Pirineus Orientais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pirenéus Orientais
Pyrénées-Orientales
Blason 66.svg
Informações
País  França
Região Languedoc-Roussillon
Sede do depto. (Préfecture) Perpinhã
Sub-sedes (Sous-préfectures) Beaune, Montbard
População 392 803 hab. (1999)
Área 4 116 km²
Densidade populacional 95,4 hab./km²
Arrondissements 3
Cantões 31
Comunas 226
Presidente do conselho geral Christian Bourquin
Site Oficial www.cg66.fr/
Localização
Pyrénées-Orientales-Position.png
Localização de Pirenéus Orientais na França

Pirenéus Orientais (em francês: Pyrénées-Orientales, em catalão: Pirineus Orientals, em occitano: Pirenèus Orientals) são um departamento francês, situado no sudoeste da França, em sua fronteira com Espanha. Pertence à região administrativa francesa de Languedoc-Roussillon. Sua capital é a cidade de Perpinhã. Parte deste departamento é denominada "Catalunha norte", pois é historicamente ligado à Catalunha, cuja maior parte está sob soberania espanhola.

História[editar | editar código-fonte]

O departamento foi criado durante a Revolução Francesa, em 4 de março de 1790 em execução da lei de 22 de dezembro de 1789, começando a partir da província de Rossilhão e duma pequena parte de Languedoc chamada Fenouillèdes (Fenolhedés em provençal e Fenolledès em catalão); porém, o território esteve sob jurisdição espanhola até 1659, e sua história confunde-se com a da Catalunha, que até hoje continua sob administração espanhola.

A Espanha invade o departamento em abril de 1793, mas a França retoma-o em treze meses, depois da batalha de Peyrestortes'.

No século XIX, os Pirenéus Orientais foram um dos mais republicanos departamentos da França, em parte, graças a presença de François Arago, político e cientista nascido em Estagel.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima, típico mediterrâneo, torna possível ter os invernos relativamente suaves, com quedas de neve ocorrendo raramente nas planícies. Os verões são frequentemente quentes. Os ventos são intensos, em detalhe o Tramontana, vento do noroeste, que alcança frequentemente velocidades de mais de 100 km/h. O vento marinho traz a chuva para esta região.

Línguas[editar | editar código-fonte]

Além do francês, língua oficial da República Francesa, fala-se no departamento o catalão, exceto em Fenolheda, onde se fala o provençal.

Personalidades[editar | editar código-fonte]

Os Orgues d'Ille-sur-Têt (os órgãos, semelhança com os tubos dum órgão de igreja).
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pirineus Orientais