Bragi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bragi, de Carl Wahlbom (1810-1858)

Na mitologia nórdica, Bragi ou Brágui, é filho de Odin e deus da sabedoria e da poesia. É o protetor dos trovadores. Era casado com Iduna, deusa que concede juventude eterna aos deuses Æsir[1] .

Na Lokassena, uma saga que conta como Loki invadiu um banquete dos deuses e os acusou com calúnias e verdades dolorosas; Bragi foi acusado por Loki de ser um deus efeminado, e ao defender o esposo, a deusa Idunna foi acusada de ser uma deusa adultera, e Bragi e Iduna se divorciaram[2] .

Referências

  1. http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/mitologia-nordica/mitologia-nordica-12.php Bragi, deus nórdico da poesia e sabedoria. Página visitada em 16/10/2011
  2. http://allofthemitology.blogspot.com/2008/07/iduna-protetora-do-pomar-sagrado.html Página visitada em 2 de dezembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bragi
Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.