596 (teste nuclear)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Maquete da bomba

596 é o codinome do primeiro teste nuclear da República Popular da China, detonado em 16 de outubro de 1964, sendo o motivo de festa do exercito daquela nação, como também pegou de surpresa os Estados Unidos e a União Soviética, ele rendeu 22 quilotons e era um artefato de design de implosão, tornando a China a quinta potência nuclear do mundo.

História[editar | editar código-fonte]

A China começou a estudar e desenvolver armas nucleares a partir da década de 1950 sendo por causa da crença do presidente da China que sem uma arma nuclear a China não seria levada a serio como potência nuclear por outras e também estaria a mercê de chantagem nuclear por parte de outras nações principalmente pelos Estados Unidos.

A União Soviética estava ajudando a China lhes dando geradores de processamento de urânio, ciclotons ate que as suas relações foram rompidas nas décadas de 50-60 porem a China continuou o seu programa e se esforçou ainda mais com o teste francês Gerboise Bleue de 60 quilotons.

A China usou urânio pois era mais difícil enriquece-lo do que produzir plutônio, mais já usando urânio era um obstáculo maior a menos para eles já que o este tem rendimento superior ao plutônio, a China também surpreendeu por dois anos depois já inventar uma ogiva de fissão e um míssil intercontinental e três anos depois a China detonou a sua primeira bomba termonuclear.

Ver também[editar | editar código-fonte]