Karun Chandhok

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Karun Chandhok
Chennai
Informações pessoais
Nacionalidade Índia Índiano
Nascimento 19 de janeiro de 1984 (30 anos)
Registros na Fórmula 1
Temporadas 2010-2012
Equipes HRT e Lotus
GPs disputados 12
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 0
Pontos 0
Pole positions 0
Voltas mais rápidas 0
Primeiro GP GP do Bahrain de 2010
Último GP GP da Malásia de 2012

Karun Chandhok (Chennai, 19 de janeiro de 1984) é um automobilista indiano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 2000, Chandhok foi Campeão do Campeonato Nacional da Índia, ganhando sete das dez corridas da Fórmula Maruti. Ele marcou a pole position e a volta mais rápida em todas as dez corridas. Em 2001, Chandhok foi o campeão da Fórmula 2000 na Ásia, tornando-se o mais jovem campeão dessa categoria, conduzindo a Potugal Racing Team.

Chandhok testou com a British na Fórmula 3 e com a equipe Carlin Motorsport em 2001. Correu na classe Nacional, em 2002, dirigindo para a T-Sport, terminando o campeonato em sexto lugar. Correu na T-Sport na National Class em 2003, e terminou em terceiro lugar na classificação final da categoria, atrás do campeão Ernesto Viso e vice-campeão Steven Kane. Em 2004, Chandhok correu na Fórmula 3 britânica principal classe da T-Sport, e terminou em 14º na classificação geral.

Em 2005, Chandhok correu a temporada pela Formula Renault 3.5 Série com RC Motorsport.

Ele foi o primeiro piloto a representar A1 Team Portugal no A1 Grand Prix, no início da temporada 2005-06, antes de ser substituído por Armaan Ebrahim para o restante da temporada.

Em 2006 ele tornou-se campeão do primeiro Campeonato de Formula V6 Asia pela Renault, tendo sete vitórias e nove pole positions em 12 corridas.

GP2 Series[editar | editar código-fonte]

Chandhok pilotando pela equipe Ocean Racing Technology em Mônaco na GP2.

Chandhok se mudou para a GP2 Series em 2007, pilotando para equipe Durango. Obteve sua primeira primeira vitória na GP2 no circuito de Spa-Francorchamps. Neste mesmo ano foi convidado para testar no Circuito da Catalunha, na Espanha nos dia 13 e 14 de novembro pela equipe Red Bull Racing.

Em 2008 manteve-se na GP2 Series, se transferindo para equipe iSport International, tornando-se companheiro de Bruno Senna.[1] Venceu uma corrida e terminou o campeonato na 10ª posição. Ao final dessa temporada foi presenteado com o prêmio "Best Driving Style".[2]

Chandhok assinou contrato com a equipe Ocean Racing Technology na GP2 Series de 2009.[3]

Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Em 4 de março de 2010, foi anunciado como piloto da equipe de Fórmula 1 Hispania Racing para a temporada de 2010. Mas só competindo 10 corridas de 19.[4] No início de 2011, Chandhok foi confirmado para piloto de testes da Team Lotus. Mas no GP da Alemanha, ele substituiu o italiano Jarno Trulli; ele largou e cruzou em 20º.

Resultados na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Chandhok pilotando pela equipe Hispania Racing no Grande Prêmio da Malásia de 2010.
Ano Equipe Chassi Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Classificação Pontos
2010 HRT F1 Team HRT F110 Cosworth CA2010 V8 BHR
Ret
AUS
14
MAL
15
CHN
17
ESP
Ret
MON
14
TUR
20
CAN
18
EUR
18
GBR
19
ALE
NP
HUN
NP
BEL
NP
ITA
NP
CIN
NP
JAP
NP
COR
NP
BRA
NP
EAU
NP
25° 0
2011 Lotus Racing T128 Renault RS27 V8 AUS
AT
MAL CHN TUR
AT
ESP MON CAN EUR
AT
GBR
AT
ALE
20
HUN BEL
AT
ITA CIN JAP
AT
COR
AT
IND
AT
EAU BRA 28° 0

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Karun Chandhok