B41

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
B41.

A B41 foi uma linha de bombas termonucleares construídas pelos Estados Unidos.[1]

A bomba tinha um poder de destruição equivalente a 25 megatons. Foram fabricados cerca de 500 artefatos nucleares entre setembro de 1960 e junho de 1962. A arma foi desativada gradualmente entre novembro de 1963 e julho de 1976, sendo substituída pela B53.

Exigência[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento da arma começou a ser feito em 1955 seguindo exigências da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) que encomendou uma bomba de classe B ou de alto rendimento (mais de 10.000 lb / 4 545 kg). Seria desenvolvida uma versão de ogiva para Míssil balístico intercontinental, porém o projeto foi cancelado em 1957.

A arma era transportada por bombardeiro estratégico de longo alcance, para esta finalidade foram utilizados os B-52 Stratofortress e os Boeing B-47 Stratojet.

Dimensões[editar | editar código-fonte]

  • Comprimento: 3,76 m
  • Diâmetro: 1,32 m
  • Peso: 4 850 kg

Referências

  1. The Nuclear Weapon Archive (21 de outubro de 1997). The B-41 (Mk-41) Bomb, High yield strategic thermonuclear bomb (em inglês). Visitado em 17 de março de 2012.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre armas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.