Máni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Máni
deus da lua
Pais Mundilfari e Glaur
Irmãos Sol
Portalda Mitologia nórdica

Na mitologia nórdica, Máni, é o deus da Lua, irmão da deusa Sol, filhos de Mundilfari e Glaur.[1]

Máni era seguido pelos céus pelos irmãos Hjúki e Bil; juntos representam as três fases da lua. Era constantemente perseguido pelo lobo Hati e a sua irmã por Skoll. O seu destino no Ragnarök é ser devorado por Hati.

A sua existência é atestada nas fontes antigas, no Völuspá, da Edda poética,[2] e também no Skáldskaparmál, Edda em prosa, em que Sol é mencionada no capítulo 26 como "irmã de Máni",[3] e no capítulo 56 são dados nomes à Lua: "crescente", "minguante", "contadora de anos", "brilhante", "crepúsculo", "reluzente", entre outros.[4]

Referências

  1. Mani. Cyber Samurai. Página visitada em 3 de Junho de 2012.
  2. Völuspá. Página visitada em 3 de Julho de 2012.
  3. Sturluson, Snorri. Skáldskaparmál, capítulo 26. Edda prosaica.
  4. Sturluson, Snorri. Skáldskaparmál, capítulo 56. Edda prosaica.