Jorge Terter I da Bulgária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jorge Terter I
Imperador da Bulgária
Moeda de Jorge Terter I e Teodoro Svetoslav
Governo
Reinado 12801292
Consorte Maria
Kira Maria
Antecessor João Asen III
Sucessor Smilec
Dinastia Terter
Títulos Fundador da dinastia Terter
Vida
Nome completo Георги Тертер
Morte 1308 ou 1309
Filhos Com Maria Terter:
Teodoro Svetoslav
Helena Terter
Com Kira Maria:
Ana Terter

Jorge Terter I (em búlgaro: Георги Тертер I) foi o imperador da Bulgária entre 1280 e 1292. Não se sabe quando ele nasceu. O reinado de Jorge Terter I continuou o rápido declínio da Bulgária durante a segunda metade do século XIII e, embora ele tenha conseguido se manter no trono por mais de uma década (ao contrário de seus dois predecessores), Jorge parece não ter conseguido se consolidar contra as forças desagregadoras da corte búlgara, inclusive em sua própria capital, Tarnovo. Por isso, ele estava muito limitado em sua capacidade de interagir adequadamente na política externa ou mesmo de se defender contra agressões estrangeiras, particularmente os constantes raides dos mongóis da Horda Dourada. Durante os caóticos anos que precederam a ascensão de Jorge Terter I, os búlgaros perderam quase toda a Trácia para o Império Bizantino e, já no seu reinado, os territórios búlgaros na Macedônia foram divididos entre os bizantinos e o Reino da Sérvia entre 1282 e 1284.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Os antecedentes de Jorge Terter I são obscuros, mas as fontes bizantinas relatam que ele era de ascendência búlgaro-cumana, o que é corroborado pelo seu nome duplo que lembra o nome do clã cumano dos Terteroba. Ele tinha pelo menos um irmão chamado Aldimir (Eltimir), que foi feito despotes pelo irmão ou pela regência de seu sucessor, João II.

Quando João Asen III se tornou imperador em Tarnovo em 1279 durante a Revolta de Ivailo, ele tentou reforçar sua posição se aliando com Jorge Terter. Este se divorciou de sua primeira esposa, Maria, que foi enviada com o filho deles, Teodoro Svetoslav, como refém para o Império Bizantino, para poder se casar com Kira Maria, a irmã de João Asen III. Jorge Terter também foi então elevado à posição de despotes, a dignidade mais alta na hierarquia cortesã búlgaro-bizantina.

Imperador da Bulgária[editar | editar código-fonte]

Bulgária na segunda metade do século XIII. Em laranja escuro, o império na época de Jorge Terter I.

O contínuo sucesso de Ivailo contra os reforços bizantinos levaram João Asen III a fugir da capital para o Império Bizantino, abrindo espaço para que Jorge Terter lhe tomasse o trono em 1280. Com a ameaça de Ivailo e João Asen III fora do caminho, Jorge fez uma aliança com o rei Carlos I da Sicília, com Estêvão Dragutino da Sérvia e com a Tessália contra Miguel VIII Paleólogo no ano seguinte. A aliança fracassou por que Carlos estava ocupado com as "Vésperas Sicilianas" e a secessão da Sicília em 1282, enquanto que a Bulgária estava sendo devastada pelos raides mongóis de Nogai Khan, o da Horda Dourada. Tentando conseguir o apoio dos sérvios, Jorge Terter I prometeu a mão de sua filha Ana Terter ao rei sérvio Estêvão Milutino em 1284.

A partir da morte de Miguel VII em 1282, Jorge reabriu as negociações com os bizantinos e mandou trazer de volta sua primeira esposa, o que ele finalmente conseguiu depois de um tratado e as duas Marias trocaram de posição como imperatriz e refém. Teodoro foi elevado a co-imperador, mas acabou sendo enviado novamente como refém, desta vez para a corte de Nogai Khan depois de um raide particularmente devastador. A outra irmã de Teodoro, Helena, foi enviada com ele com o objetivo de se casar com o filho do cã, Chaka.

Exílio e morte[editar | editar código-fonte]

Por razões desconhecidas, provavelmente por causa da pressão mongol, Jorge Terter I buscou refúgio no Império Bizantino em 1292. O imperador Andrônico II Paleólogo a princípio se recusou a recebê-lo, talvez temendo complicações com os mongóis, e Jorge teve que ficar esperando, em condições deploráveis, nas redondezas de Adrianópolis. O imperador búlgaro foi finalmente recebido e enviado para viver na Anatólia, onde passou mais de uma década na obscuridade. Em 1301, seu filho Teodoro Svetoslav, já imperador da Bulgária, derrotou o exército bizantino e capturou treze oficiais, que ele depois trocou pelo pai.

De volta à Bulgária, Jorge Terter I não mais voltou para a corte e foi confinado a uma vida luxuosa numa cidade escolhida pelo filho. Uma inscrição numa igreja escavada na rocha perto de Ivanovo menciona laconicamente a morte do "imperador Gergi" no ano de 1308/1309.

Família[editar | editar código-fonte]

Jorge Terter I se casou duas vezes. Com sua primeira esposa, uma búlgara chamada Maria Terter, ele teve:

Com sua segunda esposa, Kira Maria, irmã de João Asen III, ele teve:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Jorge Terter I da Bulgária
Nascimento:  ? Morte: 1308/1309
Precedido por:
João Asen III
Imperador da Bulgária
1280–1292
Sucedido por:
Smilec

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • John V.A. Fine, Jr., The Late Medieval Balkans, Ann Arbor, 1987.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]