Alterosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Alterosa
Igreja matriz de São Joaquim em Alterosa

Igreja matriz de São Joaquim em Alterosa
Bandeira de Alterosa
Brasão de Alterosa
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 17 de dezembro
Fundação 17 de dezembro de 1938
Gentílico alterosense
Prefeito(a) Marcelo Nunes de Souza PSDB
(2009–2012)
Localização
Localização de Alterosa
Localização de Alterosa em Minas Gerais
Alterosa está localizado em: Brasil
Alterosa
Localização de Alterosa no Brasil
21° 14' 56" S 46° 08' 34" O21° 14' 56" S 46° 08' 34" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Sul/Sudoeste de Minas IBGE/2008 [1]
Microrregião Alfenas IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Carmo do Rio Claro, Alfenas, Areado, Monte Belo, Nova Resende, Conceição da Aparecida
Distância até a capital 324 km
Características geográficas
Área 366,101 km² [2]
População 13 714 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 37,46 hab./km²
Altitude 848 m
Clima Tropical Úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,736 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 101 231,004 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 365,47 IBGE/2008[5]
Página oficial

Nota: Se procura a emissora associada, consulte TV Alterosa

Alterosa é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

Diz a história que a cidade de Alterosa foi um dos primeiros povoados do Sul de Minas Gerais. Por volta do ano de 1.700, os tropeiros acampavam nas margens de um pequeno riacho que posteriormente receberia o nome de Ribeirão São Joaquim. A chegada de José Rodrigues Moreira, um português proveniente do Espírito Santo, marcou o desenvolvimento e o início da povoação do local. Na ocasião o povoado era conhecido por São Joaquim da Serra Negra, devido à existência de uma serra nas proximidades. Logo foi erguida uma casa que servia de pousada aos tropeiros vindos de Lavras e São João Del Rei, devido à decadência da extração do ouro nessas regiões.

O povoado era parte do território de Jacuí, e ligado a freguesia do Carmo do Rio Claro, sendo que em 28 de junho de 1850 foi desmembrada e elevada, por Lei Provincial nº 467 em seu parágrafo 1º do artigo 1º, a categoria de paróquia. Foi fundada por uma família de um barão de muita importância na época, o Barão Silva. Os descendentes da família Silva vivem em Alterosa até hoje. O barão, com sua importância política fez com que Alterosa fosse elevada a município.

Tornou-se distrito de Caldas permanecendo ligada até 1860 quando pela lei nº 1.090 em 7 de outubro transferiu-se para o território da Vila Formosa de Alfenas, que passaria a chamar Alfenas, de onde São Joaquim da Serra Negra permaneceu ligado até a emancipação em 17 de dezembro de 1938.

Em 1874, segundo ao Almanaque Sul mineiro “contava com duas igrejas a do padroeiro e a do Rosário, e um bem construído cemitério, uma pequena cadeia. A freguesia conta com mais de trezentas casas, o arraial é formado por três praças e sete ruas... ...produz e exporta fumo, porcos carneiros e bois.”

A criação do distrito foi confirmada por Lei Estadual nº 2, de 14 de setembro de 1891. A divisão administrativa de 1911 dá o distrito como figurando no município de Alfenas, como nome de Serra Negra. Entretanto, de acordo com os quadros de apuração do recenseamento geral de 1 de setembro de 1920, bem como o texto da lei nº 843, de 7 de setembro de 1923 e a Divisão Administrativa de 1933, o distrito aparece integrando o município de Alfenas, mas com o nome de São Joaquim da Serra Negra. Novamente passa a chamar-se São Joaquim da Serra Negra, conforme se verifica na Divisão Territorial de 31 de dezembro de 1937 e no Decreto Lei Estadual nº 88, de 30 de dezembro de 1938.

Em 17 dezembro de 1938 pelo Decreto Lei Estadual nº 148, que frisou o quadro territorial para vigorar no quinquênio 1939 / 1943, altera a denominação do distrito para Serra Negra e cria o Município do mesmo nome, constituído do distrito transferido de Alfenas.

E, por força do decreto-lei Estadual nº 1058, de 31 de dezembro de 1943, o município passou a denominar-se Alterosa, ligado ao relevo montanhoso, significando “cidade das montanhas - Alta Majestosa”.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localizado às margens do Lago de Furnas, o município de Alterosa, pertence à região administrativa de Alfenas/Varginha, Sul de Minas. Sua população recenseada em 2010 era de 13.714 habitantes.

A sede do município situa-se a 21° 14’ 45’’ de latitude sul e 46º 08’ 30’’ de longitude oeste, na região sul do Estado de Minas Gerais. O município de Alterosa tem uma superfície de 367 km² e é limitado pelos municípios de Areado a sul, Alfenas a leste; Carmo do Rio Claro a nordeste, Conceição da Aparecida a norte, Nova Resende a oeste e Monte Belo a sudoeste.

O município de Alterosa pertence à Associação dos Municípios da Micro Região da Baixa Mogiana a AMOG, com sede em Guaxupé. Pertenceu, na área jurídica, inicialmente a comarca de Alfenas, e em 1972 foi desmembrada formando a Comarca de Areado, a qual Alterosa passou a pertencer.

