Lara Croft

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde novembro de 2011).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Lara Croft
LaraCroftLegend.jpg
Lara Croft em Tomb Raider: Legend.
Série de jogos Tomb Raider
Primeiro jogo Tomb Raider (1996
Criado por Toby Gard
Dublador em inglês Shelley Blond (1996)
Judith Gibbins (1997–1998)
Nicki Minaj (1999–2003)
Keeley Hawes (2006–2010)
Minnie Driver (série animada)
Interpretado por Angelina Jolie (filmes)
Portal Games

Lady Lara Croft é uma personagem fictícia da série de videogame do gênero de aventura, Tomb Raider. O personagem criado por Toby Gard também apareceu em quadrinhos, romances e uma série de curtas de animação, e foi incorporada por Angelina Jolie nos dois filmes.

História da personagem[editar | editar código-fonte]

Lara Croft quando tinha 9 anos de idade, sobreviveu a um acidente de avião na Cordilheira do Himalaia, onde a mãe dela foi dada como desaparecida. Depois de resistir a uma caminhada de 10 dias até Katmandu, Lara passou o resto de sua infância sendo criada pelo seu pai, o arqueólogo Richard Croft o Conde de Abbingdon. aos 18 anos depois da morte de seu pai, Lara herdou os bens da família se tornando A Condessa de Abbingdon.

Lara é geralmente apresentada como uma inteligente, atlética e às vezes imprudente inglesa de nobre origem que viaja pelo mundo em busca de artefatos inestimáveis. Conhecida como arqueóloga e aventureira, ela frequentemente se aventura em antigas, e muitas vezes perigosas, tumbas e ruínas. Além de armadilhas e quebra-cabeças, Lara encontra uma variedade de inimigos, incluindo rivais, gangsters, animais perigosos (incluindo dinossauros), criaturas lendárias e seres sobrenaturais.

Criação da personagem[editar | editar código-fonte]

Inicialmente, o designer Toby Gard focou na criação da personagem principal que era essencialmente um clone de Indiana Jones. Quando este personagem foi considerado inaceitável, voltou sua atenção para um novo. Um fator que influenciou Gard a usar uma personagem do sexo feminino foi que ele percebeu que seus co-trabalhadores muitas vezes preferiam utlizar personagens femininas em Virtua Fighter. A personagem redesenhada foi inicialmente uma sul-americana chama Laura Cruz. Ela acabou evoluindo para uma inglesa chamada Lara Croft. Seu nome foi escolhido a partir de uma lista telefônica.Seu nome completo é Lara Croft Mandy DeMonay

Interpretação[editar | editar código-fonte]

Video Games[editar | editar código-fonte]

Lara foi dublada por seis atrizes ao longo da série Tomb Raider.

Filmes[editar | editar código-fonte]

Lara foi trazida à vida pela atriz Angelina Jolie nos filmes Tomb Raider (2001) e Tomb Raider: A Origem da Vida (2003).

Em 2007, Re\Visioned: Tomb Raider Animated Series, Lara foi dublada por Minnie Driver. E um outro filme da série será lançado em breve.

Modelos[editar | editar código-fonte]

Lara também foi interpretada pelas seguintes modelos em aparições públicas e promoções:

Segunda continuidade  Atlantean Scion (Tomb Raider: Anniversary)  Excalibur (Tomb Raider: Legend)  Thor's Hammer (Tomb Raider Underworld)

Características[editar | editar código-fonte]

Continuidades[editar | editar código-fonte]

Há duas diferentes continuidades dentro dos games Tomb Raider. A primeira continuidade foi criada pela Core Design, e engloba os seis primeiros jogos de Tomb Raider. A segunda e atual continuidade foi introduzida pela Crystal Dynamics pela reinvenção em série em Tomb Raider: Legend. As duas continuidades foram criada com a participação de Toby Gard. Além disso, os filmes e os quadrinhos de Lara Croft apresentam numerosas diferenças das continuidades do game.

Passado[editar | editar código-fonte]

Na primeira continuidade, o manual do game Tomb Raider contava sobre o nascimento de Lara para o Lord Henshingly Croft e como ela foi criada como uma aristocrata cercada de riqueza e luxo. Também explica-se como, aos 21 anos de idade, ela foi a única sobrevivente de um naufrágio próximo à costa do Japão e foi obrigada a confiar no seu juízo para permanecer viva. O incidente a mudou e a inspirou a abandonar sua vida de conforto e segurança em favor de viajar ao redor do mundo sozinha. Isto a levou a ser livre da família.

