Países Catalães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Países Catalães
Catalan Countries (orthographic projection).svgEstados aos quais estão integradas as diferentes nações:
Estado Nação
Espanha Espanha Catalunha Catalunha
Bandeira do País Valenciano País Valenciano
Bandeira das Ilhas Baleares Ilhas Baleares
[não adota bandeira] Faixa de Poente
França França Flag of Roussillon.svg Catalunha do Norte
Andorra Andorra Andorra Andorra
Itália Itália Catalunha Algueiro

Os Países Catalães (em catalão: Països Catalans) são "o conjunto dos territórios de língua e cultura catalã situados no lado ocidental do mar Mediterrâneo."1

Apesar da unidade ser histórica, cultural e linguística, cada um desses territórios possui uma realidade geopolítica específica.

Extensão[editar | editar código-fonte]

Os territórios de língua e cultura catalãs são:

  • Catalunha (Catalunya), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal central e norte-ocidental.2 Capital: Barcelona.
  • País Valenciano (País Valencià), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal meridional, ou valenciana.3 Capital: Valência.
  • Ilhas Baleares (Illes Balears), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal insular. Capital: Palma.
  • Faixa de Poente (Franja de Ponent), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal norte-ocidental. Cidade com maior número de habitantes: Fraga.
  • Catalunha do Norte (Catalunya del Nord), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal setentrional, ou rosselhonesa.4 Capital: Perpinhã.
  • Andorra (Andorra), onde a língua vernácula é o catalão. Capital: Andorra a Velha.
  • Algueiro (l'Alguer), onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal algueireira.5 6
  • El Carxe, onde a língua catalã é falada na sua forma dialetal meridional, ou valenciana.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Países Catalães

Segundo os últimos dados oficiais, de 2003/2004, estima-se que 9.118.882 pessoas falam a Língua Catalã, e 11.011.168 compreendem-a: ocupando a mesma a posição de número oitenta e oito no ranking de línguas mais faladas no mundo.7

Cronologia da denominação[editar | editar código-fonte]

Mural em Argentona, Catalunha.
tradução: Pela unidade da língua e dos Países Catalães.
  • antes do séc. XII – Conforme a língua catalã diferenciava-se da língua latina Ex. manducare (latim clássico) > mandicare (latim vulgar) > menjar (catalão), surgia a necessidade de individuação. Os territórios de língua e cultura catalãs passavam a ser conhecidos como Catalunha.8
  • séc. XIII – Como os condados catalães acompanharam a empreitada de expansão da Coroa de Aragão, os territórios de língua e cultura catalãs expandiram-se, até as Ilhas Baleares e o Reino de Valência.9
  • 1300 – Os territórios de língua e cultura catalã assumiram a configuração atual.
  • séc. XIV – Devido à nova configuração, surgia a necessidade de adotar uma denominação interna que englobasse o todo sem subordinar as partes de forma que a antiga denominação passava de Catalunha a Terras da Catalunha, Terra de Língua Catalã, Pátria Catalã e/ou Catalunha Grande.
  • séc. XVI – Devido ao fato diferencial linguístico, as novas denominações passavam a ser necessárias também no exterior. Ex. comer (português), comer (castelhano), menjar (catalão), manger (francês) e mangiare (italiano).
  • séc. XVII e começo do séc. XVIII – Ocorria o repovoamento das terras abandonadas após a contribuição islâmica e após a Guerra dos Segadores e a Guerra de Sucessão.
  • 1886 – Passa-se a adotar a denominação Países Catalães no contexto das publicações científicas.
  • 1930 – Passa-se a adotar a denominação Países Catalães no contexto da política e das publicações.
  • 1960 – Devido ao isolamento, o senso comum deixa de incluir o Algueiro na denominação de Países Catalães. Alguns escritores optam por recriar a antiga denominação Catalunha Grande.
Mural em Vilassar de Mar, Catalunha.
tradução: Uma nação, Países Catalães! Uma língua, o catalão!.

Referências

  1. l'Enciclopèdia, 2010. Els Paísos Catalans. Acessado em 2 de agosto de 2010
  2. CNPL, 2010. Consorci per la normalització lingüística. Acessado em 2 de agosto de 2010
  3. Diputació de València, 2005. Normalització lingüística. Acessado em 2 de agosto de 2010
  4. Racó Català, 2008. El Consell General nordcatalà reconeix la llengua catalana com a 'llengua del país'. Acessado em 2 de agosto de 2010
  5. Città di Alghero, 2010. L'Estatut Municipal. Acessado em 2 de agosto de 2010
  6. Parlamento Italiano, 1999. Legge 15 Dicembre 1999: n. 482. Acessado em 2 de agosto de 2010
  7. Generalitat de Catalunya, 2009. Mapa i dades generals. Acessado em 2 de agosto de 2010
  8. MORAN, J.; RABELLA, J.A. Els primers textos en català. Acessado em 3 de agosto de 2010
  9. Purnas, 2010. Os reis d'Aragón: y os suyos numeros. Acessado em 3 de agosto de 2010

Bibliografia básica[editar | editar código-fonte]

  • FOUCAULT, M. Les mots et les choses: une archéologie des sciences humaines. Paris: Gallimard, 1966.
  • FUSTER, J. Nosaltres, els valencians. Barcelona: Edicions 62, 1979.
  • FUSTER, J. Qüestió de noms. Acessado em 3 de agosto de 2010
  • MIRA, J. Crítica de la nació pura. Valência: Eliseu Climent, 2005.
  • STUART MILL, J. A System of Logic. Honolulu: University Press of the Pacific, 2002.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Países Catalães