João Eudes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São João Eudes, C.J.M.
São João Eudes
Presbítero, Pai, Doutor e Apóstolo
do culto litúrgico do Sagrado Coração e
Fundador da Congregação de Jesus e Maria
Nascimento 14 de novembro de 1601 em Ri (Orne)
Morte 19 de agosto de 1680 em Caen
Veneração por Igreja Católica
Canonização 1925 por Papa Pio XII
Festa litúrgica 19 de agosto
Gloriole.svg Portal dos Santos

João Eudes, C.J.M. (Ri, Orne, 14 de novembro de 1601Caen, 19 de agosto de 1680) foi um presbítero francês, sendo venerado como santo pela Igreja Católica.

Fundou a Congregação de Jesus e Maria, para formação doutrinal e espiritual de padres e seminaristas, cujos membros são conhecidos como euditas[1] . Fundou também uma congregação religiosa feminina, a Congregação Nossa Senhora da Caridade do Refúgio, com a missão de atender às prostitutas e crianças abandonadas. Esta congregação deu origem, no século XIX, à Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, conhecida como as Irmãs do Bom Pastor. Foi declarado pelo Papa Pio X pai, doutor e apóstolo da doce devoção aos cristianíssimos Corações de Jesus e de Maria.

Biografia[editar | editar código-fonte]

São João Eudes nasceu no norte da França, na Vila de Ri, próximo a Argentan. Cresceu em uma família profundamente religiosa. Fez seus primeiros estudos no Colégio Real de Dumont, pertencente aos jesuítas. Já na adolescência consagrou-se à Virgem Maria.

Aos 22 anos ingressou na Congregação do Oratório, sendo ordenado padre dois anos depois. Dedicou-se a pregar entre o povo nas regiões de Île-de-France, Bolonha-sobre-o-Mar, Bretanha e Normandia. Assistiu os doentes e suas famílias durante a epidemia de peste em 1627 sem temor da doença. Temendo que seus companheiros de congregação fossem contaminados devido ao seu contato com os enfermos, não entrava em casa e dormia dentro de um barril.

Percebeu como urgente a reforma do Clero. Em 1643, abandonou a Congregação do Oratório e fundou a Congregação de Jesus e Maria, para dar formação espiritual e doutrinal aos padres e seminaristas. Posteriormente fundou uma congregação religiosa feminina, a Congregação Nossa Senhora da Caridade do Refúgio para atender mulheres e crianças em más condições de vida. No século XIX esta congregação originará a Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, das irmãs do Bom Pastor. Fundou ainda uma associação para leigos, para aprofundar a doutrina cristã.

Após uma longa vida dedicada à missão entre o povo, morreu em Caen, norte da França, em 1680.

Seu legado[editar | editar código-fonte]

Desde o tempo de sacerdote do Oratório, dedicou-se às missões populares, que foram ainda mais impulsionadas pelas congregações por ele fundadas: teriam sido 110 missões em toda a França.

Sua espiritualidade afetiva contrastou com o rigor doutrinário do jansenismo e da passividade do quietismo. O seu eixo espiritual era a misericórdia, expressa na caridade para com os mais abandonados. Além disto, desenvolveu a devoção ao Sagrado Coração de Jesus e de Maria.

João Eudes foi um grande reformador da vida religiosa. Sua experiência no meio do povo o fez conhecer a penosa situação do clero e dos cristãos e a necessidade urgente de formação. Daí sua dedicação à fundação dos Institutos religiosos. Na sua concepção, a formação do clero era uma meio de difundir a misericórdia de Deus expressa em ações em favor dos mais necessitados.

Canonização[editar | editar código-fonte]

João Eudes foi proclamado pelo Papa Pio X Pai, Doutor e Apóstolo do culto litúrgico do Sagrado Coração. Foi canonizado pelo Papa Pio XII em 1925. O dia festivo de São João Eudes é comemorado no dia da sua morte: 19 de agosto.

Oração de São João Eudes ao Coração de Jesus e Maria[editar | editar código-fonte]

  • Salve, Coração santíssimo,
  • Coração manso,
  • Coração humilde,
  • Salve, Coração puro,
  • Coração entregue
  • Coração sábio
  • Salve, Coração paciente,
  • Coração obediente
  • Coração vigilante ;
  • Salve, Coração fiel,
  • Coração feliz,
  • Coração misericordioso ;
  • Salve, Coração muito amoroso de Jesus e de Maria.
  • Nós te adoramos,
  • Nós te louvamos,
  • Nós te glorificamos,
  • Nós te damos graças,
  • Nós te amamos
  • de todo o nosso coração,
  • de toda a nossa alma,
  • com todas as nossas forças ;
  • Nós te oferecemos o nosso coração,
  • Nós o entregamos,
  • Nós o consagramos,
  • Nós o sacrificamos.
  • Aceita-o e possui-o totalmente ;
  • Purifica-o,
  • Ilumina-o,
  • Santifica-o,
  • Para que nele vivas e reines,agora, sempre e por toda a eternidade.
  • Amém.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre João Eudes