Tomb Raider: The Last Revelation expandiu o passado de Lara descrevendo como ela, aos 16 anos, acompanhou um famoso arqueólogo chamado Werner Von Croy em uma expedição ao Camboja. Os eventos criaram um fosso entre eles, mas também alimentou o interesse de Lara em civilizações antigas e artefatos. De acordo com a estátua memorial apresentada em Tomb Raider Chronicles, Lara nasceu em 1993, 28 anos antes de seu primeiro game.

A segunda continuidade apresenta uma diferença no passado. Muitas sequências de flashback em Legend mostram como Lara, aos 9 anos, sobreviveu a um acidente de avião no Himalaia que levou ao misterioso desaparecimento (e a morte presumida) de sua mãe, Amelia Croft. Lara então, de alguma forma, conseguiu sobreviver em uma jornada de dez dias para Kathmandu onde ela foi capaz de contactar seu pai, Richard Croft. Lara gastou o resto de sua infância sob o olhar atento de seu pai, um arqueólogo que permitiu Lara acompanhá-lo em expedições arqueológicas. Legend e Underworld fortemente implicam que a maior parte, se não todas, dessas expedições foram conduzidas para descobrir o que aconteceu com a mãe de Lara. Aos 18, quando seu pai morreu sob circunstâncias desconhecidas, Lara herdou os estados Croft com o título "Condessa de Abbingdon". De acordo com o manual do game Tomb Raider: Anniversary, as perseguições de Lara são motivadas pela esperança de que ela conhecerá a verdade sobre a morte de seus pais.

Experiência de combate[editar | editar código-fonte]

Na maior parte das aparições, Lara exibe um nível excepcionalmente elevado na habilidade de luta, particularmente com armas de fogo. Em Legend, por exemplo, ela é capaz de lutar sozinha em seu caminho contra um pequeno exército de mercenários. Como ela atingui tal proficiência, não é explicado nos games. No filme Lara Croft: Tomb Raider, uma fotografia pode ser vista mostrando Lara no centro de uma unidade militar. Isto, junto com outras frases dos filmes ("Nascidos em Riqueza. Limpos pela Elite. Treinados para Combater."), sugere que ela pode ter tido experiência militar formal. Porém, nenhum dos jogos menciona ou indica serviço militar, tornando esta explicação exclusiva para o passado de Lara nos filmes. Mas no jogo legend mostra sua roupa militar na inglaterra como sendo das forças especias inglesas a SAS de onde vem o seu reforço de ultima hora.

Personalidade[editar | editar código-fonte]

Lara é retratada constantemente como uma pessoa altamente confiante, independente e teimosa. Dos principais generos musical original que ela adora e´Eletro House e Rap. ela também é muito corajosa, mostrando raramente sinal de medo em muitas situações perigosas ou letais. Além disso, há um número significativo de diferenças na personalidade entre as continuidades. Na primeira continuidade, Lara é mostrada misteriosa, enigmática, sarcástica e até mesmo sangue frio à vezes. Em Legend, ela é mostrada como uma pessoa de coração iluminado e respeitosa que é mais aberta emocionalmente, e é também retratada mais feminina que na primeira continuidade. Isto é devido em parte ao seu maior nível de interação com pessoas, como a assistência de Zip e Alister, bem como pessoas do seu passado. Em Legend, ela também mostrou ter um amor por alturas vertiginosas e perigosas armadilhas antigas, para o desânimo de Zip e Alister. Em Anniversary (um remake do primeiro game), o que está subentendido no primeiro humano que ela mata, ela está visivelmente perturbada pelo incidente ao longo de todo o restante do jogo. Em contrapartida, no primeiro Tomb Raider, ela mata antagonistas humanos sem qualquer reação emocional. Foi eleita a personagem mais sexy dos games recentemente.[3]

Roupas e equipamentos[editar | editar código-fonte]

Sua roupa, marca registada de Lara, consiste em uma blusa sem manga azul esverdeado, shorts marrons, botas, meias brancas, luvas sem dedos, uma pequena mochila e um cinto utilitário com dois coldres. Esta roupa (ou variação estreita), tem aparecido em quase todos os jogos do Tomb Raider. Lara pode também vestir diferentes roupas durante o curso dos jogos, como uma roupa para ambiente aquático ou calças e uma jaqueta para uma área mais fria.

