Edvaldo Alves de Santa Rosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dida
Informações pessoais
Nome completo Edvaldo Alves de Santa Rosa
Data de nasc. 26 de março de 1934
Local de nasc. Maceió, AL, Brasil
Falecido em 17 de setembro de 2002 (68 anos)
Local da morte Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Altura 1,75m
Informações profissionais
Posição Meia
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1950–1954
1954–1963
1964–1965
1966–1967
Brasil CSA
Brasil Flamengo
Brasil Portuguesa
Colômbia Atlético Júnior

0357 00(264)
Seleção nacional
1958–1961 Brasil Seleção Brasileira 00080000(5)

Edivaldo Alves de Santa Rosa[1] (Maceió, 26 de março de 1934 — Rio de Janeiro, 17 de setembro de 2002) conhecido como Dida, foi um jogador de futebol brasileiro.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Dida atuava na posição de Meia e iniciou no CSA de Maceió, sua cidade natal. Durante uma partida entre as seleções de futebol de Alagoas e da Paraíba nesta cidade, foi notado por dirigentes do Flamengo. Convidado para testes no clube, foi aprovado, apesar da timidez e da icterícia, que seria tratada.[2]

Mesmo franzino, tornou-se o maior artilheiro do Flamengo até a era Zico, marcando 257 gols em 364 jogos entre 1954 e 1963. Deixou a titularidade com a chegada do treinador Flavio Costa e transferiu-se para a Portuguesa em 1964. Encerrou a carreira no Atlético Júnior da Colômbia.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Na seleção Dida era um dos titulares até a Copa do Mundo de 1958. Disputou o primeiro jogo da Seleção Brasileira contra a Seleção Austríaca, porém uma contusão o deixou no banco de reservas e abriu vaga para o jovem Edson Arantes do Nascimento (Pelé), que encantaria o mundo com seu futebol.[3]

Morte[editar | editar código-fonte]

Faleceu em 17 de dezembro de 2002, aos 68 anos, vítima de insuficiência hepática e respiratória.[4] Em 2004 seus restos mortais estiveram na iminência de serem retirados da sepultura no Cemitério de São João Batista, por falta de pagamento por parte do Flamengo.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira
CSA
  • Campeonato Alagoano de Futebol de 1949 e 1952
Flamengo
  • Campeonato Carioca Aspirantes: 1955,1956
  • Torneio Internacional do Rio de janeiro: 1954
  • Torneio Internacional Gilberto Cardoso: 1955
  • Taça dos Campeões Estaduais: 1956
  • Troféu Allmana Idrotts Klubben: 1957
  • Troféu Ponto Frio Bonzão: 1957
  • Troféu Sporting Club de Portugal: 1958
  • Torneio Internacional de Israel:1958
  • Torneio Hexagonal de Lima: 1959
  • Torneio Início:1959
  • Torneio Internacional de Verão do Uruguai: 1961
  • Torneio Internacional da Tunísia: 1962
  • Torneio Naranja: 1964
  • Campeonato Carioca: 1953, 1954, 1955, 1963).
  • Torneio Rio-São Paulo: 1961.

Artilharia[editar | editar código-fonte]

  • Campeonato Alagoano de 1952 - CSA (9 gols)

Referências

  1. Dida - Edvaldo Alves de Santa Rosa - sambafoot.com, Futebol + Brasil Br.sambafoot.com. Página visitada em 15 de agosto de 2009.
  2. a b Ídolo de Zico, alagoano Dida tem a memória preservada pelo irmão Correio de Alagoas (4 de março de 2013).
  3. Dida - Museu dos Esportes www.museudosesportes.com.br. Página visitada em 15 de agosto de 2009.
  4. Enterro de Dida será nesta 4ªfeira Estadão (17 de setembro de 2002).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]