Nílton De Sordi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nílton De Sordi
Nílton De Sordi 01.jpg
Informações pessoais
Nome completo Nílton De Sordi
Data de nasc. 14 de fevereiro de 1931
Local de nasc. Piracicaba (SP), Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Falecido em 24 de agosto de 2013 (82 anos)
Local da morte Bandeirantes, Paraná, Brasil
Altura 1,71 m
Informações profissionais
Posição Lateral-direito e treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1949–1952
1952–1965
1966
Brasil XV de Piracicaba
Brasil São Paulo
Brasil União Bandeirante

536 000(0)
Seleção nacional
1955–1961 Brasil Brasil 022 000(0)
Times que treinou
Brasil União Bandeirante

Nílton De Sordi (Piracicaba, 14 de fevereiro de 1931 – Bandeirantes, 24 de agosto de 2013) foi um futebolista brasileiro.

Começou no XV de Piracicaba, em 1949, e, em 1 de janeiro de 1952, foi contratado pelo São Paulo, clube que defenderia por 536 partidas até 16 de julho de 1965. Foi campeão paulista em 1953 e 1957, mas, curiosamente, não marcou gol algum com a camisa são-paulina. Porém, mesmo com este curioso fato, é um dos maiores ídolos do São Paulo Futebol Clube.[1]

Convocado para a Seleção Brasileira pela primeira vez no ano de 1954, foi integrante da equipe que conquistou a Copa do Mundo de 1958, da qual só não foi titular na partida final. Ele teria sido barrado da decisão pelo médico da equipe, Hílton Gosling, que supostamente percebeu no lateral direito um grande nervosismo.[2] Ao todo, disputou 25 partidas pela Seleção, sem marcar gols.[3]

Foi um bom marcador, com boa noção de cobertura, que pouco apoiava o ataque.[1] Apesar da baixa estatura, cabeceava freqüentemente[4] e, por isso, chegou a jogar de zagueiro-central no São Paulo e também na Seleção Brasileira.[2]

Depois de aposentado, treinou já em 1966 o União Bandeirante no Campeonato Paranaense, time que voltaria a treinar outras vezes, a última em 1977.[2]

Faleceu em 24 de agosto de 2013, aos 82 anos de idade, vítima de falência múltipla dos órgãos.[5]

Referências

  1. a b Alexandre da Costa, Almanaque do São Paulo Placar, Editora Abril, 2005, pág. 384
  2. a b c "De Sordi, 19 anos depois", Mílton Ivan, Placar número 381, 12/8/1977, Editora Abril, pág. 22
  3. Enciclopédia do Futebol Brasileiro Lance!, Areté Editorial, 2001, pág. 54
  4. Jal & Gual, A História do Futebol no Brasil através do Cartum, Bom Texto Editora, 2004, pág. 51
  5. Lateral campeão mundial em 1958, De Sordi morre no Paraná. UOL Copa (24 de agosto de 2013). Página visitada em 25 de agosto de 2013.