A temperatura varia de 0° centígrados a mínima e 30º centígrados a máxima anual. A cidade está a 840 metros de altitude e no município a Serra Negra com 1.227 metros acima do nível do mar. O relevo do município apresenta uma topografia plana, sendo 75% ondulado e 15% montanhoso.

O índice médio pluviométrico anual é de 1.638 mm. O município está irrigado pelo ribeirão São Joaquim, Córrego Quilombo, que deságuam no rio grande e mais tarde no lago, formado pela represa hidroelétrica de Furnas, que ocupa uma área alagada de 18,36 km².

O clima e a topografia favoreceram o desenvolvimento da agropecuária, o que facilitou no abastecimento de tropeiros e também de regiões carentes de produtos tais como o arroz, feijão, mandioca, fumo, carne de bovinos, suínos e também muares para tração

Economia[editar | editar código-fonte]

Alterosa se destaca no cenário agropecuário pela existência de lavouras tecnificadas, o que lhe garante alta produtividade. Produtores locais são recordistas de produção agrícola, premiados em concursos promovidos pelo Estado.

A cidade possui cerca de 1.300 propriedades rurais, com tamanho médio de 25 hectares. De acordo com o SIAT local, o município conta com 1.214 produtores inscritos. Em geral, concentram suas atividades na produção da pecuária de leite e corte, no plantio de café, milho e, recentemente, de batata. O modelo familiar de produção agropecuária é expressivo no município, o que determina a existência de uma cooperativa de crédito e associações de produtores.

A sede do município, com área urbana de 2 km², abriga, atualmente, 69.3% da população. A cidade conta com serviços e comércio que atendem satisfatoriamente suas demandas. Para se ter uma ideia da infra-estrutura do município, 100% da população urbana é favorecida com serviço de água tratada.

Alterosa é um dos dezessete municípios mineiros que contam com uma Usina de Tratamento de Resíduos Urbanos, modelo para outras cidades.

Educação[editar | editar código-fonte]

Laboratório de Física e Química do Polo de Apoio Presencial da Universidade Aberta do Brasil em Alterosa

Ensino Fundamental[editar | editar código-fonte]

O ensino fundamental, de competência do município, cobre 100% da demanda educacional.

Ensino Superior[editar | editar código-fonte]

No município de Alterosa está sediado um polo de apoio presencial da Universidade Aberta do Brasil[6] , onde são oferecidos cursos de graduação e pós-graduação na modalidade a distância pela Universidade Federal de Ouro Preto e pela Universidade Federal de Itajubá.

Lazer e turismo[editar | editar código-fonte]

Apesar da economia variada, a vocação de Alterosa é o lazer e o turismo. Recentemente foi criado o Prodetur -- Programa de Desenvolvimento Turístico de Alterosa --, órgão que tem por finalidade oferecer incentivos a empresários de turismo. Também está prevista a construção de uma rampa de asa delta na Serra Negra (1.257 metros de altura), para atrair adeptos do esporte. Já existem alguns eventos durante o ano (carnaval, motocross, Festa do Peão, Alterosense Ausente, entre outros) que atraem turistas para Alterosa. O Lago de Furnas, a maior riqueza da cidade, recebe todas as semanas outros visitantes em busca de pescaria, lazer e esportes náuticos. Na beira da represa o turista pode apreciar os pratos da cozinha regional, como a traíra sem espinhos. Alterosa oferece também opção para os amantes do turismo ecológico, a Serra Negra, que possui variados tipos de fauna e flora.

Eventos[editar | editar código-fonte]

Fevereiro - Carnaval Julho - Festa do Peão Agosto - Encontro de Motociclistas Dezembro - Aniversário do Município

Comunicação[editar | editar código-fonte]

A cidade possui duas emissoras de rádio. A rádio comercial Serra Negra FM 102,7 leva seu sinal a quase 60 municípios do sul de minas com programação exclusivamente sertaneja. A rádio comunitária Boas Novas FM 87,9, dirigida pela Associação Comunitária Assembléia de Deus, presta serviços de informação e cultura. A programação musical é dividida entre programas ecléticos e religiosos.

Instituições Financeiras[editar | editar código-fonte]

Possui 3 agências bancárias. Banco do Brasil, Banco Bradesco e Cooperosa


Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  6. Universidade Aberta do Brasil. Visitado em 2 de julho de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Lago de Furnas
Aguanil | Alfenas | Alpinópolis | Alterosa | Areado | Boa Esperança | Cabo Verde | Camacho | Campo Belo | Campo do Meio | Campos Gerais | Cana Verde | Candeias | Capitólio | Carmo do Rio Claro | Coqueiral | Cristais | Divisa Nova | Elói Mendes | Fama | Formiga | Guapé | Ilicínea | Itapecerica | Lavras | Nepomuceno | Paraguaçu | Perdões | Pimenta | Ribeirão Vermelho | São João Batista do Glória | São José da Barra | Três Pontas | Varginha
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.