochenhauer-Amtshaus (1527), a mais alta casa em enxaimel na Alemanha. A prefeitura foi construída em 1268, é uma das mais antigas prefeituras na Alemanha.
  • Muitas casas em enxaimel no centro histórico, como a Wernersches Haus (1616) e a Waffenschmiedehaus (1548).
  • Igreja de São Andreas. A igreja foi construída no século XIV em estilo gótico. A torre, completada em 1883, possui 114 metros de altura, é a torre mais alta de Baixa Saxônia. A igreja foi destruída por um bombardeio em 1945 e reconstruída entre os anos de 1956 e 1965.
  • Muralha e terrapleno da Idade Média. Hildesheim tornou-se uma cidade fortificada no século XIII. Uma parte do centro histórico é ainda rodeada pela antiga muralha e terrapleno antigo.
  • Igreja de São Gotardo. A igreja, construída entre os anos de 1133 e 1172, é um exemplo importante de arquitectura românica. Foi levemente danificada durante um ataque aéreo em 22 de março de 1945. A reconstrução foi completada em dezembro de 1945.
  • Torre Kehrwiederturm. A torre, construída no século XIII perto da rua pintoresca Lappenberg, é uma parte da muralha antiga no bairro Neustadt e possui 30 metros de altura.
  • Monumento da [sinagoga]] (1988) na rua Lappenberg na antiga judiaria.
  • Parque histórico Magdalenengarten (entre os anos de 1720 e 1725) no estilo barroco.
  • Igreja de São Maurício. A igreja no bairro Moritzberg, perto da rua pitoresca Bergstrasse, foi construída no ano de 1068 em estilo românico. No século XVIII foram realizadas renovações importantes no estilo barroco. A torre foi construída no ano 1765. A igreja não foi danificada durante a Segunda Guerra Mundial.
  • Castelo de Steuerwald no norte da cidade perto do porto fluvial de Hildesheim. O castelo foi fundado no ano 1310 e construído em estilo românico. A torre, construída em 1325, possui 26 metros de altura. A capela do castelo (Magdalenenkapelle), foi construída em 1310 em estilo românico e renovada em estilo gótico no século XIV.
  • Igreja de São Lambert no bairro Neustadt, perto das ruas pitorescas Knollenstrassse e Kesslerstrasse. A igreja em estilo gótico foi fundada em 1474 e a construcão foi completada em 1488. Foi severamente danificada durante o bombardeio de 22 de março de 1945. A reconstrução foi completada em 1952.
  • Castelo de Marienburg, localizado às margens do rio Innerste no sul da cidade. O castelo foi construído entre os anos de 1346 e 1349. A torre possui 31 metros de altura.

Cidadãos notórios[editar | editar código-fonte]

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]


Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hildesheim
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia da Alemanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.