RDS-1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

RDS-1 (que significa:Reaktivnyi Dvigatel Specialny, ou "Motor a Jato Especial") foi a designação do primeiro artefato nuclear da União Soviética

O motivo dessa designação foi o fato do decreto secreto que originou o projeto tratá-lo com o codinome de um "projeto de motor a jato especial". A bomba recebeu o nome código de Joe-1 pelos Estados Unidos em alusão a Josef Stalin, o líder soviético.[1] A bomba foi testada a 29 de Agosto de 1949, em Semipalatinsk (Cazaquistão).[2]

A potência foi de 22 kton de TNT, similar à bomba Fat Man dos Estados Unidos, largada sobre Nagasaki, (Japão). Por insistência de Lavrenty Beria, o dispositivo foi mais ou menos copiado a partir do desenho da Fat Man americana. Foi denominado de Primeiro Relâmpago (em russo, Первая молния) pelos soviéticos. O seu desenvolvimento levou anos de avanço relativamente às projecções da Inteligência Militar americana, tendo sido um choque para o Ocidente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The Soviet Nuclear Weapons Program. NuclearWeaponArchive.org. Página visitada em 01/01/2014.
  2. Peslyak, Alexander (31/08/2009). Russia: building a nuclear deterrent for the sake of peace (60th anniversary of the first Soviet atomic test). RIA Novosti. Página visitada em 01/01/2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.