New Orleans Saints

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Superdome, a casa dos Saints.

O New Orleans Saints é um time profissional de futebol americano dos Estados Unidos baseado em Nova Orleães, Luisiana. O Saints joga na divisão sul da National Football Conference (NFC) da National Football League (NFL).

O Saints foi fundado em 1967 como um time de extensão jogando seus jogos no Tulane Stadium até a temporada de 1974. O time demorou mais de uma década para vencer pelo menos metade dos jogos da temporada, outras duas décadas para conseguir mais vitórias que derrotas e quatro décadas antes de chegar a um Super Bowl. Os primeiros anos de sucesso do time foi durante os anos de 1987 a 1992, quando o time chegou aos playoffs quatro vezes e teve mais vitórias que derrotas no ano em que não chegaram a pós-temporada neste período. Na temporada de 2000, o Saints conseguiu derrotar o campeão do Super Bowl do ano anterior, o St. Louis Rams para conseguir sua primeira vitória em playoff.

Desde 1975, o estádio do Saints é o Mercedes-Benz Superdome (antigo Louisiana Superdome).[1] Contudo, devido aos danos causados pelo Furacão Katrina no Superdome e em toda a região de Nova Orleães, o Saints jogou o jogo de abertura em "casa" da temporada de 2005 contra o New York Giants no Giants Stadium. O restante dos jogos em casa da temporada de 2005 foram ou no Alamodome em San Antonio, Texas ou no estádio da LSU, o Tiger Stadium em Baton Rouge, Luisiana. Depois de uma renovação que custou US$185 milhões de dolares, o time retornou ao Superdome para a temporada de 2006. O time fez o jogo de abertura da temporada de 2006 em casa com todos os ingressos vendidos e em cadeia nacional de televisão em 25 de setembro de 2006, derrotando o Atlanta Falcons por 23 a 3. Esta vitória rendeu ao time o prêmio ESPY de 2007 por "Best Moment in Sports" (Melhor momento nos esportes). O time chegou as finais de conferência da NFC em 2006 mas perderam para o Chicago Bears por 39 a 14.

Durante a temporada de 2009 o time teve a melhor temporada de sua história. Em 30 de novembro de 2009, na vitória no Monday Night Football sobre o New England Patriots, o time tinha uma campanha de 11 vitórias e nenhuma derrota até aquele momento, o melhor começo de temporada na história da franquia. A partida foi a segunda maior audiência da TV a cabo americana até o momento.[2] Então com uma vitória sobre o Atlanta Falcons, o time chegou ao record de 13–0, sendo este o melhor retrospecto em sua história. Como resultado o time garantiu antecipadamente uma vaga nos playoffs da NFC e uma semana de folga. Vencendo seus primeiros 13 naquela temporada, o Saints também quebraram o recorde da NFC de maior vitórias no começo da temporada (13-0) desde a fusão AFL–NFL, quebrando o recorde anterior (12-0) do Chicago Bears de 1985. O time chegou então a final da NFC naquela temporada sob a liderança do quarterback Drew Brees e ao derrotar o Minnesota Vikings por 31 a 28 na prorrogação, o time garantiu sua primeira aparição em um Super Bowl na história da franquia.

No dia 7 de Fevereiro de 2010, os Saints conseguiram o primeiro Super Bowl de sua história, ao bater o Indianapolis Colts por 31 a 17. A vitória do Saints foi confirmada com o "retorno para a história" do cornerback Tracy Porter depois de um passe interceptado do quarterback Peyton Manning. O quarterback de New Orleans, Drew Brees, foi escolhido como o MVP desse Super Bowl.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.