INXS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
INXS
INXS.jpg
Informação geral
Origem Sydney, Nova Gales do Sul
País  Austrália
Gênero(s) Rock, pop rock, new wave
Período em atividade 1977 - 2012
Gravadora(s) Atco Records/Atlantic Records
Epic Records
Mercury Records
Página oficial www.INXS.com
Ex-integrantes Michael Hutchence (falecido)
Jon Stevens
J. D. FortuneGarry Gary Beers
Andrew Farriss
Jon Farriss
Tim Farriss
Kirk Pengilly

INXS (pronunciado In Excess) foi uma banda de rock australiana formada em 1977 por Andrew Farriss, Michael Hutchence, Tim Farriss, Jon Farriss, Garry Gary Beers e Kirk Pengilly.

Biografia[editar | editar código-fonte]

O grupo começou, como The Farriss Brothers mas mudou de nome depois do lançamento do álbum INXS em 1980. O sucesso só viria em 1983 com o lançamento do compacto "Original Sin" e o grupo, que tocava mais o estilo New Wave mudou para um Rock mais puro durante o restante dos anos 80.

O auge da popularidade mundial do INXS veio com Kick, de 1987. Durante os anos 80 o INXS lançou sucessos atrás de sucessos como: New Sensation, Suicide Blonde, Disappear, Need You Tonight e os maiores sucessos da banda: Never Tear Us Apart e Beautiful Girl. Tais canções renderam o disco ao vivo, na virada dos anos 90, LIVE BABY LIVE, gravado no Estádio de Wembley, Inglaterra, em 1991.

Durante os anos 80 e 90 o INXS exerceu uma influência definitiva na música australiana, levando ao estrelato diversos músicos de sua terra natal. A banda trabalhava bem próxima de outros artistas da Austrália, como os The Models e Jenny Morris, ajudando-os a estabilizarem suas carreiras.

Em 22 de novembro de 1997 Hutchence foi encontrado morto em um quarto de hotel em Sydney, nas vésperas da re-estréia da banda, aparentemente vítima de suicídio. Existem especulações que sua morte foi na verdade um acidente, resultado de uma asfixiofilia

Apesar disso a banda continuou, com Jimmy Barnes e Terence Trent D'Arby como vocalistas temporários. Jon Stevens, ex-Noiseworks começou a cantar com o INXS em 2000, e foi nomeado integrante oficial em 2002. Entretanto ele deixou a banda em 2003 após gravar somente uma canção ("I Get Up").

O INXS voltou a ser notícia em 2004 quando foi anunciado que um novo reality show chamado "Rock Star" apresentaria um concurso para encontrar um novo vocalista para a banda.

Dentre os seus maiores sucessos, destacam-se: "Never Tear Us Apart", "New Sensation", "Need You Tonight", "Mystify", "Original Sin", "Devil Inside", "By My Side", "Afterglow", "Pretty Vegas", "Suicide Blonde", "Disappear", e "Beautiful Girl".

Em Novembro de 2012 confirmaram em comunicado o fim da banda de rock fundada há 35 anos.

Desde a sua formação em 1977, os INXS venderam mais de 40 milhões de álbuns[1] .

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

No dia 12 de Junho de 1993, os INXS actuaram pela primeira vez em Portugal, no âmbito de uma digressão mundial de salas de espetáculo, o concerto realizou-se no Pavilhão do Restelo em Lisboa. Ficou ainda prometido um concerto para o ano seguinte no Estádio de Alvalade, que nunca chegou a acontecer.

Em 2003, os INXS já sem Michael Hutchence, actuaram no dia 10 de Julho nas Dunas de S. Jacinto em Aveiro, como vocalista estava Jon Stevens.

A banda apresentou-se nos Açores em Angra do Heroísmo, no dia 25 de Junho de 2011, no último dia das Sanjoaninas 2011. O vocalista presente foi J. D. Fortune.[2]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No dia 19 de Janeiro de 1991, os INXS foram os cabeças-de-cartaz do Rock In Rio II, que se realizou no Estádio Maracanã.

Em 1994, os INXS passaram pelo Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba durante os dias 10,11,12 de Março respectivamente. Os concertos tiveram lugar no Estádio da Gávea, na Arena Anhembi e na Pedreira Paulo Leminski.

Em 2002, os INXS já sem Michael Hutchence, actuaram no dia 15 de Maio no Rio de Janeiro, no ATL Hall. No dia 17 de Maio actuaram em São Paulo, no Via Funchal. O vocalista na época era Jon Stevens.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ao vivo[editar | editar código-fonte]

Compilações[editar | editar código-fonte]

EPs[editar | editar código-fonte]

Prémios e indicações[editar | editar código-fonte]

Membros[editar | editar código-fonte]

Lista cronológica:[3] [4] [5]

  • Garry Gary Beers — Baixo (1977 – presente)
  • Andrew Farriss — Teclados, guitarra (1977 – presente)
  • Jon Farriss — Bateria, teclados (1977 – presente)
  • Tim Farriss — guitarra (1977 – presente)
  • Michael Hutchence — Vocal (1977 – 1997) (Falecido)
  • Kirk Pengilly — Guitarra, saxofone, vocal de apoio (1977 – presente)
  • Jon Stevens — Vocal (2002–2003, vocal convidado 2000–2002)
  • J. D. Fortune — Vocal (2005–2009)

Torné/participações especiais:

  • Jimmy Barnes — Vocal convidado (1998)
  • Terence Trent D'Arby — Vocal convidado (1999)

Referências

  1. Australianos INXS confirmam fim após 35 anos de carreira.
  2. INXS nos Açores em junho (em português). blitz.aeiou.pt. Página visitada em 25 de junho de 2011.
  3. McFarlane, Ian. Encyclopedia of Australian Rock and Pop. [S.l.: s.n.], 1999. Capítulo: Encyclopedia entry for 'INXS'. , ISBN 1-86448-768-2 Página visitada em 2008-11-16.
  4. Ed Nimmervoll: INXS. HowlSpace. Página visitada em 2008-11-17.
  5. Magnus Holmgren: INXS. Australian Rock Database. Página visitada em 2008-11-16.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of Australia.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical da Austrália, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.