Ilicínea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Ilicínea
"Congonhas"
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 12 de dezembro
Fundação 12 de dezembro de 1953
Gentílico ilicinense
Prefeito(a) Aluísio Borges (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Ilicínea
Localização de Ilicínea em Minas Gerais
Ilicínea está localizado em: Brasil
Ilicínea
Localização de Ilicínea no Brasil
20° 56' 09" S 45° 49' 58" O20° 56' 09" S 45° 49' 58" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Sul/Sudoeste de Minas IBGE/2008 [1]
Microrregião Varginha IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Guapé, Carmo do Rio Claro, Boa Esperança
Distância até a capital 330 km
Características geográficas
Área 376,004 km² [2]
População 11 488 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 30,55 hab./km²
Clima Tropical de Altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,758 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 90 369,771 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 712,71 IBGE/2008[5]
Página oficial

Ilicínea é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2004 era de 11.429 habitantes.

O município de Ilicínea localiza-se na região sul de Minas Gerais, a cerca de 300 quilômetros de Belo Horizonte. Está situada em uma região fortemente marcada pelo complexo hidrográfico de Furnas. Sua posição estratégica permite o fácil deslocamento para os principais pontos da represa. Ilicínea limita-se com os municípios de Boa Esperança, Carmo de Rio Claro e Guapé. É servida por estradas de rodagem federal, estadual e municipal o que também permite o fácil acesso aos principais pólos regionais e estaduais.

Possui um cotidiano tranquilo, com raízes rurais que ainda hoje não só dominam o imaginário de seus habitantes como também integram a vida da cidade. O comércio concentra-se nas três principais vias: a Rua Direita, Rua 15 de Novembro e a Rua do Comércio. Nesses locais o visitante poderá encontrar Padarias, Farmácias, Mercearias, Lojas de Informática, Consultórios Odontológicos, Escritórios de Contabilidade e Papelarias entre outras variedades de serviços.

O movimento noturno, concentrado na Praça 7 de Setembro, atrai jovens de todas as cidades da região. Em Ilicínea ainda ocorrem os tradicionais bailes, alguns famosos como o de sábado de aleluia. Durante o dia a cidade reserva bons locais de visitação. Suas igrejas, algumas localizadas na região rural, confirmam sua tradição de religiosidade mineira. Tradição que pode ser vista nas romarias e procissões durante o ano.

Entretanto a natureza é que reserva os principais espetáculos ao viajante. As paisagens locais permitem vislumbrar o cenário das conhecidas montanhas de Minas. Montanhas estas que escondem cachoeiras, caminhos e locais que despertam todas as nuances de uma região rica e bela como o sul de Minas Gerais. Para conhecer estes locais basta disposição e espírito aventureiro.

Uma das paisagens mais marcantes da cidade é a Serra do Serrote, montanha que modela o horizonte visto da posição urbana do município. No seu cume, existe uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do município. O local é destino de muitos peregrinos no feriado religioso da sexta-feira da paixão.

Observação[editar | editar código-fonte]

A origem do nome do município vem do latim. Em alusão ao antigo nome do distrito Congonhas (espécie de planta encontrada na região) adotou-se Ilice do latim e o sufixo inea, formando assim Ilicínea que somente em 1953 deixou a condição de distrito emancipando-se como município. Título não preenchido, favor adicionar.

História[editar | editar código-fonte]

Durante o século XVIII, ocasião da conquista e desbravamento da região banhada pelo rio Grande, ocorreram inúmeras lutas entre os integrantes da bandeira de Fernão Dias Paes Leme e os indígenas que povoavam a região. A partir dessas lutas, surgiu uma lenda que falava de um tesouro nas margens do rio Itaci. Essa lenda despertou a cobiça de muitos aventureiros, dentre eles João de Souza Bueno e Constantino de Albuquerque, que se dedicaram à procura do tesouro, sem nada encontrar. Resolveram, então, aproveitar as terras desabitadas e formaram ali o antigo povoado que deu origem ao atual município de Ilicínea. No século XIX, Francisco Inácio de Andrade e Antônio Casemiro Monteiro doaram uma área para construção da Capela de Nossa Senhora Aparecida e, ao seu redor, o povoado foi crescendo, com o nome de Congonhas. No ano de 1923, a antiga denominação mudou para Ilicínea, nome com o qual, trinta anos mais tarde, foi criado o município. Fonte: Secretaria da Cultura em 1 de outubro de 1999

Geografia[editar | editar código-fonte]

Área[editar | editar código-fonte]

  • Área do Município: 383,1 km²

População[editar | editar código-fonte]

  • Densidade Demográfica: 25,92 hab/km²
  • Altitude Média: 300 m

Clima[editar | editar código-fonte]

  • Temperatura Média Anual: 19,4

Precipitação pluviométrica[editar | editar código-fonte]

  • Precipitação Média Anual: 1529,7

Economia[editar | editar código-fonte]

A principal fonte de emprego do muncípio são as colheits do café na certa época do ano. As indústrias e confecções de jeans para algumas marcas famosas como Sawary são a principal forma do lucro da cidade.

Religião[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Evangélica Assembleia de Deus Missões
  • Missão Batista de Fé Reformada
  • Igreja Católica Apostólica Romana
  • Primeira Igreja Batista em Ilicínea

Turismo[editar | editar código-fonte]

  • Cachoeiras

Eventos[editar | editar código-fonte]

  • Mês de Fevereiro - Carnaval
  • Mês de Abril
    • Semana Santa
    • Subida da serra do serrote
    • Baile de Aleluia
  • Mês de Junho - Festa de Santo Antonio (Rildo e Lucimara)
    • Arraiá das Escolas
  • Mês de Julho - Tradicional Festa do Peão
  • Mês de Agosto-Festa do Congado
  • Mês de Novembro - Coco Bongo a festa
    • tunning sound car
  • Mês de Dezembro
    • Festa de Aniversário da Cidade

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Lago de Furnas
Aguanil | Alfenas | Alpinópolis | Alterosa | Areado | Boa Esperança | Cabo Verde | Camacho | Campo Belo | Campo do Meio | Campos Gerais | Cana Verde | Candeias | Capitólio | Carmo do Rio Claro | Coqueiral | Cristais | Divisa Nova | Elói Mendes | Fama | Formiga | Guapé | Ilicínea | Itapecerica | Lavras | Nepomuceno | Paraguaçu | Perdões | Pimenta | Ribeirão Vermelho | São João Batista do Glória | São José da Barra | Três Pontas | Varginha
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.