Mark 101

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mark 101 Lulu foi uma bomba nuclear de profundidade desenvolvida pelos Estados Unidos em decada de 1950 para o uso contra submarinos, ela utilizava uma ogiva W34 com rendimento de 11 quilotons, era operada de 1958 a 1971,1 também foi utilizada por outros paises da OTAN e aliados sobre a constante supervisão das Forças Armadas dos Estados Unidos. A Mark 101 Lulu começou a ser substituída em meados da decada de 1960 pela polivalente B57, pois esta poderia atuar como uma bomba de ataque terrestre bem como uma bomba de profundidade. A bomba não tinha detectores de velocidade de queda livre ou seja se ela estive-se sendo armada e ela rola-se e caísse no mar, quando atingi-se a profundidade progamada ela detonaria, podendo afundar o navio e matar os soldados que a armava. A ogiva W34 foi reaproveitada para o projeto do Python Primário, iniciando a implosão do secundário em armas termonucleares como o B28. Ja as variantes britânicas desse primário foi chamado de Pedro e utilizado no projeto Yellow Sun.

Ver tambem[editar | editar código-fonte]

Referencias[editar | editar código-fonte]