Ilie Dumitrescu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ilie Dumitrescu
Ilie Dumitrescu.jpg
Informações pessoais
Nome completo Ilie Dumitrescu
Data de nasc. 6 de janeiro de 1969 (45 anos)
Local de nasc. Bucareste,  Roménia
Altura 1,72 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Meio-campista
Clubes de juventude
19771986 Flag of Romania (1952-1965).svg Steaua Bucareste
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
19861994
19871988
19941995
1995
1996
19961997
19971998
1998
Roménia Steaua Bucareste
Roménia Olt Scorniceşti (emp.)
Inglaterra Tottenham Hotspur
Espanha Sevilla (emp.)
Inglaterra West Ham United
México América
México Atlante
Roménia Steaua Bucareste
0165 000(71)
0031 0000(1)
0018 0000(4)
0013 0000(1)
0015 0000(2)
0013 0000(1)
0027 0000(3)
0007 0000(3)
Seleção nacional
19891998 Flag of Romania.svg Romênia 0062 000(20)
Times que treinou
20002001
2001
20012002
2002
20022003
20032004
2004
2005
2005
20052006
2006
2009
2010
Roménia Oţelul Galaţi
Roménia Braşov
Chipre Alki Larnaca
Flag of Romania.svg Romênia Sub-21
Roménia FCM Bacău
Chipre Apollon Limassol
Grécia AEK Atenas
Grécia Egaleo
Grécia Akratitos
Grécia Kallithea
Grécia PAOK
Grécia Panthrakikos
Roménia Steaua Bucareste

Ilie Dumitrescu (Bucareste, 6 de janeiro de 1969) é um ex-futebolista e treinador de futebol romeno. Participou de três Copas com a Seleção Romena.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Dumitrescu ingressou na Academia de Futebol do Steaua Bucureşti em 1977, quando tinha oito anos de idade. Até 1986, integrava as categorias de base do clube azul-grená quando começou a ganhar chances no time principal. Em 1987, com 18 anos, foi repassado pelo Steaua ao Olt Scorniceşti, para que ele ganhasse mais experiência em partidas oficiais. Com o encerramento do empréstimo, Dumitrescu regressou aos Roș-Albaștrii mais maduro, em 1989. A partir deste ano, ganhou mais chances sob o comando de Anghel Iordănescu.

Até 1994, Dumitrescu disputou 165 partidas com a camisa do Steaua, marcando 71 gols. Nem mesmo a eliminação nos pênaltis para a Suécia, pelas quartas-de-final da Copa dos EUA, impediu o meia de ser contratado pelo Tottenham Hotspur após o Mundial. Dirigentes do clube inglês entraram em contato com Dumitrescu para contratá-lo. Em território inglês, o jornal News of the World divulgou notícia de que o romeno estaria se envolvendo com prostitutas. Por conta deste episódio, a carreira de Dumitrescu entrou em declínio. O Tottenham emprestou o meia para o Sevilla sem que ele estreasse com a camisa dos Spurs, tudo para acalmar os ânimos de Dumitrescu. Jogou bem pela equipe andaluz, mas isso não foi suficiente para sua contratação em definitivo.

Retornou a White Hart Lane e emplacou dezoito partidas com a camisa do Tottenham, marcando quatro gols. Permaneceu na Inglaterra em 1996, sendo contratado pelo West Ham, onde atuou em dez jogos. Saiu da Albion no mesmo ano para jogar no México, representando o América-MEX, onde também jogou pouco (13 partidas, um gol).

Dumitrescu tentou reerguer sua carreira no Atlante, atuando em 27 partidas e marcando três gols. Em 1998, retornou ao Steaua, clube onde se consagrou. No final da temporada, anunciou que sua carreira de jogador havia terminado.

Carreira de treinador[editar | editar código-fonte]

Com o final da carreira de jogador, Dumitrescu se aventurou como agente de jogadores, função que desempenhou por algum tempo, antes de se tornar treinador de clubes a partir de 2000, quando foi contratado pelo Oțelul Galați.

Até 2007, comandou Brașov (2001), Alki Larnaca (2001-2002), Seleção Sub-21 da Romênia (2002), Bacău (2002-2003), Apollon Limassol (2003-2004), AEK Atenas (2004), Egaleo (2005), Akratitos (2005), Kallithea (2005-2006) e PAOK (2006). Foi no PAOK que Dumitrescu foi criticado pela torcida da equipe em virtude de seu estilo de jogo muito defensivo. Por conta das críticas, pediu demissão e se afastou do futebol por três anos. Em 2009, voltou ao futebol para comandar o Panthrakikos, onde trabalhou por alguns meses.

Dumitrescu retornou ao Steaua em agosto de 2010, dessa vez para ser treinador do time onde se consagrou por oito anos.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Dumitrescu estreou pela Seleção Romena em 1989, em amistoso contra a Grécia. No ano seguinte, foi convocado para participar de sua primeira Copa. Jogou duas partidas na Copa da Itália, sempre como substituto. Seu primeiro gol com a Seleção foi em 1992, contra o México.

A Copa de 1994 foi a única em que Dumitrescu obteve sucesso com a Seleção Romena, marcando dois gols contra a Argentina. Estes seriam também os únicos gols do meia em Copas. Com a Romênia classificada para a Eurocopa de 1996, Dumitrescu não foi lembrado por Anghel Iordănescu, que ainda assim o convocou para a Copa de 1998, quando sua carreira já estava praticamente encerrada. Dumitrescu, que foi reserva durante a participação dos romenos no torneio, participou do jogo contra a Tunísia, quando a equipe já havia conquistado a classificação para as oitavas-de-final.

Seu último gol pela Romênia foi em junho de 1998, contra a Moldávia. Até aquele ano, Dumitrescu realizou 62 partidas, marcando vinte gols.


Ícone de esboço Este artigo sobre um futebolista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.