Na maioria dos jogos, a arma padrão de Lara é um par de pistolas semi-automáticas. Estas são tipicamente não identificadas no jogo, embora muitas vezes elas lembram armas da vida real - por exemplo, nas fotografias promocionais geradas por computador (bem como em jogos de resolução completa), elas lembraram Browning (tipo de pistola automática) Hi-Powers nos três primeiros jogos, Desert Eagle no quarto e quinto jogo, Heckler & Koch USP Match pistols em Legend e o novo Underworld, e Springfield Armory M19lls em Anniversary. Lara é geralmente capaz de adquirir armas mais potentes, como uma caçadeira ou fuzil de assalto, durante todo o curso dos jogos. Lara pode também ser vista utilizando um gancho em uma das animações em Tomb Raider. No entanto, isto não foi uma parte de seu padrão em equipamentos até Legend, quando foi anexado um braço magnético ao seu cinto em oposição ao tradicional gancho. Em Anniversary, o gancho foi mais tradicional, o qual não é magnético, mas foi apenas anexado ao cinto de Lara. Em Underworld o gancho também está presente em seu arsenal, ele é magnético e é retratado numa espécie de mini-pistóla que lara retira do cinto quando o usa e depois o re-coloca quando está pendurada. Em Legend e Underworld, Lara também tem uma capa impermeável PDA que exibe informações da missão.

Descobertas[editar | editar código-fonte]

Primeira continuidade[editar | editar código-fonte]

Segunda continuidade[editar | editar código-fonte]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Lara Croft Eu só queria que quando eles a tiraram das minhas mãos eles não tivessem deixado os seios dela tão grandes. Lara Croft

 — Toby Gard, [4]

Alguns fãs, assim como o designer original de Lara, Toby Gard, consideram que o status crescente de Croft como um símbolo sexual no video game a cada jogo lançado aumentou propagandas gratuitas e prejudiciais à personagem, que ganhou mais atenção pela sua aparição "dura-como-prego" em espírito e determinação. Em resposta a isso, afirmou-se que ela seria submetida a um redesenho e tornaria-se mais "reservada" em Tomb Raider: Legend por uma questão de se tornar mais atrativa para gamers do sexo feminino. Entretanto, algumas das roupas que ela veste nesse jogo são muito mais reveladoras que em qualquer coisa já vista em jogos anteriores, com muitas delas mostrando espaço entre os seios de Lara e/ou o diafragma dela (embora algumas das roupas disponíveis sejam muito modestas).

Alguns fãs haviam criticado a série por retratar Lara em uma forma cada vez mais sanguinária, e ocasionalmente não dando aos jogadores a opção de evitar a força letal contra os humanos. Tomb Raider III foi fortemente criticado por alguns por mostrar Lara cometendo assassinatos contra guardas seguranças, oficiais da polícia e homens de uma tribo.

Outra controvérsia (de novo, nos primeiros jogos da série) é Lara matar animais da fauna silvestre como tigres, onças e outros animais. Em resposta a isso, os criadores do jogo "relançado" de 2006, Legend, diluíram a violência do jogo. Enquanto Lara enfrenta animais silvestres (limitados a oito felinos e quatro cachorros no jogo), é claro que ela só mata por auto-defesa e sente remorso quando ela tem que fazer isso, tal como é indicado na conversa a seguir na primeira fase:

Alister: Por que predadores atacam presas maiores que eles mesmos é mistério.
Lara: É uma pena.

Mais tarde, na fase ela afirma quando mata mais uma onça:

Lara: Alguém escolheu um lugar infeliz para caçar.

Lara também expressa tristeza durante um flashback em que ela testemunha a morte de amigos e manifesta compaixão por ver os cadáveres congelados de cientistas soviéticos na fase do Cazaquistão.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Lara Croft é considerada tanto pelos críticos como pelos fãs um dos personagens de game mais importantes na cultura pop e a mais famosa personagem do sexo feminino do video game, como listada pelo The Guinness Books of World Records.

Lara apareceu em muitas propagandas de Lucozade durante o final dos anos 90, e foi garota cover da revista de estilo popular The Faze em 1997. Além disso, o escritor Douglas Coupland dedicou um livro a ela, analisando o efeito dela na cultura Elektro Rap.

Lara fez uma participação especial durante a turnê PopMart do U2 e apareceu em um clip da banda alemã punk Die Ärzte. Ela também participou de comerciais de carro da SEAT, e três comerciais do canal de TV G4. Em todas essas aparições, Lara foi representada por animação de computador. Lara também apareceu em um comercial da Visa no qual participou uma Lara real, interpretada por Sofía Vergara, interagindo com ela no jogo homólogo. O website Education City parodiou Lara Croft em uma série de game estrelando "Klara Loft".

Lara é o tema de uma música "Amami Lara" (Ama-me Lara) pelo compositor italiano Eugeino Finardi. A música foi apresentada durante a edição de 1999 do Festival della canzone italiana em Sanremo.

Referências

  1. Entrevista com Karima Adebibe (em inglês), Planet Lara
  2. Entrevista com Karima Adebibe (em inglês), Planet Lara
  3. http://www.ohgames.com.br/
  4. Closer Look: Lara Croft Tomb Raider: Legend www.allxbox.com, allXbox.com Staff, Publisher Mike Leonard. Visitado em 2007-07-09.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lara Croft